Piadas de Casal

Na farmácia, o garoto chega para a mãe e pergunta:

— Mamãe, pra que servem as camisinhas?

— É para usar na hora de fazer amor — responde ela baixinho.

Pouco depois, o garoto vem com outra:

— Por que é que vem em pacote de três?

— É para os garotos do colégio: uma para a sexta, outra para o sábado e outra para o domingo.

Pouco depois:

— E esses pacotes com seis?

— É para os rapazes da faculdade: duas para a sexta, duas para o sábado e as outras duas para o domingo.

Já na saída:

— E esse pacotão com doze?

— Esse é para os homens casados... uma para janeiro, outra para fevereiro...

31
27
4

Um bem-sucedido empresário brasileiro que sempre ia sozinho a Paris em suas viagens de negócios, um dia, atendendo aos apelos da mulher, concorda em levá-la.

Assim que chegaram, a mulher quis conhecer os famosos cabarés.

— Não! — protestou o marido. — De jeito nenhum! Eu não gosto dessas coisas e não fica bem para uma mulher direita...

O protesto foi em vão. Todo mundo sabe que quando uma mulher quer, dois não brigam.

Ao entrar no cabaré, o porteiro o cumprimentou:

— Boa noite, Senhor Pedro, seja bem-vindo!

A mulher olhou-o carrancuda.

Em seguida foi a vez do garçom:

— A mesa de sempre, Senhor Pedro?

A mulher ficou furiosa, mas ele conseguiu contornar a situação.Pouco depois, uma moça entrou no palco e começou a fazer um strip-tease. No meio do espetáculo ela vira-se para a platéia e diz com voz sussurante:

— Alguém quer me ajudar a tirar a minha calcinha?

— Eu! Eu! Eu! — gritava a platéia.

— E o senhor, Senhor Pedro? Não vai querer? — perguntou ela.

Ao ouvir aquilo, a mulher dele partiu para a agressão:

— Seu cretino duma figa — e começou a esmurrá-lo.

Alguns segundos depois, o dono da boate foi apartar a briga:

— Senho Pedro, se essa vagabunda estiver incomodando-o, eu mando botá-la para fora!

14
8
6

O rapaz leva a namorada para o motel. Chegando lá, ela tira a roupa, deita-se na cama, abre as pernas e sussurra com voz lânguida:

— Vem, me faz sentir mulher!

O rapaz tira as roupas, joga-as em cima da moça e diz:

— Toma, lava!

32
19
13

Aborrecido com a indiferença da mulher, o marido procura um conselheiro matrimonial, que lhe sugere maior agressividade nas relações sexuais.

— Em vez de comportar-se como um marido entediado, aja como um amante romântico. Por exemplo, hoje, ao chegar em casa, agarre-a e faça o amor onde ela estiver. Nem que seja na sala!

Na consulta seguinte, o marido conta que pôs o conselho em prática.

— E qual foi à reação dela? — pergunta o conselheiro, curioso.

— Pra falar a verdade, a mesma de sempre. Mas as visitas até que ficaram um pouco excitadas.

7
1
6

Depois de mandar a empregada embora, a mulher reclama com o marido durante o jantar.

— Querido, você viu o que aquela safada fez?

— Quem, a sua mãe?

— Não, meu bem! Aquela desgraçada da Maria! Ela foi embora e levou duas toalhas nossas.

— Levou pra onde?

— Levou embora! Que sem-vergonha! Justamente nossas melhores toalhas.

— Não fique nervosa, eu comprarei outras!

— Comprar outras? De que jeito? Foram aquelas toalhas que eu roubei daquele hotel em Paris!

6
1
5

Charles era um sujeito muito brincalhão. Certo dia a sua esposa estava indo para a França, em uma viagem de negócios e lhe perguntou:

— Você quer que eu traga uma lembrancinha?

— Ah, eu quero! — respondeu ele, em tom de brincadeira — Me traz uma francesinha!

A esposa, como sempre, não disse nada e embarcou para Londres. Um mês depois, ela volta e o marido dá as boas-vindas:

— Oi querida! Como foi de viagem? E a minha lembrança, você trouxe?

— Ah, a francesinha?

O marido acena com a cabeça, animado.

— Bem, eu fiz o que pude! — responde a esposa — Agora vamos ver se nasce menina!

30
24
6

Aquela senhora, sempre muito discreta, entra no consultório do dentista, levanta a saia, tira a calcinha e senta-se na cadeira com as pernas escancaradas.

Indignado, o dentista consegue balbuciar:

— Desculpe, a senhora se enganou! O ginecologista fica no prédio ao lado!

— Não me enganei coisíssima nenhuma — se defende a mulher.

— Na semana passada estive aqui com o meu marido e...

— Eu sei, eu sei... eu coloquei uma dentadura nele...

— Pois então, trate de encontrá-la!

17
11
6

Em uma descontraída mesa de bar, o sujeito bebe uma cerveja com sua mais nova namorada, que curiosamente fica alisando a parte mais larga da garrafa e suspirando.

— Vera Lúcia! — interrompe ele — Eu posso saber por que você tanto alisa essa garrafa?

— Ah, Inácio... — sussurra ela, desligada — É que eu estava pensando no meu ex-namorado.

— No Pedrão? — pergunta ele, enciumado — E em mim, você nunca pensa?

Ela sobe a mão da parte mais grossa para o gargalo da garrafa, começa a alisar e diz:

— Às vezes...

12
8
4

A moça recém-casada liga desesperada para a mãe:

— Mamãe, mamãe! Eu briguei com o Marcos! — a moça grita, aos prantos.

— Mas minha filha! — a mãe tenta consolá-la — Isso é normal... daqui a pouco você vai se sentir bem de novo!

— Sim, eu sei! — a filha responde — Mas o que eu faço com o cadáver?

10
6
4

Ao ver o amigo casado há tanto tempo, o sujeito, indignado, lhe pergunta o segredo.

— Ora, meu caro, é muito simples! Nos primeiros quinze dias do mês, eu deixo a minha mulher fazer o que ela quiser.

— E nos outros quinze?

— Aí, eu faço o que ela quiser!

7
2
5