Piadas de Sogras

A sogra foi visitar a filha e o genro. Quando ela chega na casa deles, o genro atende:

- Sogra querida, que surpresa!

- Por que a surpresa? Minha filha não disse que eu viria passar uns tempos aqui com vocês?

- Disse sim, mas eu achei que fosse só para curar o meu soluço!

144
62
82

O sujeito está saindo do seu apartamento com uma mala e cruza com o vizinho, que pergunta:

- Onde você vai com essa mala, Alberto? Tá se mudando?

– Ah, a minha sogra tá me enchendo o saco! Pra você ter uma ideia hoje ela me xingou de vagabundo, inútil, preguiçoso, insensível, cretino, fracassado… Ah, cansei!

– O quê? Que velha folgada! Se eu fosse você, matava ela, cortava em quatro pedaços e jogava no rio!

– E o que você acha que eu tô levando dentro da mala?

490
203
287

Acabo de falar com um amigo que mora lá e ele me disse que nessa madrugada fez 6 graus negativos e sensação térmica de -20 graus. Ele mora no interior e sua sogra está depressiva e não faz outra coisa a não ser olhar pela janela da cozinha. Me disse que se continuar nessa situação não vai ter outra alternativa, vai ter que deixar a véia entrar.

262
115
147

O homem vai no motel com a amante, chegando se depara com o carro do sogro em uma das suítes. Como não se dava muito bem com o sogro, resolveu disfarçadamente riscar toda a pintura do carro.

No dia seguinte ele vai na casa do sogro, vê o carro todo riscado e finge surpresa:

- O que aconteceu, sogro?

O sogro responde:

- Estou com muito ódio. Ontem emprestei o carro pra sua mulher ir na igreja e riscaram ele todinho.

950
669
281

Marcelo encontra o amigo Paulo que não via há mais de um ano. Paulo acompanhado de uma loira espetacular, ambos em uma lanchonete. Aproveitando que o mulherão foi ao banheiro Marcelo começa o interrogatório.

- Cara! Que mulher é esta? A última vez que nos vimos você era casado com uma mulherzinha muito feia.

- Ah! Não dava mais meu amigo, ela não tinha nenhum estímulo na vida, foi desgastando. Trouxe a mãe dela pra morar com a gente. Quando ela foi trabalhar a noite eu tive que fazer companhia para minha sogra cheia de manias, não dormia sozinha, não ia à padaria de medo de se perder. Praticamente meu fim de semana era fazendo companhia para minha sogra...

- Isso é ultrajante! Ainda bem que você separou dela.

- Separei, mas a minha sogra ainda está morando lá em casa!

- Que coisa bizarra! E esta sua nova namorada maravilhosa sabe disto? - diz Marcelo apontando para a loira que retornara do banheiro.

- Namorada? Ah, esta aqui é a minha sogra!

233
-130
363

Um amigo vai ao boteco tentar convencer o outro amigo a ir no enterro da sogra dele:

- Você tem que ir, sua mulher vai ficar chateada com você.

- Eu não vou, rapaz. Que ela descanse em paz.

- Mas vá lá cara, nem que seja pra dar uma cuspida no caixão dela.

- Eu não. Você acha que eu tenho paciência pra ficar em fila?

427
213
214

O sujeito vai entrando na agência bancária, juntamente com a sogra, no momento exato em que acabara de haver um assalto. O assaltante passa por ele, correndo, armado, e se dirige aos dois:

- Vocês, por acaso, viram acontecer alguma coisa aqui? Viram algum assaltante de banco aqui?

Ao que o sujeito, responde:

- Eu não vi nada. Mas minha sogra aqui viu tudinho.

372
134
238

Duas distintas senhoras encontram-se após um bom tempo sem se verem. Uma pergunta à outra:

— Como vão seus dois filhos... a Rosa e o Francisco?

— Ah! querida... a Rosa casou-se muito bem. Tem um marido maravilhoso. É ele que levanta de madrugada para trocar as fraldas do meu netinho, faz o café da manhã, arruma a casa, lava as louças, recolhe o lixo e faz a faxina. Só depois é que sai para trabalhar, em silêncio, para não acordar a minha filha. Um amor de genro! Benza-o, ó Deus!

