Piadas de Baiano

Uma porção de políticos viajava em um avião, quando o capeta aparece de repente e anuncia que vai derrubá-lo. Foi um corre-corre danado. Em discursos inflamados, deputados declaravam que seria uma perda irreparável para o país, senadores suplicavam por compaixão, líderes se diziam injustiçados.

Mas nada disso comovia o diabo. Até que, em determinado momento, ACM pediu a palavra, levantou-se, cochichou algo no ouvido de Satã e este último finalmente resolveu reconsiderar a sua decisão e saiu se desculpando.

Curiosos e aliviados, os políticos foram ter com ACM:

— O que foi que Vossa Excelência disse ao capeta?

— Eu disse apenas que Salvador tem prefeito, mas quem manda lá sou eu; a Bahia tem governador, mas quem manda lá sou eu; o Brasil tem presidente, mas quem manda lá sou eu..., e enfatizei: "O senhor não se iluda, quando morrer vou direto para o inferno!"

17
10
7

Num bar três amigos conversavam: um francês, um espanhol e um português. Acabaram numa competição para saber quem era casado com a mulher mais burra. O espanhol começou:

— É a minha. Ela comprou uma bicicleta com 18 marchas, muito cara, e nem sabe andar de bicicleta.

E o francês:

— Isso não é nada. A minha mulher mandou construir uma piscina no quintal de casa e não sabe nadar.

O português dá uma gargalhada e diz:

— Pois a minha mulher é muito mais burra. Ela vai passar o carnaval em Salvador, na Bahia, comprou uma caixa de camisinhas e nem "bilau" ela tem.

42
22
20

Um conhecido político foi visitar um correligionário no interior da Bahia. A conversa estava animada e, o anfitrião tagarelava num português corretíssimo. Aliás, humilhava o convidado com a espontaneidade e a grande versatilidade vernacular. Ao se despedirem, ao acompanhar o político até o avião, o letrado falou:

— Boa viagem, insigne partinte.

O político, para mostrar que também dominava a fina flor do Lácio, inculta e bela, retribuiu:

— Até breve, insigne ficante!

20
16
4

O marido chegou em casa inesperadamente e ficou desconfiado ao entrar no quarto e encontrar um charuto fumegante no cinzeiro.

— De onde veio esse charuto? — Perguntou ele asperamente à mulher.

— Da Bahia — Respondeu uma voz masculina, de dentro do quarda-roupa.

19
1
18