Piadas de Chefe

Um sujeito tinha acabado de ser contratado como o novo CEO de uma grande empresa de alta tecnologia. O CEO que estava deixando o cargo se reuniu com ele em particular e lhe presenteou com três envelopes numerados. "Abra estes se você deparar com um problema que você não acha que pode resolver", disse ele.

As coisas correram no início muito bem, mas seis meses depois, as vendas têm uma queda e ele estava começando a ser cobrado pelos acionistas. No auge da sua sagacidade, ele lembrou-se dos envelopes. Ele abriu a gaveta e tirou o primeiro envelope. A mensagem dizia: "Culpe o seu predecessor."

O novo CEO convocou uma conferência de imprensa e com muito tato colocou a culpa no CEO anterior. Satisfeito com seus comentários, a imprensa respondeu positivamente, as vendas começaram a aumentar e o problema ficou para trás.

Cerca de um ano depois, a empresa estava novamente enfrentando uma ligeira queda nas vendas, combinado com problemas sérios de produtos. Tendo aprendido com sua experiência anterior, o CEO rapidamente abriu o segundo envelope. A mensagem dizia: "Culpe o mercado."

Ele convoca uma conferência e convence a todos que a situação da empresa é reflexo das más condições do mercado, mas que tudo será resolvido se houver compreensão. A resposta é novamente positiva e com o tempo ganho a empresa volta a ter resultados positivos, fazendo com que o problema ficasse para trás.

Depois de vários trimestres rentáveis ​​consecutivos, a empresa mais uma vez caiu em tempos difíceis. O CEO foi para o seu escritório, fechou a porta e abriu o terceiro envelope.

A mensagem dizia: "Prepare três envelopes."

66
23
43

Um jovem passou a madrugada estudando e sem querer pegou no sono enquanto estava no escritório trabalhando. De repente acorda, com o chefe já entrando. Então, ele volta a fechar os olhos e diz:

- Como eu estava dizendo: abençoe o meu chefe, nos de sabedoria para executar o nosso trabalho, amém!

235
126
109

O chefe pergunta para o empregado:

- Você acredita em vida depois da morte?

O empregado responde:

- É claro que não, chefe. Não existem provas disso, pois nunca alguém voltou para provar que está do outro lado.

E o chefe diz:

- Pois é, mas você está muito enganado! Ontem, depois que você saiu mais cedo para o funeral do seu tio, ele veio aqui te procurar.

331
219
112

José e mais três amigos de trabalho faltaram um dia anterior ao serviço. E logo pela manhã o patrão chama um por um na sua sala. Entrando o primeiro, veio o interrogatório:

- Posso saber por que o senhor faltou ontem?

- Sabe, senhor! É que a minha avó ficou doente e eu tive que levá-la ao hospital...

- De novo esta desculpa esfarrapada! Está suspenso por dois dias. Dona Vilma mande entrar o próximo.

A secretária chama mais um dos faltosos, que ao entrar o chefe não deixa ele nem se explicar:

- Presumo que a sua desculpa seja alguma coisa relacionada com a sua avó?

- Como o senhor sabe, chefe?

- Simples, meu caro, você já contou esta história anteriormente nas suas duas últimas faltas, e seu amigo acabou de falar a mesma coisa.

Com a cara de pau ele comenta:

- Pois é, né chefe! Coitadinhas das nossas avós. A minha anda tão doente.

- Então tá, aproveite que você levou ela ao hospital, agora vá buscá-la, porque você está suspenso! Que entre o próximo.

Agora foi a vez de José, que estava muito tenso:

- Até você José, faltando? Quero saber qual é a sua desculpa? E não me venha com história de avó ou mãe doente.

José sem rodeios responde:

- Bem, o meu problema é que eu sai anteontem para tomar umas cervejas, fiquei com muita ressaca e resolvi faltar o trabalho.

O patrão surpreso então fala:

- Certo, só desta vez vou lhe dar uma chance, pode voltar para seu trabalho, e por favor, espero que você não venha mais faltar por estes motivos.

Um dos funcionários suspensos que estava ouvindo atrás da porta, ficou espantado e aborda José:

- Cara, você foi muito corajoso! Não imaginei que você teria coragem de contar a verdade pro chefe.

- E quem disse a você que esta é a verdade?

- Ué! E não é? Qual seria então a verdade?

- A verdade que eu tive que levar minha avozinha ao hospital, porque ela estava doente...

351
177
174

- Desculpe-me, chefe, posso falar com o senhor?

- Claro, venha. O que posso fazer por você?

- Bem, chefe, como o senhor sabe, eu tenho sido um empregado desta prestigiada empresa há mais de dez anos.

- Sim.

- Eu não vou ficar enrolando. Chefe, eu gostaria de um aumento. Eu tenho atualmente duas companhias atrás de mim e então por respeito eu decidi falar com o senhor primeiro.

- Um aumento? Gostaria muito de lhe dar um aumento, mas esse não é um bom momento.

- Eu entendo a sua posição, e eu sei que a recessão econômica tem tido um impacto negativo sobre as vendas, mas você também deve levar em consideração o meu trabalho duro, proatividade e lealdade com esta empresa por mais de uma década.

