Piadas de Português

O português estava no avião, e quando passaram por uma área de turbulência, ele disse:

- Eu acho que vou vomitar!

O passageiro que estava ao lado aconselhou:

- É melhor você vomitar no saco.

O português abre a calça, vomita e diz:

- Obrigado pela dica, foi melhor mesmo.

1
1
0

Dando um passeio na praça, o brasileiro se encontra com um velho amigo portuga e diz:

- Bom dia, Manoel!

- Bom dia - responde o portuga.

- Manoel, posso lhe fazer uma pergunta pra testar o seu Q.I.? - diz o brasileiro.

- Mas é claro, ora pois.

- Então me diga: Quantos pães você come de manhã em jejum?

- Ahh, não sei, gajo... são muitos.

- Mas é claro que sabe Manoel, você come pão todo dia e vem me dizer que não sabe - esbraveja o brasileiro.

- Pois está bem, são oito pães. - Pronto falei. - responde o portuga.

O brasileiro então cai na gargalhada e diz:

- Pare de ser burro, Manoel, você só come um pão em jejum, do segundo pão em diante você não está mais em jejum.

- Não é que você está certo mesmo. Miserável, viu... passou de um já não está mais em jejum.

- Mas quer saber de uma coisa, gostei... vou pegar o Joaquim agora mesmo.

O portuga corre então para a casa de Joaquim, chegando lá todo ansioso e repete a mesma pergunta a Joaquim:

- Joaquim me responda quantos pães você come em jejum de manhã?

Joaquim então todo confuso diz:

- Orais bolais Manoel, eu acho que não sei.

- Deixe de bobagem, Joaquim, mas é claro que tu sabes sim, vamos diga!

- Está bem Manoel, são quatro pães.

Manoel então fica quase um minuto calado, todo sem graça e diz:

- Orra Joaquim...

- O que foi Manoel?

- Se tu falasse oito eu lhe tinha uma resposta daquelas.

217
-33
250

O português chegou em sua casa, e pegou sua mulher na cama com dois brutamontes, verdadeiros guarda-roupas, indignado ele disse:

- O que é isso Maria, estais a me traíres?

- Não Manuel, estou apenas seguindo o conselho de sua mãe.

- Como assim.

- Lembras que tua mãe disse que no mundo de hoje, com tanta doença por ai, sexo só com segurança?

- Sim, e daí.

- Então eu contratei logo dois para não ter problema.

- Ah bom.

358
-56
414

Dois portugueses estavam cavando um buraco para usar a areia na construção de uma casa. A dona da casa perguntou:

- Bom, como taparão depois este buraco, rapazes?

Um dos portugueses respondeu:

- Simples! A gente cava outro buraco para tirar a areia e entupiremos este com ela.

332
-179
511

O português veio passar férias no Brasil e conheceu uma delícia chamada picolé. No dia em que estava voltando para Portugal, resolveu levar alguns picolés para seus patrícios. Quando chegou reuniu a família e todos os amigos e foi dizendo:

- Pessoal veja a delícia que eu trouxe do Brasil! Chama-se picolé. O que mais gostei foi o de laranja, por isso trouxe uma mala cheinha para vocês. Aqui está.

Porém, quando o portuga abril a mala e só viu aquele líquido amarelo, ele exclamou:

- Estes brasileiros são mesmo uns gozadores. Além de chuparem todos os meus picolés e deixarem somente os palitos, ainda mijaram na minha mala!

292
-91
383

O português em viagem na Bahia decide ir ao banheiro antes de sair do restaurante em que havia acabado de almoçar. Como o banheiro estava muito cheio e ele já estava apertado, decidiu ir em um banheiro ao lado do restaurante que ficava no meio de um matagal. Ele entrou, fechou a porta e chapiscou a louça com toda a sua força, mas logo que terminou, percebeu que não havia papel higiênico. Observando toda o banheiro ele vê uma enorme taturana na parede e exclama:

- Ora pois, baiano limpa a bunda é com uma escovinha!

