Piadas de Amigos

Suspeitando da fidelidade de sua mulher, que andava muito animadinha, o rapaz contratou um detetive particular para seguir a esposa. Uma semana depois, o detetive deu a ficha toda:

— Infelizmente, sua mulher o está traindo com seu melhor amigo.

Ele nem pestanejou. Tirou da gaveta um 38 cano longo, correu até a casa e:

— Pum! — matou o cachorro.

36
-18
54

O marido volta mais cedo do trabalho e encontra a mulher na cama com seu melhor amigo:

— Sandra! Guilherme! Como vocês são capazes de fazer uma coisa dessas? Você, Sandra, a quem sempre fui fiel durante todos estes anos. E você, Guilherme, a quem ajudei nos momentos mais difíceis e... Vocês querem parar com esta sacanagem e prestar atenção no que estou dizendo?

31
10
21

Numa roda de amigos, no boteco, um deles pede ao garçom uma dose dupla e a entorna de um só gole.

— A coisa tá ficando preta — resmunga, com ar abatido. — Minha mulher decretou que só vamos transar duas vezes por semana.

O companheiro ao lado bate em suas costas e procura consolá-lo:

— Calma, calma, imagine que podia ser pior. Com alguns de nós, por exemplo, ela reduziu para uma!

21
0
21

Adalto já tinha dez filhos e prometeu que, se sua mulher engravidasse outra vez, ele se enforcaria. Não teve jeito. Um ano depois, ela estava esperando outro filho. Um de seus amigos provocou:

— Você não disse que se enforcaria se isso acontecesse?

— Pois é. Eu quase me enforquei: preparei a corda e o banco....

— E o que aconteceu?

— Bem, é que me ocorreu que talvez estivesse enforcando o homem errado.

12
5
7

O bebezinho da casa do Juquinha chorava o dia inteiro . Um dia, não aguentando mais aquele berreiro, o amigo de Juquinha disse para ele :

— Seu irmão é chato hein? Ê diacho de menino chorão, pô!

— Pois eu acho que ele tá certo.

— Certo como?

— Queria ver o que você faria se não soubesse falar, fosse banguela, careca e não conseguisse ficar de pé!

34
0
34

O maior orgulho de Evaldo era sua prole: seis filhos! Vivia tão cheio de si que passou a chamar a mulher de Mãe-de-Seis, apesar dos protestos dela, que odiava o apelido.

Uma noite, no aniversário de um amigo, ele grita para a mulher, do outro lado da sala cheia de convidados:

— Vamos indo, Mãe-de-Seis?

Furiosa, ela dá o troco:

— Agora mesmo, Pai-de-Quatro!

37
27
10

Ele abriu a porta devagarinho, tirou os sapatos, subiu as escadas, abriu a porta do quarto e entrou, silenciosamente. Na hora em que ia se deitar ao lado da esposa, ela perguntou, meio dormindo:

— É você, Fifi?

O marido, contando a um amigo o final do caso, disse:

— Minha sorte é que eu tive uma tremenda presença de espírito: lambi a mão dela...

6
-7
13

Três bêbados bebem literalmente até cair. Quando dois deles acordam, descobrem que o terceiro morreu durante a noite.

Depois, no funeral, eles olham para o amigo no caixão.

— Puxa, o Zeca tá com uma aparência tão boa... — diz um deles.

— Claro — diz o outro. — O que você queria? Faz dois dias que ele não bebe...

70
20
50

O bêbado, escorado num amigo, chega na portaria de uma casa noturna muito badalada e fala pro porteiro:

— Ei, você! Poderia me dar uma informação?

— Fala logo!

— É que eu fiz uma aposta aqui com o meu amigo e queria confirmasse pra ele. É ou não é verdade que a privada aqui é de ouro?

E o porteiro grita lá pra dentro:

— João, tá aqui o imbecil que cagou no seu trombone!

65
33
32

Os seis amigos saíram de um boteco carioca, mais altos que o Pão-de-Açúcar. Foram para o carro estacionado em frente e ficaram discutindo quem entrava primeiro, quem dirigia, quem entrava depois e assim por diante, até que um deles, mais decidido, resolveu assumir o controle:

— Olha aí, João, você dirige. Você está bêbado demais para cantar!

29
-8
37

Três amigos — um dentista, um advogado e um banqueiro — vão a um strip-tease.

Quando a stripper, já pelada, chega à mesa deles, o dentista pega uma nota de 50, lambe e prega no bumbum dela.

O advogado, rápido, tira da carteira uma nota de 100 e faz o mesmo.

O banqueiro pensa um pouco e, em seguida, puxa um cartão de crédito, passa-o no local apropriado, saca os 150 e vai pra casa.

44
15
29

Dois amigos se encontram numa cidade do Oriente Médio.

Um deles está cabisbaixo.

— O que aconteceu? — pergunta o primeiro.

— Minha mãe morreu. Fiquei muito triste.

— Que pena! Meus pêsames. Mas o que ela tinha?

— Muito pouco, infelizmente: um apartamento, dois terrenos, um dinheirinho no banco...

23
6
17

Na festinha, o garotão contava vantagem para o amigo:

— Eu já papei todas as menininhas desta festa, descontando, claro, minha irmã e minha mãe.

— Engraçado — diz o outro. — Juntando as nossas tropas, então, já comemos todo mundo.

30
1
29