Caipira no Oculista

12
1
11

O caipira chegou no oculista para uma consulta com sua mulher:

— Douto, o sinhô é zoísta?

— Não, senhor. Eu não sou zoísta, sou oculista!

— O que qui o sinhô é?

— Oculista!

E o caipira, afobado, puxando a mulher:

— Vamu embora, muié, que o seu pobrema é nos zóios!