Piadas de Advogado

Um advogado entra num caixa automático com um sofisticado sistema de segurança. Assim que introduz o cartão, dispara um alarme e uma gravação:

— Ladrão, ladrão, ladrão!

— Porra! — o advogado exclama — Coloquei meu cartão profissional em vez do cartão do banco!

78
31
47

O advogado recebe no escritório um cliente preocupado com seu processo:

— Doutor, se eu perder este caso, estou arruinado.

— Tudo só depende do juiz... -, diz o advogado.

— Se eu der um presentinho ao juiz, isto ajudaria?

— Não! Este juiz é muito ético e consciente. Se você o der um presente, isto irá prejudicá-lo! Nem pense nisto!

Passado algum tempo, sai a sentença: a favor do advogado.

O cliente procura o advogado e diz:

— Obrigado pela dica sobre o presentinho, funcionou!

— Mas como? Se você tivesse enviado o presente, teríamos perdido a causa!

— Mas eu mandei o presente... Foi por isso que ganhamos a causa!

— Você está louco? Como?

— Bem, eu mandei o presente. E dentro da caixa coloquei um cartão de visitas do nosso adversário.

49
32
17

A mocinha vinha sentindo dores estranhas há algum tempo e procura um médico. Após um exame, ele dá o veredicto:

— A senhora está com Mal de Chagas!

— Mal de Chagas? Como é que eu peguei isso?

— A senhora deve ter sido chupada por um barbeiro!

— Filho da puta — comenta a mocinha. — Ele me disse que era advogado!

17
11
6

Açougueiro indignado com cachorro de advogado famoso, que todos os dias, pela manhã, vai em seu comércio e rouba 2kg de salsicha, resolve vingar-se, e, num belo dia, quando advogado adentra em seu comércio solicitando diversos cortes de carne, resolve indagá-lo:

— Caro amigo Doutor Alberto, gostaria de saber de sua pessoa, como advogado extremamente influente, quanto conseguiria ganhar de indenização de um dono de cachorro que todos os dias vem em meu estabelecimento comercial e rouba 2 Kg de linguiça, já perfazendo um total de 5 anos?

O advogado, sem saber que o açougueiro está falando de seu cachorro, responde-lhe:

— Conseguiríamos nos tribunais cerca de 5 mil reais!

O açougueiro, completamente contente com a resposta do advogado, e decidido a se vingar, assim rebate:

— Então esse é o valor que o senhor me deve, pois o cachorro em questão é de sua propriedade.

O açougueiro, achando ter se vingado efetivamente do advogado famoso, e esperando ser ressarcido dos danos sofridos, recebe a seguinte resposta do advogado famoso:

— Tendo em vista que o valor da indenização é de 5 mil reais, ressalto ao digno amigo que me é devedor da quantia de 2 mil reais, pois o valor da minha consulta é de 7 mil reais.

28
8
20

Um certo advogado telefona para a casa de um sujeito que tinha emitido um cheque sem fundos. Quando o telefone toca, atende uma criança de apenas 5 anos de idade:

— Alô!

— Seu pai está aí?

— Painho foi para o Supermercado.

— E sua mãe está?

— Mainha foi para o Supermercado com Painho.

— Você está sozinho em casa?

— Não, estou eu e minha irmâ.

— Chame sua irmã — já que queria deixar um recado.

Depois de muito tempo, volta a mesma criança:

— Alô!

— Cadê sua irmã?

E a criança respondeu:

— Eu não pude tirar ela do berço não, porque ela estava cheia de xixi e cocô.

19
8
11

Chegaram juntos ao céu um advogado e um papa. São Pedro mandou o advogado se instalar em uma bela mansão de 800 metros quadrados, no alto de uma colina, com pomar, piscina, etc...

O papa, que vinha logo atrás, pensou que seria contemplado com um palacete, mas ficou pasmo quando São Pedro disse que ele deveria morar numa kitinete na periferia. Irritado o santo padre observou:

— Não estou entendendo mais nada! Um sujeitinho medíocre como esse, simples advogado, recebe uma mansão daquela e eu, Pontífice da Igreja do Senhor, vou morar nessa espelunca!

Ao que São Pedro respondeu:

— Espero que Sua Santidade compreenda! De papa o céu esta cheio, mas advogado, esse é o primeiro que recebemos!

60
48
12

Um advogado foi surpreendido por uma blitz em alta velocidade. O guarda chegou para ele e disse:

— Por favor, posso ver sua habilitação.

— Não tenho, ela foi caçada na última blitz por eu ter estourado os pontos permitidos.

— Você não tem habilitação? Então me deixe ver o documento de propriedade do veículo.

— Não o tenho, porque o carro é roubado.

— Como é? O carro é roubado?

— Aliás, pensando melhor, quando foi guardar a arma no porta-luvas, lembro-me de ter visto uma pasta que acredito ser os documentos do carro sim.

