Caipira Mijando

4
-4
8

De chapéu de palha e roupinha bem puída, o caipira mija na cerca da maior fazenda da região. No meio do ato ele comenta, suspirando:

— Ahhhh... Nada como mijá naquilo que é da gente!

De repente aparece o dono da fazenda, do lado de dentro da cerca e grita:

— E desde quando essa fazenda a tua?

— Fazenda? Eu tô falando é da minha botina, sô!