Piadas de Bêbados

O dono do bar estava quase fechando seu estabelecimento quando aparece um bêbado e começa a discutir com ele:

— Você viu, meu chapa, esse presidente só faz cagada!

— Me desculpe! — diz o dono do bar, bravo — Não gosto de assuntos políticos no meu boteco!

— Ahhh... Então, você viu o jogo do Corinthians?

— Também não quero assunto de futebol aqui dentro!

— Poxa... Pelo menos pode falar de sexo aqui?

— Ah, agora tu tá falando a minha língua... De sexo você pode falar...

— Então eu quero que você se foder!

41
24
17

O bêbado estava na porta do bar, caído, esperneando e espumando.

Uma mulher que estava passando perguntou, assustada:

— Ele está tendo ataque epilético?

— Não... — respondeu um frequentador do bar — Ele fica assim toda vez que o dono diz que não faz mais fiado!

15
5
10

O bêbado entra na zona e grita:

— Eu quero uma puta! Eu quero uma puta!

O gerente, preocupado com a reputação da casa, pede para uma moça lhe levar para um dos quartos e lhe dar uma boneca inflável.

Dez minutos depois o bêbado está de volta:

— Me manda outra puta que aquela lá é maluca!

— Maluca? — perguntou o gerente, se fazendo de besta. — Como assim?

— Eu dei uma mordida na bunda dela, ela deu duas cambalhotas e saiu voando pela janela!

67
59
8

O bêbado chega no restaurante onde sempre termina suas noites. Como sempre, trançando as pernas.

— Minha sopa! — grita ele pro garçom.

O garçom, com a maior má vontade do mundo, vai até a cozinha e pega a sopa. De repente uma barata gigantesca cai dentro do prato. O garçom nem percebe. O bêbado então, nem olha direito e manda ver.

Quando termina a sopa, ele levanta, vai até a cozinha e fala direto com o cozinheiro:

— Zé! Vê mais uma sopa pra mim aí, cara... E capricha na ameixa, hein!

24
0
24

O bebum tava totalmente travado, quando viu um grupo de pessoas amontoado na esquina, em volta de cara que tinha sofrido um acidente no trânsito. Ele vai cambaleando até lá e pergunta:

— Nossa, mas o que aconteceu? Por que esse cara tá caído aí no chão?

— Ahh, foi uma batida.

— Uma batida, né? Tá vendo só? É por isso que eu só tomo da pura!

25
18
7

A mulher estava em pé num ônibus, segurando-se numa daquelas barras, mostrando as suas axilas cabeludas, quando chega um bêbado e lhe cutuca:

— Ô bailarina... ô bailarina...

A mulher fingiu que não era com ela e virou o rosto para o outro lado. Mas o bêbado continuou.

— Ô bailarina... ô bailarina... olha pra mim bailarina...

A mulher, muito emputecida, vira-se para ele e berra:

— Quem foi que te falou que eu sou bailarina?

E o bêbado:

— Se a senhora não é bailarina, como é que consegue botar o pé aí em cima?

31
12
19

Um ônibus de excursão levava freiras, ai um bêbado para no ponto e dar o sinal, então o motorista para pra pegar o bêbado.

O bêbado muito folgado começa a mexer com uma das freiras, a freira zangada reclama:

— O senhor sabia que você vai pro inferno?

O bêbado assustado diz:

— Pára! Eu peguei o ônibus errado!

98
86
12

Dois bêbados estavam num bar conversando quando um resolveu fazer uma aposta:

— Vamos apostar 10 real pra ver quem faz a melhor rima?

— Vambora! — reponde o outro.

— Então vou começar: "Rima com rima: Comi tua prima!"

Todos ao redor caem na gargalhada! Aí é vez do outro, que manda:

— "Rima com rima: Comi tua irmã!"

— Mas nem rimou, sua besta! — protesta o primeiro.

— Mas que eu comi, comi...

