Piadas de Amigos

Duas amigas íntimas, muito bem casadas (com seus respectivos maridos) resolveram quebrar a rotina e sair juntas, em um sábado à noite.

Depois de encher a cara e falar da vida alheia a noite toda elas resolveram voltar pra casa, caindo de bêbadas.

No caminho, uma delas falou:

— Fê, pára o carro! Eu preciso fazer xixi!

— Que coincidência! — disse a amiga Rê, parando o carro, em frente a um cemitério.

Então elas desceram, se abaixaram e começaram a mijar, na frente de um túmulo.

— Caraca! — gritou Rê — Como é que eu vou me secar? Não posso ficar ensopada desse jeito... Enquanto ela falava, Fê tirou a calcinha, se secou e jogou a dita cuja fora.

— O quê? — gritou Rê, indignada — Nunca que eu vou jogar a minha lingerie de grife fora... Eu prefiro me secar com isso aqui! — e se limpou com a fita de uma coroa de flores.

No dia seguinte, os maridos, que também eram muito amigos, comentavam:

— Rapaz, a gente tem que ficar de olho nas nossas mulheres! Você acredita que ontem a Fê chegou em casa sem calcinha?

— Putz, isso não é nada! — falou o amigo — Pior foi a Rê que chegou com uma faixa presa no rabo, escrito: "Jamais te Esqueceremos".

55
52
3

Dois amigos estavam num deserto sem mulher, então foi que um virou para o outro e disse:

— Vamos fazer troca-troca?

— Vamos então!

Então os dois amigos fizerem o "troca-troca" quando um virou e disse:

— Vamos beijar na boca?

O outro respondeu:

— Se for começar com viadagem nós vai parar!

81
21
60

Eram dois amigos bêbados que foram beber num bar. Depois de tanto eles beberem, foram para casa.

Um disse para o outro:

— Vá com Deus meu amigo!

— Você também !

Os dois seguiram o seus caminhos separados. Quando um dos bêbados tropeça numa pedra e diz:

— Ô Deus. Eu vou contigo, mas não precisa empurrar!

73
47
26

Uma mulher encontra a amiga chorando:

— O que foi, Beatriz? Por que você está chorando?

— Ah! Como eu sou infeliz!

— O que houve? — pergunta.

— É o meu namorado!

— O que aconteceu com ele?

— A família dele não aceita o nosso amor. São todos contra... o pai, a mãe, os irmãos, os sobrinhos... Todo mundo quer que a gente se separe!

— Nossa que maldade! Que gente ruim!

— Isso mesmo! E a pior de todas é a esposa dele!

20
7
13

O cara foi num motel numa sexta-feira. Assim que entrou, reconheceu o carro do amigo que se encontrava estacionado e com o vidro do carona semi-aberto. Na mesma hora lhe veio a vontade de fazer uma gozação com o amigo, foi ate la e reparou que havia um porta CDs no painel. Sem nenhum esforco pegou o porta CDs e se mandou para curtir sua transa. No dia seguinte ligou para o amigo e esperando sua reação, lhe perguntou:

— E ai, o que conta de novo?

E o amigo respondeu:

— Tô muito puto da vida. Minha mulher pegou meu carro sexta-feira para ir a casa da mãe dela e lá alguém conseguiu abrir o carro e roubou todos os meus CDs.

43
35
8

— Que é isso, cara? Calcinha de mulher?

O amigo olha para um lado, para o outro, e responde:

— É a ultima moda, você não sabia? Todos os meus amigos estão usando calcinhas em vez de cuecas.

— Larga do meu pé, cara! Quando foi que você começou com esta mania?

— Desde que a minha mulher descobriu uma no porta-luvas do meu carro.

23
13
10

O rapaz termina o segundo grau e não tem vontade de fazer uma faculdade. O pai, meio mão de ferro, dá um apertão:

— Ahh, não quer estudar? Bem, perfeito. Vadio dentro de casa eu não mantenho, então vai trabalhar...

O velho, que tem muitos amigos, fala com um deles, que fala com outro até que ele consegue uma audiência com um político que foi seu colega lá na época de muito tempo atrás:

— Rodriguez, meu velho amigo! Você se lembra do meu filho? Pois é, terminou o segundo grau e anda meio à toa, não quer estudar. Será que você não consegue nada pro rapaz não ficar em casa vagabundeando?