- Levando em conta esses fatores, e considerando que eu não quero perder funcionários, eu estou disposto a te oferecer um aumento de dez por cento e cinco dias extras nas suas férias. O que acha disso?

- Está ótimo! Eu aceito! Obrigado, chefe!

- Antes de ir, só por curiosidade, quais companhias estavam atrás de você?

- Ah, a companhia de luz e a companhia de água!

403
198
205

Um empresario muito rico que havia perdido uma das orelhas em um acidente, estava fazendo uma seleção para uma vaga de gerente em sua empresa. E ele tinha três candidatos em sua sala. O primeiro candidato foi bem em todas as perguntas e interessou o empresario que resolveu fazer uma ultima pergunta:

- Você notou algo de diferente em mim?

O candidato nem pensou duas vezes e respondeu:

- Sim, o senhor não tem uma orelha!

O empresario ficou muito irritado e reprovou o rapaz. O segundo candidato era uma mulher. Bonita e inteligente. O Milionário também resolveu testa-la e fez a mesma pergunta que havia feito ao primeiro entrevistado. E a resposta foi a mesma. O empresario nervoso também á reprovou. O ultimo candidato não era tão inteligente assim, cheio de gírias e nem um pouco entendido do cargo. O empresario então pensou bem e resolveu fazer a tão intrigante pergunta, porque achava que o entrevistado nem sequer repararia por ser desligado:

- Meu caro rapaz, você notou algo de diferente em mim?

O sujeito então respondeu:

- O senhor usa lentes.

O empresario sem entender nada e surpreso pergunta novamente:

- E como você sabe disso?

E o rapaz responde.

- Poxa, sem orelha como é que usaria óculos?

286
188
98

O policial de uma pequena cidade para um motorista por excesso de velocidade.

— Mas, seu guarda, eu posso explicar... — replica o motorista.

— Fique quieto! Vou colocá-lo na cadeia até o chefe chegar! — esbraveja o policial.

— Mas, por favor, eu só queria dizer que...

— Silêncio! Você está preso ! Se abrir a boca, apanha ! Então, ele joga o coitado em uma cela, sozinho, e vai embora sem lhe dar atenção.

Horas mais tarde, o guarda volta:

— O chefe está chegando! Sorte a sua que ele foi ao casamento da filha dele. Deve estar de bom humor.

— Duvido muito... Se tivesse me deixado falar, saberia que o noivo sou eu!

106
57
49

Fidel está fazendo um de seus famosos discursos:

— E a partir de agora teremos de fazer mais sacrifícios!

Diz alguém na multidão:

— Trabalharemos o dobro!

— E temos de entender que haverá menos alimentos!

Diz a mesma voz:

— Trabalharemos o triplo!

— E as dificuldades vão aumentar!

Completa a mesma voz:

— Trabalharemos o quádruplo!

Fidel então pergunta ao chefe de segurança:

— Quem é esse sujeito que vai trabalhar tanto?

— O coveiro, meu comandante.

49
23
26

A empresa Economic Queem estava procurando profissionais na área de contábeis. Foram selecionados três contadores.

O primeiro contador entrou e saiu com a cabeça baixa, os outros dois perguntaram:

— Como que foi lá cara?

Ele respondeu:

— Me perguntaram quanto que é 2+2, e eu respondi que era 4.

O segundo contador entrou e saiu com a cabeça baixa e contou a mesma história.

O terceiro contador entrou e saiu sorrindo abraçado com o chefe, com ele dizendo.

— Amanhã mesmo você já pode começar!

Todos ficaram curiosos com aquilo e perguntaram para ele:

— Cara, como você conseguiu?

O contador disse rindo:

— Simplesmente, ele me perguntou quanto dava 2 + 2 = ?, eu disse à ele: "Quanto que o senhor quer que dê?"

43
28
15

Uma família inglesa foi passar as férias na Alemanha. Durante um de seus passeios, os membros da referida família, gostaram de uma pequena casa de verão que era alugada para temporadas. Falaram com o proprietário, um Pastor Protestante pediram-lhe que mostrasse a casa, a qual muito agradou aos visitantes. Combinaram então, alugá-la para o verão vindouro. Regressando à Inglaterra, discutiam os planos para as próximas férias, quando o chefe da família lembrou-se de não ter visto o banheiro. Confirmando o sentido prático dos ingleses, escreveu ao Pastor, para obter pormenores. A carta foi redigida assim:

"Sou membro da família que há pouco o visitou com a finalidade de alugar sua propriedade no próximo verão, mas como esquecemos de um importante detalhe, muito lhe agradeceríamos se nos informasse onde se encontra o W.C. Aguardando a sua resposta, etc, etc..."

O Pastor Protestante, não compreendendo o sentido exato da abreviatura W.C. mas julgando tratar-se da capelinha inglesa White Chapel, respondeu nos seguintes termos.