— Você tem uma arma em seu porta-luvas?

— Claro meu amigo. Tive que matar a dona do carro e jogar seu corpo no porta-malas, afinal, se não houvesse violência seria um furto e não um roubo.

O guarda desesperado disse ao advogado:

— Aguarde um minuto por favor.

Nisto chamou o Capitão pelo rádio, relatando todos os detalhes. O Capitão enviou vários policiais em reforço ao local, os quais ao chegarem cercaram o carro e com suas armas em punho, exigiram que ele descesse do carro.

Nisto, chega o Capitão ao advogado e diz:

— Posso ver sua habilitação?

— Claro, aqui está, diz o advogado, entregando-a ao Capitão.

— O veículo é seu?

— Sim Senhor. Aqui estão os documentos.

— Por gentileza, abra seu porta-luvas bem lentamente.

O advogado todo solícito, abriu o porta-luvas que estava vazio.

O capitão então pediu que ele abrisse o porta-malas do veículo, no que também foi prontamente atendido, onde se averiguou, também estar vazio.

Então o Capitão indignado disse ao advogado:

— Eu não entendo, o guarda que o abordou chegou para mim e disse que o Senhor não tinha habilitação, que o carro era roubado, que o Senhor estava armado e que havia um corpo no seu porta-malas...

No que diz o advogado com cara de espanto:

— Olha que mentiroso, aposto que disse também que estava trafegando em excesso de velocidade.

78
55
23

Numa escola primária, uma das turmas tirou uma foto da classe.

A professora queria convencer os alunos a comprarem uma cópia da fotografia e tentou vender seu peixe:

— Já pensaram como será daqui a uns anos? Vocês olhando a foto e dizendo "Ali está a Joana, agora é advogada!" ou "Olha o Luís, que agora é médico!".

Nessa hora um aluno grita no fundo da sala:

— E ali está professora, que agora está morta!

15
3
12

Aquele político velho de guerra estava sendo julgado por corrupção.

Enquanto transcorria o julgamento ele aguardava em sua casa nervosamente. De repente, toca o telefone e o advogado encarregado da sua defesa, diz, sem esconder a euforia:

— Doutor, finalmente a justiça foi feita!

— Então, vamos apelar! — emenda o safado.

17
8
9

Em Nairobi, no Quênia, depois de um extensivo processo de recrutamento com entrevistas, testes e dinâmicas, uma grande empresa contratou um grupo de canibais:

— Agora vocês fazem parte de uma grande equipe — disse o diretor de RH, durante a cerimônia de boas vindas — Vocês vão desfrutar de todos os benefícios da empresa, por exemplo, podem ir à nossa lanchonete quando quiserem comer alguma coisa. Só peço que não comam os nossos outros funcionários!

Um mês depois, o diretor de RH os chama:

— Vocês estão trabalhando duro e eu estou satisfeito, mas a senhora do cafezinho desapareceu. Algum de vocês sabe o que pode ter acontecido?

Todos os canibais negaram com a cabeça. Depois que o chefe foi embora, o líder canibal pergunta:

— Quem foi o idiota que comeu a senhora do café?

Um deles, timidamente, ergue a mão. E o líder dá a bronca:

— Mas você é um asno mesmo! Um mês comendo gerentes e advogados e ninguém percebeu nada... Mas você tinha que comer justo a senhora do café?

28
19
9

O dono do bar tinha certeza de que o seu barman era o cara mais forte das redondezas e oferecia mil reais para quem conseguisse extrair um pingo a mais de qualquer limão espremido por ele. Todos os dias apareciam lutadores de boxe, halterofilistas, lutadores de jiu-jitsu, mas ninguém conseguia ganhar a aposta.

Certo dia aparece um sujeito magrinho, vestido de terno, com um óculos de fundo de garrafa e diz, muito tímido:

— Eu gostaria de tentar espremer o limão!

Os freqüentadores do bar caíram na risada mas o sujeito não se intimidou. Então o barman pegou um limão, espremeu com toda força e entregou para ele tentar tirar alguma gota.

O sujeito, desacreditado de todos, pegou o limão, começou a apertar e conseguiu tirar seis gotas! Os freqüentadores do bar ficaram de boca aberta e o dono rapidamente entregou os mil reais para o sujeito.

— Incrível! — disse o dono ao sujeito — O que você faz da vida? É lutador de Kung-fu?

— Não... Eu sou advogado!

23
6
17

Antes que o senhor comece a contar o seu caso preciso que o senhor me pague, como sinal, a quantia de setecentos reais — diz o advogado para seu novo cliente.

O cara só tem trezentos reais, mas como está apavorado entrega o dinheiro.

— Por está importância, o senhor poderá fazer apenas duas perguntas. — diz o advogado.

— Cento e cinqüenta reais por pergunta? O senhor não acha que está me assaltando?

— Não, não acho não! Agora qual é a segunda pergunta?...

26
14
12