Aos 3 dias, Rodriguez liga:

— Zé, já tenho. Assessor na Comissão de Saúde no Congresso, 9.000 por mês, pra começar.

— Está louco! O rapaz recém terminou o colégio, não vai querer estudar mais, consegue algo mais abaixo.

Dois dias depois:

— Zé, secretário de um deputado, salário modesto, 5.000, tá bom assim?

— Nãooooo, Rodriguez, algo com um salário menor, eu quero que o rapaz tenha vontade de estudar depois... Consiga outra coisa.

— Olha Zé, a única coisa que eu posso conseguir é um carguinho de ajudante de arquivo, alguma coisa de informática, mas aí o salário é uma merreca, 2.800 por mês e nada mais.

— Rodriguez, isso não, por favor, alguma coisa entre 800 a 1.000 pra começar.

— Isso é impossível Zé!

— Mas, por quê?

— Porque esses são por concurso!

27
11
16

Certa vez em uma festa no interior, o dono da festa se entristece por não ver ninguém dançando, e para resolver o problema ele sugere que cada um dance com a pessoa que tiver o nome semelhante ao seu: Francisca com Francisco, Benedita com Benedito, João com Joana... E assim todos dançaram exceto um rapaz que estava encostado na parede, o dono da festa curioso pergunta:

— Então rapaz, uma festa tão animada e você aí parado. Cadê seu par?

Responde o rapaz:

— Pois é amigo, é que meu nome é Piroco.

26
15
11

Estavam no bar três amigos conversando quando chegou no bar um bêbado dizendo à um deles?

— Sua mãe é uma piranha.

o rapaz tranqüilo nem deu assunto, o bêbado não contente voltou a dizer:

— Sua mãe é uma safada!

o rapaz olhou para ele tentou se levantar mas foi contido pelos amigos, mas o bêbado queria humilha-lo dizendo "eu transo com sua mãe todo dia", foi aí que o rapaz se levantou e foi em Direção ao bêbado e disse:

Pai vai embora que você tá bêbado!

110
66
44

Toda sexta, as 20 horas um cara chegava em um bar, e pedia 3 cervejas para o garçom, as 3 ao mesmo tempo. Tomava uma, a outra, a terceira, pagava a

conta, levantava e ia embora. Uma bela sexta o garçom, já intrigado com aquilo, perguntou para o homem:

— Desculpe minha curiosidade, mas porque o senhor toma 3 cervejas toda sexta no mesmo horário?

E o homem respondeu:

— Porque tenho 2 irmãos, e cada um de nos mora longe. Assim, toda sexta, as 20 horas, cada um de nos entra em um bar e pede 3 cervejas. Tomamos uma por cada um de nós. E o nosso modo de manter contato e pensarmos um nos outros.

Uma bela sexta, o homem entra no bar e o garçom pergunta:

— Três cervejas, como sempre?

E o homem diz:

— Não. Apenas duas.

O garçom gela. Um dos irmãos dele morreu, pensa. Meio sem jeito, traz duas cervejas e pergunta para o homem:

— Desculpe-me amigo, mas é que sempre são 3 cervejas. Aconteceu alguma coisa com algum irmão seu?

E o homem:

— Não, estão todos bem. É que eu parei de beber!

60
48
12

Um sujeito, cambaleando pelo estacionamento, estava cutucando a porta de cada carro com uma chave.

Veio o guarda e lhe perguntou:

— Qual é o problema, meu amigo?

E o sujeito responde:

— Perdi meu carro...

O guarda diz:

— Aonde foi que você viu o carro pela ultima vez?

— Foi aqui mesmo, na pontinha desta chave...

17
8
9

Um brasileiro entra na polícia em plena Caxias do Sul e dirige-se ao xerife:

— Vim entregar-me. Cometi um crime e desde então não consigo viver em paz.

— Meu senhor, as leis aqui são muito severas e são cumpridas e se o senhor é mesmo culpado não haverá apelação nem dor de consciência que o livre da cadeia.

— Atropelei um argentino na estrada ao sul de Caxias.

