Piadas de Amigos

Dois amigos conversam:

— Vamos ali ver uma caverna com eco, ela repete o que você diz perfeitamente.

E os dois amigos foram praa caverna. Chegando lá um deles experimentou:

— Mulher!

E a caverna ecoa:

— Mulher, mulher...

— Carro!

E a caverna ecoa:

— Carro, carro...

O segundo amigo então resolveu experimentar, e disse:

— Inconstitucionalissimamente!

E a caverna ecoa:

— Poderia repetir, poderia repetir...

35
19
16

Dois velhos, ambos já bem surdos, vão a um médico pois um deles não estava bem. O médico constata:

— O problema do senhor é sífilis e deve tomar elixir 914!

O velho doente após sair do consultório pergunta:

— O que foi mesmo que ele disse?

O amigo responde:

— Ele disse que sua doença é chifre. E é desde 1914!

22
11
11

Havia três homens no deserto que estavam perdidos há dois dias e quase morrendo de desidratação. De repente encontraram uma grande cabana que estava escrito o seguinte: "Água!" Os três olharam um para o outro e disseram:

— E agora o que vamos fazer? É muito bom para ser verdade, e se for uma armadilha?

— Bem temos que arriscar — disse o outro.

— Vamos morrer do mesmo jeito se não tentarmos — completou o terceiro.

Entraram os três e se depararam com uma mulher muito linda vestida como uma dançarina da dança do ventre. E eles perguntaram para a moça:

— Aqui se dá água?

E a mulher respondeu:

— Sim. É só me acompanhar até aquela pequena cabana.

Logo o primeiro foi para uma pequena cabana com a moça. De repente ouviu-se um grito:

— Aaaaaaaaaaiiiii!

Mas logo o homem parou de gritar e saiu para o deserto bebendo um cantil de água sem esperar pelos outros. Os outros dois que ficaram questionaram dizendo:

— O que foi aquele grito de nosso companheiro???

— Não sei. O que importa é que ele saiu vivo estava tomando sua água — disse o segundo.

Então o segundo foi e entrou na cabana. Mas aí se ouviu gritos enormes:

— Aiiiiiiiii! Aiiiiiiiiii! Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!

O último que ficou pensou em correr para ajudar seu amigo, mas logo o viu sair também com o seu cantil para o deserto. Então ele pensou em fugir, mas a mulher o chamou e disse:

— Você não vem?

— Sim, estou indo. — respondeu o homem. E foi para a cabana com muito medo.

Dentro da cabana o homem perguntou a mulher:

— Olha antes de você me dar água me responda uma coisa: por que o primeiro gritou pouco e o segundo gritou muito?

A mulher respondeu:

— Bem, aqui a tradição diz que se dá água, mas para isso se deve cortar o pênis do homem de acordo com a profissão. O primeiro era lenhador, então usou um machado e cortou seu pênis sem muita dificuldade. Já o segundo era encanador, aí eu tive que torcer até arrebentar.

O homem deu risadas e a mulher perguntou:

— De quê está rindo?

O homem então disse com um sorriso no rosto:

— Sou sorveteiro, então vai ter que chupar até acabar!

64
50
14

Dois compadres resolveram pagar uma promessa feita para "Nossa Senhora de Abadia" no Triângulo Mineiro. O milagre atendido pela santa foi tão grande que os dois resolveram colocar três feijões em cada botina e ir caminhando cerca de 80 quilômetros, e assim fizeram. Andaram mais ou menos 5 quilômetros e um dos compadres ficou um pouco para trás.

— Vamo, cumpade! Assim nóis num chêga a tempo pra missa.

— Ai sô! Num sei se essa ideia de colocá os fejão na butina foi boa não!

Andaram mais uns 5 km e o compadre já se arrastava e ficando cada vez mais para trás.

— Ô cumpade, num tô guentano mais os meus pé.

— Êita sô! Intão vamo arriá de baixo daquela árvore ali.

O que estava bem, sentou-se tirou a botina, estalou os dedos e deu um belo góle numa pinga. O outro se arrastando e reclamando, mal conseguiu tirar as botinas e nem quis saber da pinga.

Ao ver que os pés do amigo estavam à flor da pele, disse:

— Que que isso cumpade? Seus pé ta té pareceno que ocê tava andano discarço na braza!

— Pois é sô! Os fejão cabô com meus dedo tudo!

— Uai cumpade! Ocê num cuzinhô os fejão antes não?

57
21
36

Joãozinho ainda no auge dos seus 6 anos foi passar uns dias a casa da avó. Ele brincava na rua com alguns amigos e foi a casa tirar uma dúvida com a avó:

— Vovó, como se chama aquilo quando duas pessoas dormem no mesmo quarto e ficam uma em cima da outra?

A avó assustou-se com a pergunta, pensou e achou que seria melhor dizer a verdade:

— Bem, Joãozinho, a isso chama-se uma relação sexual...

Joãozinho ficou satisfeito com a resposta e voltou para a rua brincar. Passados alguns instantes entra em casa novamente, todo esbaforido, e diz:

— Vó, vó... aquilo que eu perguntei se chama é beliche... e a mãe do Zezinho agora quer falar com você!

119
93
26

Dois amigos conversando, quando um confidencia ao outro:

— Acho que minha mulher anda mentindo para mim.

— É mesmo? E o que aconteceu?

— Ah, ela passou a noite inteira fora e me disse que estava na casa da irmã dela.

— E por que você acha que ela estava mentindo?

— Ah, porque quem estava com a irmã dela era eu!

40
30
10

Tinha uma bicha campineira, que cansou de dar o rabo e foi até um médico amigo dela para pedir uma ajuda.

— Doutor, não quero mais ser bicha, como faço para parar de dar a bundinha?.

