Piadas de Casal

Vítima da rotina proporcionada por vinte anos de vida em comum, aquele casal já estava fazendo aniversário de abstinência sexual.

Todas as noites, o marido sentava-se na cama, com um livro apoiado nos joelhos e ficava horas e horas lendo.

Até que um dia, a esposa não agüentou mais. Comprou uma langerie extremamente sensual, produziu-se toda, perfumou-se, deitou-se ao lado dele e com voz lânguida, sussurrou:

— Meu bem, hoje estou tão molhadinha...

Imediatamente ele esticou o braço em direção ao sexo da mulher e acariciou-a durante alguns segundos para logo em seguida voltar à leitura.

— Ué, por que você parou? — reclamou a mulher, indignada.

— Parou o quê?

— Parou de me acariciar.

— E quem disse que eu estava te acariciando? Eu só queria molhar o dedo para virar a página.

50
37
13

Depois de uma visita ao médico, o sujeito chega em casa cabisbaixo.

— Que cara de enterro é essa, Genésio? — vai logo perguntando a mulher.

— É que o doutor disse que sou vítima de uma doença rara e que eu só tenho duas trepadas em estoque.

— Só duas? Mas não fica triste assim não Genésio, vem cá que nós vamos fazer estas duas bem caprichadas!

— Cê tá maluca, mulher? Eu não vou gastar estas duas contigo não!

32
19
13

Pela manhã, o marido senta-se à mesa para tomar o café:

— Ah! Nada como tomar um banho e fazer a barba! Me sinto dez anos mais jovem!

E a mulher:

— É mesmo, querido? Então por que você não experimenta tomar banho e fazer a barba antes de ir se deitar.

10
4
6

Um sujeito de aproximadamente cinqüenta anos está viajando no ônibus e comenta com a moça sentada ao seu lado:

— Os jovens de hoje estão perdidos! Eles não têm educação! Veja só, ninguém mais cede o assento no ônibus para as damas e idosos! — o sujeito se indigna.

— Mas o senhor não pode reclamar! — a moça comenta — O rapaz que estava sentado aqui se levantou e deixou o lugar para o senhor!

— Sim! Mas minha esposa está grávida e ainda ninguém levantou para ela sentar!

9
-2
11

Certa vez um brasileiro foi para a Suécia e se apaixonou uma loira espetacular. Depois de alguns meses lá eles casaram-se e vieram morar no Brasil. Ela não sabia falar porra nenhuma, desculpe, nenhuma palavra de português. O maior problema era quando ela tinha que fazer compras.

Um dia ela foi à feira para comprar pés de porco. Não sabendo como fazer, ela teve que tirar os sapatos, apontar para os pés e roncar ao mesmo tempo. E assim levou os pés de porco pra casa.

No dia seguinte ela queria comprar peito de galinha. Dessa vez ela teve que desabotoar a blusa e mostrar o peito enquanto cacarejava. O pessoal da feira adorou! E assim ela levou o peito de galinha pra casa.

No terceiro dia ela tinha que comprar lingüiça e aí não teve outro jeito... Teve que levar o marido junto! Aí você já sabe o que ele teve que fazer, né?

Pois é, teve de falar! Que mente poluída! Esqueceu que ele fala português?

21
7
14

Um sujeito não conseguia mais ter ereções. É, o bonequinho não levantava mais nem a base de batida de catuaba com amendoim. Se é que isso ajuda a levantar o boneco de alguém...

Então, ele segue o conselho do Pelé e vai procurar um médico. O doutor avalia o caso e lhe receita vários remédios, mas nenhum deles faz efeito.

Depois de seis meses de tentativas, o médico desiste e o encaminha para um psicólogo.

Mais seis meses de análise e nenhuma melhoria acontece, a não ser na conta do psicólogo. O analista, com dó do rapaz, indica uma bruxa. A última esperança do boneco de gelatina...

A bruxa, depois de entender qual é o problema, diz:

— Tenho o que o senhor precisa! — e, pegando um vidrinho cheio de pó, continua — Tome o conteúdo deste vidro e diga: "Um-dois-três".

O cara olha a velha com dúvida, então ela continua:

— Em questão de segundos, o senhor terá o mais belo e rígido membro. Mas cuidado! Isso só funciona uma vez por ano. Infelizmente, é a única coisa que posso lhe oferecer... Por módicos mil reais...

O sujeito esperava mais, pagando menos, mas... Como fazia mais de um ano que ele não descabelava o palhaço, o acordo foi feito. Antes de sair, o cara pergunta:

— E como é que eu faço para meu boneco ficar mole de novo?

— Fácil! É só repetir novamente: "Um, dois, três".

Quando o sujeito volta para casa, ele toma o pó. E uma vez na cama, ao lado da mulher ele diz "Um, dois, três" e, quase que imediatamente, o membro fica mais duro que nunca.