"Dear Sir,
Recebi sua carta e tenho o prazer de comunicar-lhe que o local a que se refere fica a 12 Km da casa. Isto é muito incômodo, sobretudo para quem tem o hábito de ir lá diariamente. Neste caso é preferível levar comida e ficar o dia todo. Alguns vão a pé, outros de bicicleta. Há lugar para 400 pessoas sentadas e mais 100 em pé. Há ar condicionado para evitar os inconvenientes da aglomeração. Os assentos são de veludo.

Recomenda-se chegar cedo para conseguir lugar para sentar. As crianças sentam-se ao lado dos adultos e todos cantam em coro. Na entrada é fornecida uma folha de papel a cada pessoa, mas se alguém chegar depois, pede a do vizinho. Essa folha deve ser usada durante todo o mês. As crianças não recebem folhas, dado o número limitado das mesmas. Existem amplificadores de sons, de modo que, quem não entra, pode acompanhar os trabalhos lá de fora, pois se ouvem os mínimos sons.

Ali não há qualquer preconceito, pois todos se sentem irmanados, sem distinção de sexo ou cor. Tudo o que se recolhe lá é para os pobres da região. Fotógrafos por vezes tiram fotografias para o jornal da cidade, para que todos possam ver seus semelhantes no cumprimento do dever humano."

71
33
38

Um grupo de estudantes da UFPI foi fazer uma pesquisa no recanto mais seco e desolado do Ceará, para descobrir como aquelas famílias conseguem sobreviver naquela seca tremenda.

Chegando lá se hospedaram em casa de um sertanejo muito pobre. Moravam 29 pessoas numa pequena tapera de cerca de 10 metros quadrados de pura indigência.

Começaram a observar os hábitos daquela família. Tudo anotavam. Nada escapava dos olhares daqueles estudantes sedentos de descobertas.

Uma certa noite, reunidos no pequeno terreiro, céu pleno de estrelas, uma maravilha só, conversavam quando uma palavra chamou a atenção de um dos jovens; o chefe da família sempre se referia ao conteúdo escrotal de testículos. O jovem estranhou essa palavra tão difícil ser pronunciada naquela região remota. Não contendo a curiosidade, perguntou:

— Meu caro amigo, me admira muito o senhor, aqui nessa região sem cultura, isolado do resto do mundo, onde falta comida, água, escola, as crianças vivem se protegendo embaixo das árvores para o vento não carregá-las, e o senhor fala tão difícil... que cultura!

O calejado senhor respondeu:

— Cultura nada, meu rapaz. É previnição mesmo. Ocê já pensou, nesta seca danada, nesta fome tremenda, se eu dissesse que isso aqui é ovo eu já estava capado há muito tempo!

47
-3
50

Joaquim chega ao Brasil em busca de trabalho e o que ele encontra é essa situação de desemprego, tudo consequência dessa tal de globalização neo-liberal. Procura, procura e só aparece um serviço numa dessas quadrilhas de, digamos, varejo de substâncias etc e tal. Mas, o que fazer? A crise é braba e tem de ser enfrentada com criatividade.

E o nosso querido Joaquim recebe o primeiro serviço: levar a um país vizinho uma carreta roubada, com uma carga roubada e trocar toda a mercadoria por droga. O chefe da quad..., perdão, o Supervisor de Operações dá as instruções: como ele deve fazer ao encontrar barreiras policiais, postos de fiscalização, quais as estradas alternativas e tudo o mais. E o Supervisor de Operações finaliza:

— Troque tudo por coca.

— Eu cuido disso, chefe— diz ele. — Não há por que te preocupares.

E lá se vai o Joaquim. Segue as instruções, provê os incentivos adequados a cada momento da viagem, segue pelas estradas alternativas etc etc. E não é que o gajo até que está se saindo muito bem?

Ao voltar ao Brasil, ele vai direto à Central de Operações da quad..., que coisa! perdão mais uma vez, o Joaquim vai direto à Central de Operações da Organização e apresenta-se ao Supervisor de Operações.

— Missão cumprida, senhoire — diz o Joaquim.

— Fez tudo conforme as instruções? — pergunta o supervisor.

— Tudo perfeito, chefe. Só houve um pequeno probleminha. Lá onde entreguei a mercadoria, não havia coca. Aí eu trouxe pepsi mesmo.

46
10
36

O sujeito descobriu que estava sendo fritado lá na empresa e seria o próximo a ser demitido. Ele foi procurar outro emprego e achou. Exigiam uma carta de recomendação. Foi falar com o chefe de pessoal e pediu a tal carta de recomendação.

— Sacumé, né doutor, eu trabalho aqui há mais de quinze anos e eu acho que mereço pelo menos uma carta de recomendação.

No outro dia, ele recebeu a carta. Ela dizia:

"Prezados Senhores:
O senhor José da Silva trabalhou nesta empresa durante 16 anos e estamos muito satisfeitos por ele ir trabalhar aí com vocês.
Atenciosamente,"

19
-9
28

— Chefe, eu queria que o senhor me liberasse amanhã de manhã. É por causa da minha mulher. Ela quer que eu vá buscar a mãe dela pra passar o fim de semana lá em casa.

— Olha, tem muita coisa pra fazer aqui no escritório e eu não vou poder liberar você amanhã.

— Obrigado, chefe. Eu sabia que podia contar com o senhor.

155
127
28