Piadas de Amigos

Aqueles dois amigos conversavam sobre a possibilidade de abrir um restaurante em sociedade e estavam combinando as condições.

— Você entra com o capital de um milhão, nós compramos o ponto, fazemos um contrato de cinco anos, você arruma o fiador, nós contratamos as instalações, cozinha, freezer etc...

— E você entra com o quê? — indagou o amigo.

— Ah, eu entro com meu know-how, assumo a caixa, cuido da contabilidade, administro as contas bancárias, etc...

— Mas e se não der certo? — pergunta o primeiro, preocupado.

— Cada um fica com o que trouxe: eu com o meu know-how e você vende tudo e leva seu capital.

— Mas falta uma cláusula nesse seu contrato! — disse o dono do capital.

— Ué? Que cláusula?

— Falta um beijo!

— Beijo?

— É! Você já viu foda completa sem beijo?

9
2
7

Duas amigas se encontram:

— Puxa, que linda pulseira de ouro você está usando — comenta a primeira.

— Obrigada, foi presente de aniversário do meu marido, mas não é de ouro!

— Você conhece bem os metais?

— Não, conheço bem o meu marido!

7
2
5

Eram dois amigos inseparáveis: Dirceu e Dirmeu.

Um dia, depois de uma longa discussão sobre reencarnação, céu e inferno, resolveram fazer um pacto: o primeiro que morresse, voltaria à Terra para contar ao outro o mistério da vida após a morte.

Os anos se lavaram, se passaram e se engomaram até que um belo dia Dirceu bate as botas.

Duas semanas depois, no meio da madrugada, Dirmeu vislumbra o vulto de Dirceu entrando no seu quarto.

— Oi, Dirmeu! Como tem passado? — pergunta o morto.

— Na mesma de sempre, e você?

— Nem te conto! Passo o dia inteiro fodendo!

— Tá brincando?

— Tô não! Logo de manhã, fodo umas duas ou três, descanso um pouco e pimba, dou mais umas quatro, tiro um cochilo e mando ver mais uma meia dúzia, como alguma coisa e às vezes dou mais umas duas.

— Caramba! — espantou-se Dirmeu. — Quer dizer, então, que lá no céu é uma maravilha?

— Céu? Quem te falou em céu, mermão! Eu reencarnei. Agora sou um touro reprodutor numa fazenda no Mato Grosso!

11
4
7

A loira no confessionário:

— Padre, na semana passada eu cometi um pecado muito grave. Assim que saí da casa do meu noivo, encontrei um ex-colega de faculdade e depois de algum tempo conversando, acabamos na cama... Sabe, seu padre, eu sou tão volátil...

— Volúvel, minha filha.

— No dia seguinte, assim que saí da casa do meu noivo, encontrei um outro amigo, com quem havia trabalhado há alguns anos e depois de algum tempo conversando, acabamos na cama... É que eu sou tão volátil...

— Volúvel, minha filha, volúvel.

— E ontem, seu padre, eu ia saindo da casa do meu noivo, aí um cara bem bonitão me ofereceu carona, eu topei e depois de algum tempo conversando, ele acabou me levando para um motel. Eu sou tão vo... como é mesmo a palavra, seu padre?

— Puta, minha filha, puta!

74
68
6

Três loucos vão fazer o exame mensal para ver se já podem receber alta.

O médico pergunta ao primeiro deles:

— Quanto é dois mais dois?

— 72 — responde ele.

O doutor balança a cabeça como quem diz "Esse não tem mais jeito" e virando-se para o segundo, repete a pergunta:

— Quanto é dois mais dois?

— Terça-feira — responde o segundo.

Desanimado, o médico vira-se para o terceiro louco:

— Quanto é dois mais dois?

— É quatro, doutor! — responde ele, com firmeza.

— Parabéns, você acertou! Como você chegou a essa conclusão?

— Foi fácil! Me baseei nas respostas dos meus amigos: 72 menos terça-feira dá 4!

46
25
21

O turista estava passeando na beira do rio, quando apareceu um vendedor de vara de pescar.

— Este é um excelente lugar para os peixes! — garantiu ele.

— É mesmo? Então passa a vara pra cá!

Algumas horas depois o vendedor de vara passa novamente pelo local e encontra o seu cliente.

— Escuta aqui, amigo! Até agora eu não consegui pescar nenhum peixe! Você não disse que esse era um ótimo lugar pros peixes?

— Claro! — respondeu o vendedor, fazendo propaganda de celular — É um lugar tão bom pros peixes que até hoje eu não consegui convencer nenhum a ir embora comigo!

