Piadas de Casal

O caipira quer telefonar no único telefone público que tem na cidade, mas um sujeitinho da cidade grande, muito folgado, não larga de jeito nenhum do aparelho.

— O senhor me adescurpe! — disse o caipira, cutucando as costas do cara — Já tem pra mais de meia hora que o senhor tá aí com esse telefone na mão e num diz uma palavra!

— Pois é — disse o sujeito, tampando o fone — Estou falando com a minha mulher!

8
-4
12

Depois da morte do marido a esposa não consegue esquecê-lo. Desesperada, resolve recorrer às forças mediúnicas para falar com seu amado. Ela vai a um centro espírita, onde providenciam a comunicação. Quando o marido se manifesta, durante a sessão, ela pergunta:

— Querido, é você?

— Sim, querida, sou eu, o seu marido.

— Como vai?

— Vou muito bem.

— Está feliz?

— Sim, muito.

— Mais do que quando estava comigo?

— Sim, bem mais.

— Então me diga, como é o céu?

— E quem lhe disse que estou no céu?

15
11
4

No tribunal, depois de 15 anos de casado, o sujeito alega que não pode mais viver com a esposa e pede o divórcio.

— E qual a razão? — pergunta o juiz.

— É que a minha esposa é muito violenta!

— Explique-se melhor.

— É que por qualquer discussãozinha à toa, ela pega o que encontra pela frente e atira na minha cabeça.

— Há quanto tempo ela vem tendo este tipo de comportamento?

— Há mais de 10 anos.

— E por que só agora o senhor resolveu se separar?

— É que só agora a pontaria dela ficou boa!

29
23
6

O coveiro de um cemitério está andando pelo seu local de trabalho quando se depara com a triste cena de um homem chorando copiosamente sobre um túmulo.

— Por que você tinha que morrer? — grita ele, inconsolável — Por quê?

O coveiro fica muito penalizado e tenta consolá-lo:

— Essa dor vai passar, senhor... É duro perder um ente querido, mas um dia vai passar...

— Ente querido? — exclama o sujeito, enxugando as lágrimas — Eu nem conhecia o cara!

— Ué! — estranha o coveiro — Então por que tanto choro?

— É que ele foi o primeiro marido da minha esposa!

18
9
9

Depois de uns dias, o Senhor chamou Adão e disse:

— É tempo de você e Eva começarem o processo de povoar a Terra. Portanto, quero que você a beije.

— Sim, Senhor — concorda Adão — Mas o que é um beijo?

Então o Senhor deu a Adão uma breve descrição do que é um beijo. E Adão tomou a mão de Eva e a levou atrás de um arbusto.

Alguns minutos depois, Adão voltou e disse:

— Obrigado, Senhor. É muito bom!

E o Senhor respondeu:

— Eu sei, Adão. Eu imaginei que você iria gostar. Agora eu quero que você faça umas carícias em Eva.

— Mas o que é uma carícia, Senhor? — perguntou Adão.

O Senhor deu a Adão uma breve descrição do que é uma carícia e Adão voltou atrás do arbusto com Eva. Alguns minutos depois, Adão voltou com um sorriso nos lábios e disse:

— Senhor, isso é muito melhor que beijo.

— Você está indo muito bem, Adão — respondeu o Senhor — Agora eu quero que você faça amor com Eva.

— O que é fazer amor, Senhor?

Então o Senhor deu a Adão uma breve descrição do que é fazer amor e Adão levou de novo Eva para atrás do arbusto. Só que desta vez ele voltou depois de poucos segundos.

— Senhor, o que é dor de cabeça?

36
26
10

O sujeito comenta com o amigo:

— Eu não sei mais o que fazer! As poucas vezes que volto tarde em casa, tiro os sapatos antes de entrar, subo sem fazer um barulho, tiro a roupa no banheiro e entro no quarto bem devagarinho, mas mesmo assim minha mulher sempre acorda e me dá uma bronca daquelas!

— É que você está usando a tática errada! Eu já chego cantando pneu, dou aquela brecada escandalosa, bato a porta, subo a escada pisando forte, tiro a roupa e os sapatos e jogo tudo contra a porta do armário, pulo na cama e pergunto pra minha mulher: "Que tal uma transadinha?", e ela continua fingindo que está dormindo.

29
25
4

Um sujeito estava sentado na primeira fila de um daqueles espetáculos majestosos e caríssimos da Broadway onde, normalmente, os ingressos são vendidos com vários meses de antecedência, quando um rapaz, ao ver uma poltrona vazia entre eles, comenta:

— Que coisa esquisita! Um lugar desses vazio? Você pode acreditar que alguém paga uma fortuna por um lugar desses e não aparece no espetáculo?

O homem responde:

— Na realidade, esse lugar era da minha mulher, mas ela faleceu!

— Oh, meus pêsames — desculpa-se o vizinho. — Mas os senhor não poderia ter dado o ingresso para um amigo ou um parente?

— Infelizmente não! Estão todos no enterro!

20
16
4

Mariazinha arrumou um namorado da tribo dos Pataxós, e resolve levá-lo em casa para apresentar aos pais.

— Sabe meu rapaz — diz o pai da menina — minha filha está acostumada a ter do bom e do melhor. Ela gosta de casa grande, sabia?

— Sem problema. Mim compra mansão!

— E adora carros!

— Sem problema. Mim compra carro!

— E gosta muito de velejar.

— Sem problema. Mim compra transatlântico!

— Ah, tem mais...ela gosta de um pênis de 20 centímetros!

— Sem problema. Mim corta!

61
39
22

O juiz que está julgando o divórcio pergunta ao homem:

— Você traiu sua mulher com constância?

— Olha, doutor... Essa tal de Constância eu não conheci. Mas se o senhor perguntasse da Camila, da Fernanda, da Tatiana...

22
17
5

O sujeito perdeu-se da mulher num hipermercado, até que resolve abordar um dos repositores:

— Moço, você não viu uma mulher alta, loira, de olhos azuis passando por aqui?

— Como ela estava vestida?

— Estava com uma blusa branca, decotada, meio transparente e uma saia bem curtinha azul.

— Não! Infelizmente não vi, não! Mas o senhor pode ficar empilhando essas latas de óleo pra mim que eu vou atrás dela!

16
9
7

No meio de uma briga, a mulher gritava:

— Você acha que é mais inteligente do que eu, que o seu emprego é melhor que o meu, que o seu passado é melhor que o meu, que sua educação é melhor que a minha, que tudo seu é melhor que o meu!

— Que bobagem, meu amor... Quer um exemplo? Eu gosto muito mais de sua sogra do que da minha!

14
6
8