— Faça o seguinte, mude para o Rio de Janeiro, na praia de Copacabana e todas as manhãs você vai até o calçadão e fique olhando aquelas cariocas praticando cooper, mas só fique olhando para as mulheres, fique notando aquele bumbum arrebitado, aquele corpinho violão, e esquece homem, e se caso você tiver uma recaída ou algo parecido, eu tenho um amigo médico que mora lá e eu lhe dou o endereço — anotando o endereço num pedaço de papel.

Dito isto, lá foi a bicha morar no Rio de Janeiro, levantava todo dia cedo, ia até o calçadão e ficava vendo aquelas gostosas praticando cooper e assim foi esquecendo dos homens. Um certo dia ao acordar, notou que estava com uma dor terrível no saco, mais como o seu médico tinha recomendado um amigo dele, foi até o consultório e explicou que estava com uma puta dor no saco.

O médico como um primeiro diagnóstico:

— Você deve ter alguma coisa na próstata, vamos fazer um exame.

— Abaixe a calça — disse o médico, colocando aquela luvas de borracha na mão.

Ele abaixou as calças, sentiu um friozinho no cu e arrebitou a bundinha. O médico vai com o "pai de todos" e vai introduzindo devagarinho. Aí a bichinha

— Aaaaiiiii!

O médico vira o dedo lá dentro e a bicha:

— Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaiiiiiiiiii!

— Está doendo? — diz o médico.

— Nãããooooo... — diz a bicha.

Aí o médico tira o dedo, põe de novo, um pouco mais fundo e a bicha:

— Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaiiiiiiiiiiiii que puta saudade de Campinas!

127
-1
128

Deus criou o burro e lhe disse:

— Serás burro, trabalharás incansavelmente de sol a sol, carregarás alforjes nas costas, comerás capim no pasto, não terás inteligência e viverás 30 anos.

O burro respondeu:

— Farei tudo isso, porém, viver 30 anos é demais,... dá-me somente 10 anos! Assim fez Deus...

Deus criou o cachorro e lhe disse:

— Serás um cachorro, cuidarás da casa dos homens e serás seu melhor amigo, comerás a comida que te derem e viverás 20 anos.

O cachorro respondeu:

— Farei tudo isso, porém viver 20 anos é demais,... dá-me somente 10 anos! E assim fez Deus...

Deus criou o macaco e lhe disse:

— Serás um macaco, saltarás de uma copa a outra das árvores, fazendo palhaçadas simpáticas, serás divertido e viverás 20 anos.

O macaco respondeu:

— Farei tudo isso, porém viver 20 anos é demais,... dá-me somente 10 anos! E assim fez Deus...

Finalmente Deus criou o homem e lhe disse:

— Serás homem, o único ser racional sobre a face da terra, usarás tua inteligência para subjugar aos demais animais da natureza, dominarás o mundo e viverás 30 anos.

O homem respondeu:

— Serei o mais inteligente dos animais, dominarei o mundo, porém viver 30 anos é pouco, Senhor, dá-me os 20 anos que recusou o burro, os 10 anos do cachorro e os 10 do macaco!

E assim fez Deus...

Por isso, o homem vive 30 anos como homem, se casa e passa a viver 20 anos como burro, trabalhando de sol a sol e carregando tudo sobre os seus ombros, depois se aposenta e passa a viver 10 anos como cachorro, cuidando da casa e comendo o que lhe dão, e então fica velho e vive mais 10 anos como macaco, saltando da casa de um filho para casa do outro e fazendo palhaçadas para divertir seus netos.

106
82
24

O deficiente foi no puteiro, de muleta e tudo. Chegando lá entrou num quarto, tirou a calça, e a prostituta surpresa disse:

— Ué, como vamos fazer? Você não tem o amigo aí, o bingulim?

— É claro que eu tenho... O que eu não tenho é a perna esquerda!

432
249
183

Uma amiga minha estava fazendo um bico de final de semana numa pizzaria. A certa altura da noite, um grupo de rapazes sentou-se em uma das mesas e quando ela os abordou para tirar o pedido, teve de ouvir uma série de gracinhas:

— O que vocês querem comer? — perguntou ela, ingênua.

— Você! — respondeu um dos rapazes.

— E para tomar? Vão tomar no cu?

72
30
42

Em uma cidadezinha do interior havia um abacateiro carregado dentro do cemitério.
Dois amigos decidiram entrar lá à noite (quando não havia vigilância) e pegar todos os abacates.
Eles pularam o muro, subiram a árvore com as sacolas penduradas no ombro e começaram a distribuir o "prêmio".

— Um pra mim, um pra você. Um pra mim, um pra você.

— Pô, você deixou dois caírem do lado de fora do muro!

— Não faz mal, depois que a gente terminar aqui pegamos os outros dois.

— Então tá bom, mais um pra mim, um pra você.

Um bêbado, passando do lado de fora do cemitério, escutou esse negócio de 'um pra mim e um pra você' e saiu correndo para a delegacia.

Chegando lá, virou para o policial:

— Seu guarda, vem comigo! Deus e o diabo estão no cemitério dividindo as almas dos mortos!

— Ah, cala a boca bêbado.

— Juro que é verdade, vem comigo.

Os dois foram até o cemitério, chegaram perto do muro e começaram a escutar...

— Um para mim, um para você...

O guarda assustado:

— É verdade! É o dia do apocalipse! Eles estão dividindo as almas dos mortos! O que será que vem depois?

De dentro do cemitério se ouve:

— Um para mim, um para você. Pronto, acabamos aqui. E agora?

— Agora a gente vai lá fora e pega os dois que estão do outro lado do muro...

— Coooooooooorreeeeeeeeeeeeeee!

154
132
22