5
-9
14

No primeiro dia, o novo recruta é informado pelos amigos dos procedimentos costumeiros para aliviar as suas necessidades sexuais.

— Atrás daquele galpão — diz um dos soldados — existe um barril, com um buraco bem apertado. Toda vez que você quiser, poderá ir lá...

— Que legal! Posso ir qualquer dia?

— Sim... menos às quartas-feiras.

— Por quê?

— Porque às quartas-feiras é o seu dia de ficar no barril.

16
12
4

Depois de dois anos de separação, John e Mary se encontram na festa de um amigo. Provocativo, John se aproxima da ex-esposa e comenta:

— Sabe Mary, depois de tudo o que você me fez, saiba que eu ainda gosto muito de você. Gosto tanto de você que, quando você morrer, vou ficar muito triste e vou mandar fazer uma lápide para colocar em seu túmulo: "Aqui jaz Mary, fria como sempre".

— Sabe John, depois de tudo o que você me fez, saiba que eu também gosto muito de você. Gosto tanto de você que, quando você morrer, vou ficar muito triste e vou mandar fazer uma lápide para colocar em seu túmulo: "Aqui jaz John, enfim duro!".

16
15
1

A loira, com medo da gripe aviária, dizia para uma amiga que, daquele dia em diante, não comeria mais carne de frango.

A amiga alertou que o perigo só existia na Ásia.

A loira, indignada, respondeu:

— Mas essa é justamente a parte que eu gosto...

27
19
8

Três amigos encontram uma lâmpada com o gênio de Aladim, que lhes diz:

— Sou um gênio expresso, posso lhes conceder já um desejo, mas apenas um.

O primeiro pede:

— Eu quero ser muito rico.

— Muito bem, vá ao banco, peça seu saldo e verás.

O segundo pede:

— Eu quero parecer um galã de cinema.

— Pois bem, vá a tua casa e olhe-se no espelho.

O terceiro pede:

— Eu quero ser mais inteligente que qualquer homem.

O gênio lhe pergunta:

— Você não se importa de menstruar todo mês?

107
76
31

Duas amigas conversando:

— Ai, o meu namorado vai passar dois meses internado! Estou arrasada...

— Sério? O que ele tem?

— Ele quebrou o dedinho do pé...

— O dedinho do pé? — pergunta a amiga, assustada — E isso é motivo pra ficar dois meses de molho? Por acaso você já viu esse médico?

— Bem, o médico ainda não... Mas vi a enfermeira...

8
3
5

Dois amigos se encontram depois de alguns anos e um deles pergunta:

— E a Ritinha, sua noiva, como vai?

— Ah, cara! Nem me fale... Nós terminamos tudo!

— Sério!? Mas a Ritinha era uma garota lindíssima!

— É, mas me diga uma coisa... Você se casaria com uma pessoa mentirosa, preguiçosa e infiel?

— Não, de jeito nenhum!

— Pois é... ela também não!

22
20
2

O Rei Artur estava pronto para ir às Cruzadas e antes de partir, foi ver Merlin e pediu-lhe para que fabricasse o melhor cinto de castidade que pudesse existir, para que nenhum cavaleiro pudesse tentar contra a virtude da sua linda esposa.

No dia seguinte, Merlin volta com um cinto de castidade ultra moderno, mas que preocupou o Rei por um detalhe:

— Merlin! — berrou ele. — Você pensa que sou burro? Esse cinto de castidade tem um buraco justamente onde não poderia ter! Por acaso você quer se aproveitar de sua invenção para se envolver com a minha esposa?

Antes que o rei mandasse executá-lo, ele se justificou:

— De forma alguma majestade! Observe que no buraco tem uma pequena guilhotina com uma lâmina afiada, que funciona sempre que se introduz algo no buraco.

— Oh, excelente! — responde o rei, todo satisfeito.

Três anos depois, ele volta das Cruzadas e convoca todos os cavaleiros:

— Vamos lá! Baixem as calças, é hora do exame médico!

Todos os cavaleiros alinham-se em frente ai Rei, baixam as calças e para espanto e estupefação dele, todos estão capados, com exceção do seu fiel amigo Lancelot.

Vendo que o seu fiel amigo não o traiu, agarra-o pelos ombros e diz:

— Lancelot, estou orgulhoso de ti. Enquanto nenhum dos outros resistiu à tentação de dormir com a Rainha, tu conseguiste domar os teus impulsos, em nome de nossa amizade. Por isso, concedo-te o que quiseres. Faça a tua escolha!

Mas Lancelot não disse nada... Estava mudo!

20
15
5