— Ora meu amigo, como o senhor pode se culpar se estes argentinos atravessam as ruas e as estradas a todo o momento?

— Mas ele estava no acostamento.

— Se estava no acostamento é porque queria atravessar, se não fosse o senhor seria outro qualquer.

— Mas não tive nem a hombridade de avisar a família daquele homem, sou um crápula!

— Meu amigo, se o senhor tivesse avisado haveria manifestação, repúdio popular, passeata, repressão, pancadaria e morreria muito mais gente, acho o senhor um pacifista, merece uma estátua.

— Eu enterrei o pobre homem ali mesmo, na beira da estrada.

— O senhor é um grande humanista, enterrar um argentino, é um benfeitor, outro qualquer o abandonaria ali mesmo para ser comido por urubus e outros animais, provavelmente até hienas.

— Mas enquanto eu o enterrava, ele gritava : Estoy vivo, estoy vivo!

— Tudo mentira, esses argentinos mentem muito!

161
133
28

Em uma floresta da Colômbia, os animais tinham o estranho costume de usar todos os tipos de drogas. Certo dia, a girafa estava fumando um baseado, quando apareceu um coelho correndo, com alguns animais o seguindo e lhe disse:

— Girafa amiga, não fume isso... Venha correr comigo pra ficar em forma!

A girafa ficou sensibilizada com a atitude do pequeno coelho, jogou o cigarro fora e seguiu o coelho.

De repente eles viram um elefante cheirando cocaína e o coelho voltou a defender os seus costumes:

— Elefante amigo, pare de cheirar isso! Venha correr conosco e perca alguns quilinhos!

O elefante decidiu pensar na sua saúde, jogou o pó pro alto e começou a fazer cooper com o novo amigo.

Então eles correram mais alguns quilômetros até que encontraram um leão usando lança-perfume. O coelho se apressou em dar seus conselhos:

— Leão amigo, pare de cheirar essa droga! Venha correr com a gente e viver uma vida saudável.

O leão largou o pano molhado em cima de um tronco, se aproximou do coelho e lhe deu uma patada violenta, que arrancou a sua cabeça.

A girafa, o elefante e todos os adeptos da geração saúde ficaram enfurecidos com a atitude do rei da selva, até que o elefante tomou a frente e disse:

— Leão, por que você fez isso com o pobre coelho?

O leão, impiedoso, respondeu:

— Esse cara me obriga a ficar correndo por aí toda vez que toma ecstasy!

76
59
17

Certa tarde, um bem sucedido advogado estava sendo conduzido em sua limusine para seu sítio, quando observou dois homens maltrapilhos comendo grama ao lado da estrada. Ele ordenou imediatamente ao motorista que parasse, saiu do veículo e perguntou:

— Por que vocês estão comendo grama?

— Porque nós não temos dinheiro para comprar comida - respondeu um dos homens.

— Bem, você pode vir comigo para o sítio disse o advogado.

— Senhor, eu tenho uma esposa e três filhos aqui.

— Traga-os também replicou o advogado.

— E quanto ao meu amigo?

O advogado virou-se para o outro homem e disse:

— Você pode vir conosco também.

— Mas, senhor eu também tenho esposa e seis filhos, disse o segundo homem.

— Eles podem nos acompanhar também, disse o advogado enquanto se dirigia de volta à limusine. Todos se acomodaram como puderam na limusine, e quando já estavam a caminho, um dos acompanhantes disse:

— O senhor é muito gentil. Obrigado por levar-nos a todos com o senhor.

O advogado respondeu:

— De nada! Vocês irão adorar meu sítio. A grama esta com quase um palmo de altura.

61
44
17

A loira fenomenal estava em uma badalada casa noturna com algumas amigas. Depois de dançar uma boa parte da noite e beijar uma boa parte dos homens, ela resolve ir ao banheiro mas não tem a mínima idéia de onde fica. Até que, para sorte da loira, um barman passa pela pista e ela imediatamente pergunta, no ouvido dele:

— Onde é o banheiro?

O barman responde, apressado:

— Do outro lado...

Então a loira sorri, se aproxima do outro ouvido dele e pergunta:

— Onde é o banheiro?

65
20
45