Ele sorri até as orelhas, vira-se para a mulher... Nessa hora ela pergunta para ele, sorrindo:

— Meu bem, porque você disse "Um, dois, três"?

22
6
16

O cara finalmente conseguiu convencer a garota mais gostosa do bairro a sair com ele. Quando eles entraram no carro, a gata foi colocar o cinto de segurança e deixou escapar um sonoro peido.

— Me desculpe. — disse ela, constrangida — Eu espero que isso fique só entre nós dois...

— Não sei não! — disse o rapaz, abrindo a janela — Se você não se importa, eu prefiro que se espalhe um pouco!

66
55
11

O sujeito chama a filha para uma conversa séria:

— Minha filha, lamento dizer, mas não gostei muito do seu namorado, não. Ele é um rapaz simpático e educado, mas me pareceu que ele não é muito inteligente, não...

— Impressão sua! — responde a menina. — O Carlos é muito mais inteligente do que você pensa: faz apenas nove semanas que estamos saindo e ele já me curou daquele sangramento que eu tinha todo mês...

16
10
6

Na cama, o sujeito começa a acariciar a mulher, mas ela o repele:

— Sinto muito, querido, mas amanhã eu tenho uma consulta no ginecologista e...

— Já entendi — diz o marido, contrariado. E depois de uma pequena pausa: — Você tem consulta no dentista também?

19
13
6

O casal discute:

— Eu já estou cheia, Zé Eduardo! — reclama ela. — Tudo nesta casa sou eu quem tem de decidir...

— Mas, Solange...

— Se a empregada vai embora, eu tenho de arranjar outra, se as crianças vão mal na escola, eu tenho de descobrir o motivo, falar com os professores...

— Mas, Solange...

— Se a pia entope, eu tenho que arranjar um encanador...

— Mas, Solange...

— Se sobra dinheiro, tenho que procurar o melhor investimento...

— Mas, Solange...

— Se falta dinheiro, tenho que saber onde economizar... Pra mim chega!

— Tá bom, meu bem! Você tem toda razão! — e depois de uma pequena pausa. — O que você acha que nós devemos fazer?

23
12
11

Sábado à noite o sujeito resolve levar a mulher para tomar umas cervejas num barzinho. Quando eles estão na segunda rodada, ela diz, assustada:

— Amor! Você está vendo aquele cara ali naquela mesa, enchendo a cara de uísque?

— Estou, por quê? O que tem esse babaca?

— É o meu ex-marido! Eu me separei dele há sete anos e até hoje ele não conseguiu parar de beber!

— Não fala besteira! — discorda o marido — Ninguém consegue comemorar tanto tempo assim!

22
17
5

Aquele casal apaixonado faz conjecturas sobre o futuro:

— Meu bem — diz ela. — O que você faria se soubesse que o mundo fosse acabar daqui a dez minutos?

— Eu faria amor com você, querida!

— E nos outros nove?

20
5
15

O cara acorda morrendo de ressaca e encontra no criado mudo um copo de água e duas aspirinas. Olha em volta e vê sua roupa passada e pendurada. O quarto está em perfeita ordem. Há um bilhete de sua mulher:

"Querido, deixei teu café pronto na copa. Fui ao super-mercado. Beijos!"

Ele desce, encontra o café esperando por ele, não entende o fato de estar tudo tão perfeito e pergunta ao filho:

— Filhão! O que aconteceu ontem?

— Foi normal, pai... Você chegou às 3 da madrugada, completamente bêbado, vomitou no tapete da sala, quebrou alguns móveis, mijou no guarda-roupa e machucou teu olho ao bater na porta do quarto.

— E por que está tudo arrumado, café preparado, roupa passada, aspirinas para a ressaca e um bilhete amoroso da tua mãe?

— Ah, é que quando você chegou a mamãe te arrastou até a cama e quando estava tirando tuas calças, você disse: "Não faça isso moça, eu sou casado!"

134
121
13

No dia em que completa Bodas de Prata, o sujeito acorda a esposa e diz:

— Querida, hoje nós fazemos 25 anos de casados e eu vou te dar um presente especial...

— É mesmo? — pergunta ela, feliz da vida — Qual é este presente, meu bem?

— Uma passagem de avião para a Austrália!

— Uau! Que chique! — diz ela, abraçando o marido — Se nas Bodas de Prata eu vou ganhar um presente tão maravilhoso, o que será que você vai me dar quando fizermos Bodas de Ouro?

— Simples. Eu vou te dar uma passagem de volta!

21
15
6

Depois de dois meses de viagem, o marido volta pra casa morrendo de vontade de tirar o atraso.

Assim que ele entra, cheio de más intenções, a esposa diz:

— Que bom que você chegou, Carlos! Subiu o preço da carne, do telefone, da luz... Será possível que tudo sobe? Eu queria ver alguma coisa descer!

O marido abaixa as calças e diz:

— Seu desejo é uma ordem!

9
-3
12