35
20
15

Num bar, um sujeito malhado, bombado, sarado, vitaminado, mas que por conta de tanta malhação acabou ficando com um corpão e o pescoço muito fino, e foi apelidado de "Pescocim".

Ele se irritava e dava porrada em quem que se atrevesse a lhe chamar pelo apelido. Certo dia no barzinho da esquina, estava a turma do tal "Pescocim" tomando umas, quando chega no bar um bebum já de cara cheia, sem dinheiro, pedindo pra seu Zé lhe vender pinga fiado.

Pra tirar uma onda com o bebum o dono do bar desafia:

— Te dou de graça cinco doses de cachaça da boa, se você mencionar a palavra "Pescocim" para aquele grandão ali.

O pinguço aceita o desafio e se dirigiu a mesa do tal sujeito:

— E aí meu grande amigo, como tem passado?

E o sujeito responde:

— Como assim? Eu nem te conheço!

— Mas que absurdo você não lembrar de mim, amigão. Quantas vezes a gente não pescou juntos no rio Paraná?

— Você deve estar enganado, a gente nunca pescou junto!

— Pescô, sim!

33
27
6

No final da noite, os dois bêbados conversam no boteco:

— Agora é só ir pra casa — um deles comenta — e começar a brincar de exorcista com minha mulher!

— Exorcista? — o outro bêbado se surpreende — Como é que é brincar de exorcista?

— Muito simples! — o amigo responde — Ela se faz de padre, fala um sermão e eu vomito!

18
10
8

Num ônibus, um padre senta ao lado de um sujeito completamente bêbado, que tenta, com muita dificuldade, ler o jornal.

Logo, com voz empastada, o bêbado pergunta ao padre:

— O senhor sabe o que é artrite?

Irritado, o ministro do Deus emendou:

— É uma doença provocada pelo excesso de consumo de álcool!

O bêbado calou-se e continuou com os olhos fixos no jornal. Alguns minutos depois, achando que tinha sido muito duro com o bêbado, o padre tenta amenizar:

— Há quanto tempo o senhor está com artrite?

— Eu? Eu não tenho isso não. Segundo esse jornal aqui, quem tem é o Papa!

18
9
9

No bar, um bêbado, muito esperto, arrumou um jeito de ninguém roubar sua bebida enquanto ele ia ao banheiro.

Deixava um bilhete escrito em seu copo: "Cuspi neste chopp."

Certo dia, ele já bem apertado, precisando ir ao banheiro de tanto beber, deixou o bilhete como sempre deixava mas quando voltou encontrou outro bilhete escrito: "Eu também!"

19
11
8

Quatro da manhã. Um guarda noturno fazia sua ronda com a sua Yamaha quando viu um bêbado sentado na calçada.

— Ô, cara! — gritou ele, para o bêbado — São quatro da madrugada! Por que você não vai pra casa, hein?

— O senhor já ouviu falar que o mundo gira? — perguntou o bebum.

— E daí que o mundo gira? — gritou o guarda, que já estava perdendo a paciência.

— Bom... Se mundo gira... Uma hora a minha casa vai passar por aqui!

30
20
10

Duas da madrugada, o bêbado começou a apertar a campainha dos apartamentos do 1º andar e vai perguntando:

— Por gentileza, madame! O seu marido está em casa?

— Tá sim, seu bêbado safado. O que você está querendo, hein? Vai incomodar a tua mãe! — disse uma mulher muito nervosa, pelo interfone.

Toca nos apartamentos do 2º andar:

— O seu marido tá em casa, madame?

— É claro que sim, meu marido está dormindo, seu chato!

E por aí foi. O cachaceiro seguiu enchendo o saco das mulheres do prédio inteiro, até que, tocou no último andar:

— O seu marido está, minha senhora?

— Não, não está! — disse uma mulher, furiosa.

— Então a senhora pode descer aqui, pra ver se sou eu?

23
18
5