Barbeiro Corno

32
14
18

Da porta da barbearia, o freguês grita para o barbeiro:

— Vicente, acabo de ver tua mulher com outro homem!

Imediatamente o barbeiro corre até sua casa, que fica ali perto. Pouco depois, regressa, reclamando:

— Perdi tempo à toa. Ela não estava com outro. Estava com o mesmo de sempre.