Pegou a lagarta, limpou a bunda com ela e logo sentiu a queimação. Indignado ele reclama:

- Só podia ser coisa de baiano, até nisso tinham que colocar pimenta!

245
30
215

O inglês conta para o alemão:

- Minha mulher é muito burra. Comprou uma bicicleta e nem sabe andar nela.

O alemão respondeu:

- Burra é a minha, que construiu uma piscina e não sabe nadar.

Então, rolando de rir, o português conta:

- A minha ganhou de todas! Vai passar o Carnaval em Salvador, comprou uma caixa de camisinhas e nem pinto tem!

892
640
252

O português entra numa sex shop e é logo abordado pela vendedora:

- A moda agora são essas calcinhas comestíveis!

- Calcinhas comestíveis? - indagou o português.

- Sim, temos vários sabores, morango, tutti-frutti, menta... O senhor quer levar uma para experimentar?

- Está aí! Gostei da ideia, vou levar meia dúzia! Só que vou querer sabor de batata!

- Batata?

- É! É para combinar com o cheiro de bacalhau da Maria!

255
47
208

Um português tinha uma vaca e outro tinha um boi, quando um chegou perto do outro e disse:

- Olha cá sabes tu, eu tenho este boi, mas o meu boi parece até veado, parece um boi veado, fica sentado o dia inteiro e não me faz nada...

O outro diz:

- Esta vaca também...então vamos cruzar, e a produção nós dividimos, esta baim?

- Esta baim!

Cruzaram e nasceu um bezerro. O dono do boi disse:

- Anda cá, sabes tú que o bezerro é meu hã, é sim porque tua vaca sem meu boi nada fazia.

O outro retrucou:

- Não senhore o bezerro é meu, porque o teu boi sem minha vaca.

Ficaram naquela discussão e ao fim foram para o distrito. O delegado lá estava, e o português perguntou:

- Anda cá senhor doutor, olha, o senhor é uma vaca e eu sou um boi. Se eu trepo no senhor e nasce um bezerro, de quem é?

O delegado responde:

- É da puta que te pariu!

O português se virou pro outro e diz:

- Estais a ver, não é meu e nem teu, é da minha mãe!

147
66
81

Em um dia de chuva e de alagamentos, um rapaz avisa para o português.

- Manoel, a enchente vai levar o seu carro!

Sem perder a tranquilidade, Manoel responde:

- Pois você me acha burro? É claro que não vai levar, ora pois. A chave dele está aqui comigo.

467
214
253

O português leva uma garota para sua casa e lá eles já vão direto para o quarto. Após todo o amasso, ainda deitados na cama a garota olha para o teto e pergunta:

- Nossa Manoel, como esse teto está feio. Por que você não dá uma pintada nesse teto?

E Manoel responde furioso:

- E por que você não dá uma bucetada na parede?

160
54
106

Um brasileiro e um português com sua mulher estavam perdidos em uma ilha deserta, quando o brasileiro teve uma ideia:

— Vamos subir neste coqueiro para ver se conseguimos avistar algum navio. Eu subo primeiro, fico algum tempo e depois sobe você.

O português concordou e o brasileiro subiu. Chegando lá em cima, o brasileiro começou a gritar:

— Joaquim, para de comer tua mulher!

E o Joaquim, espantado disse que não estava comendo ela. E o brasileiro gritou de novo:

— Joaquim, pára de comer tua mulher!

— Já falei que não estou a comer ela!

E o brasileiro gritou para o português mais umas dez vezes, até que chegou a vez do Joaquim subir na árvore. Joaquim não tinha nem chegado na metade da árvore quando o brasileiro atacou a mulher de Joaquim e começou a comê-la. Joaquim olhou pra baixo e falou consigo mesmo:

— Ora pois! Não é que daqui parece que ele estais a comer minha mulher mesmo.

137
18
119