Piadas de Careca

104
15
89

Cor da Calcinha

O sujeito, no auge dos seus quarenta anos, desabafa com um amigo:

— Ai, Pereira... Fiquei sabendo que a minha filha usa a calcinha de acordo com a cor do cabelo do namorado... Se ele é loiro, a calcinha é amarela! Se ele é moreno, a calcinha é preta!

O amigo se segura pra não rir e pergunta:

— Ué, mas por que isso te preocupa tanto?

— É que agora ela está namorando com um careca!

146
56
90

Dois Papagaios

O cara tinha dois papagaios veados, um ativo e um passivo, mas os bichos eram muito parecidos e ele nunca sabia quem era quem.

Certo dia, quando eles estavam trepando, o cara teve a idéia cretina de tirar as penas da cabeça do que estava por baixo.

No dia seguinte, o sujeito deu uma festa. E lá estavam os dois papagaios brincando na gaiola, até que o passivo olhou pra baixo e viu um homem careca tomando uísque.

— Ei, você! — chamou o papagaio — Ô careca! Aqui em cima!

— Que foi, papagaio? — disse o careca, bem-humorado — Tá falando comigo?

— Tô sim... Puxa vida, que azar, hein!

— Azar por quê?

— Acha que eu não sei que te pegaram dando o rabo?

77
28
49

Tirador de Sarro

O sujeito vivia tirando sarro de um novo colega de trabalho que era totalmente careca. O sujeito, muito tímido, ficava na dele, mas se contorcia de raiva por dentro.

Um dia, durante a comemoração de aniversário de um dos funcionários, estava todo mundo reunido, aí o sujeito dá um tapão na careca do pobre coitado e fala bem alto:

— Porra, como tá lisa essa careca! Até parece a bunda da minha mulher!

E o careca, passando a mão na cabeça:

— É... você tem razão... tá parecendo mesmo!

38
14
24

Encontro da Turma

Ela estava preocupada com o encontro comemorativo dos 40 anos da formatura de sua turma do colégio. Queria se apresentar em boa forma.

Justo naqueles dias ela teve a primeira consulta com um novo dentista que uma amiga sua havia indicado.

Ao entrar na sala de espera, uma lembrança veio à tona: o nome do dentista era o de um antigo colega de turma, um dos mais bonitões da classe. Mas quando ele apareceu à porta do gabinete para chamá-la à consulta, ela ficou em dúvida: o dentista era gordo, careca e mais baixo do que o tal colega.

Enquanto se instalava na cadeira, ela perguntou:

— Acho que eu lhe conheço, você não é o fulano, que no ano tal se formou na turma tal do colégio tal?

— Sim, sim, respondeu ele animado... A senhora dava aula de quê?

105
78
27

Fantasia Barata

O careca, usando uma muleta, chega numa loja de fantasias e diz ao atendente:

— Estou querendo ir à um baile de carnaval e preciso de uma fantasia.

— Pois não! Tenho uma aqui de pirata que é lindíssima, inclusive vai disfarçar a sua muleta e a sua careca!

— Legal! Quanto custa?

— 380 reais!

— Caramba! Não tem uma mais baratinha?

— O senhor pode ir fantasiado de monge. Esse hábito franciscano lhe cairá perfeitamente.

— Quanto custa?

— 120 reais!

— Caramba! Não tem uma mais baratinha?

— Que tal essa fantasia de surfista? Um bermudão, uma camiseta, óculos escuros...

— Quanto custa?

— 40 reais!

— Caramba! Não tem uma mais baratinha?

Aí o atendente se encheu, foi lá pra dentro e voltou com um pote na mão.

— Toma, são três reais!

— O que é isso?

— É calda de caramelo. Você despeja na cabeça, enfia a muleta no cu e sai fantasiado de maçã do amor!

151
107
44

Aposta do Tapa

O rapaz vai ao cinema com um amigo e, a certa altura, o desafia:

— Duvida eu dar um tapa na cabeça deste careca?

E o amigo, mais que depressa:

— Duvido!

O rapaz lasca um tapa no careca e diz:

— Ô Oliveira! Quanto tempo... puxa, que saudades!

E o careca:

— Que é isso, rapaz?! Eu não sou o Oliveira e não te conheço!

— Puxa, mil desculpas! É que o senhor é a cara do Oliveira.

Passados cinco minutos, o rapaz vira-se para o amigo novamente e diz:

— Duvida eu dar outro tapa na cabeça deste careca?

— Duvido!

O rapaz lasca um outro tapa no careca e diz:

— Ô Oliveira, deixa de frescura... eu sei que é você...

Aí o sujeito se enfeza, levanta-se e, com o dedo em riste, dispara:

— Escuta aqui, ô seu sujeitinho safado, se você tocar em mim novamente eu vou chamar a polícia!

— Pô, desculpa mesmo! É que o Oliveira é muito brincalhão e eu pensei que...

— Não me interessa o que você pensou! Me deixe em paz, senão vou chamar a polícia!

Então, o careca saiu e foi sentar lá na frente.

Aí o rapaz vira-se para o amigo e diz:

— Duvida eu dar outro tapa na cabeça deste careca?

— Duvido.

Ele vai lá, tasca um tremendo tapa na cabeça do coitado e diz:

— Ô Oliveira, você tá aqui! Puxa, te confundi com outro cara ali atrás e quase que eu apanho!

46
16
30

O Macho e a Fêmea

Um certo dia, João precisou viajar às pressas e entregou seu casal de papagaios(Zezé e Anita) aos cuidados de seu melhor amigo, Oscar. Alguns dias depois, Oscar liga angustiado para João no hotel:

— João, teus papagaios estão ótimos. Apenas gostaria de saber qual é o macho e qual é a fêmea para poder conversar com eles!

João explica a Oscar que este deve pegar os dois papagaios e trancá-los em um quarto escuro. Após cinco minutos, deve abrir a porta de sopetão:

— O papagaio que estiver em baixo é a fêmea. — explica João — Pegue ela e corte suas penas na cabeça, deixe-a careca!

Oscar logo pega os dois papagaios e os tranca na lavanderia. Ao abrir a porta, rapidamente pega o papagaio que estava por baixo do outro e o rapa a cabeça.

Alguns dias depois, ao voltar para casa, Oscar entra pela porta, cumprimenta os papagaios e tira o chapéu, o que deixa à mostra sua careca!

Espantada, Anita, logo fala!

— Meu, te pegaram dando também?

42
-17
59

Chorando o Dia Inteiro

O bebezinho da casa do Juquinha chorava o dia inteiro . Um dia, não aguentando mais aquele berreiro, o amigo de Juquinha disse para ele :

— Seu irmão é chato hein? Ê diacho de menino chorão, pô!

— Pois eu acho que ele tá certo.

— Certo como?

— Queria ver o que você faria se não soubesse falar, fosse banguela, careca e não conseguisse ficar de pé!