— Que bom, heim amiga! E o seu filho, o Francisco? Casou também?

— Casou sim, querida. Mas tadinho dele, deu azar demais. Casou-se muito mal... Imagina que ele tem que levantar de madrugada para trocar as fraldas do meu netinho, fazer o café da manhã, arrumar a casa, lavar a louça, recolher o lixo e ainda tem que fazer a faxina! E depois de tudo isso ainda sai para trabalhar em silêncio, para sustentar a preguiçosa, da minha nora.

80
28
52

Após a cerimônia de cremação da velha, todos os familiares e amigos se encontram reunidos ao redor da urna contendo as cinzas e olhando o forno ainda quente.

Depois de alguns minutos, em que muitos murmuravam diante da cena, o genro, que havia bebido todas, pede a palavra para discursar. Sobe em uma cadeira com dificuldade e, na maior comoção etílica:

— E agora, meus amigos, uma salva de palmas pro churrasqueiro!

103
58
45

Um perigoso ladrão entra armado em um banco. Assustando os clientes, vai até o atendente e exige todo o dinheiro do caixa. Com a quantia em mão, ele se volta para um dos clientes e pergunta:

— Você me viu roubar esse banco?

Com a voz trêmula, ele responde:

— Sim, eu vi.

Sem pensar duas vezes o ladrão atira nele. Depois, volta-se par um jovem parado ao lado de uma senhora e pergunta:

— Ei, você me viu roubar esse banco?

— Eu não vi nada não, moço...

— Tem certeza?

— Tenho... Mas a minha sogra, esa senhora aqui do lado, disse que viu tudinho!

99
47
52

O rapaz estava saindo de sua casa com uma mala, quando seu vizinho logo perguntou:

— Aonde você vai Alberto?

Ele então responde:

— Ah, não dou conta mais da minha sogra não, ela só sabe reclamar, me xingar, me esnobar. Perdi a paciência.

— Se eu fosse você, pegava essa velha e picava em 4 pedaços

— E o que você acha que tem dentro dessa mala?

67
18
49

Final de expediente, o cara atarefado, recebe um telefonema de uma funerária:

— Dr. Marcos, boa noite.

— Olha, estamos aqui com o corpo da sua sogra, que acabou de falecer, e estou lhe telefonando, para lhe informar os nossos planos.

— Plano 01, enterro, R$ 800,00. Plano 02, embalsamamento, R$ 2.000,00. E por último temos, o Plano 03, cremação, R$ 15.000,00.

— O Senhor quer que ela seja enterrada, embalsamada ou cremada? O Dr. Marcos super alegre com a notícia, responde:

— Pode fazer as três coisas, pois com esta velha, a gente não pode facilitar.

101
77
24

Era uma tarde quando duas senhoras discutiam na rua sobre um rapaz que estava ao lado delas. Um outro homem que conhecia as duas, se envolveu no tumulto :

— Ei Dona Gertrudes, Dona Guerta, qual e o motivo de tanta gritaria?

Dona Gertrudes respondeu:

— Este homem se casou com a minha filha , portanto é meu genro!

Dona Guerta retrucou:

— É mentira, este homem é casado com a minha filha e não dela!

— Chega, eu vou resolver este problema à moda antiga, vou dividir este homem em dois!

Dona Gertrudes imediatamente respondeu:

— Está certo, pode cortar este desgraçado!

— Meus parabéns dona Gertrudes, você provou que este é seu genro, pois só uma verdadeira sogra para desejar tamanha maldade ao genro.

61
30
31

— Chefe, eu queria que o senhor me liberasse amanhã de manhã. É por causa da minha mulher. Ela quer que eu vá buscar a mãe dela pra passar o fim de semana lá em casa.

— Olha, tem muita coisa pra fazer aqui no escritório e eu não vou poder liberar você amanhã.

— Obrigado, chefe. Eu sabia que podia contar com o senhor.

150
124
26