Piadas de Casal

Um casal dedicava especial atenção e carinho a um gato de estimação. Quando fizeram uma longa viagem de férias, deixaram o gato sob os cuidados da empregada. Após alguns dias, a madame ligou e perguntou sobre como estava o gato. A empregada, então, respondeu:

— Seu gato morreu!

A madame, nervosa e desesperada, entrou em pânico. O marido, também, chocado, repreendeu a empregada, dizendo-lhe que deveria ter sido mais cuidadosa e sensível ao dar a notícia. Ele a instruiu sobre uma forma mais sutil de transmitir tais acontecimentos:

— Você poderia começar dizendo "o gato subiu no telhado". Depois diria que ele se desequilibrou. Em seguida, que caiu do telhado e acabou não resistindo à queda. Seria mais sensível.

Semanas depois, estando ainda de férias, a madame ligou novamente para a empregada e perguntou-lhe se tudo estava bem. A empregada, cuidadosamente, respondeu-lhe:

— As coisas estão indo muito bem. Mas sua mãe subiu no telhado...

32
24
8

Na noite de núpcias, querendo testar a experiência sexual de sua jovem esposa, o marido ficou inteiramente nu e, apontando para o símbolo de sua masculinidade, perguntou:

— Você sabe o que é isso?

— Claro. É um pintinho.

Deliciando-se com a ingenuidade da mulher, ele disse, complacente:

— Pois, de hoje em diante, você pode chamar de pênis.

Ela deu uma risada e respondeu rapidinho:

— Deixa disso, bobo. Pênis eu estou cansada de ver. Isso aí não passa mesmo de um pintinho.

73
46
27

Noite de núpcias. Depois de fazer amor pela primeira vez, a noiva fala pro noivo:

— Querido, eu nunca imaginei que você tivesse um órgão tão pequeno!

— Nem eu sabia — ele responde — que um dia teria de tocá-lo numa catedral.

17
-12
29

Depois de uma briga, marido e mulher estão sem se falar. Comunicam-se, no entanto, através de bilhetinhos escritos à mão. Ele passa um bilhete a ela: "Acorde-me às sete horas da manhã".

No dia seguinte, quando ele acorda, já são onze horas. E a seu lado está o seguinte bilhete: "São sete horas, levanta, vagabundo!"

43
32
11

Assim que o marido chega em casa, a esposa corre para abraçá-lo. Antes mesmo dele colocar a sua maleta no chão, ela já começa a tirar-lhe a roupa e a cobri-lo de beijos.

— O que é isso, Lucinda? — pergunta ele, espantado com a atitude inusitada da esposa.

— É inacreditável como aqueles cinco uísques transformaram você!

— Espera, aí! Eu não tomei cinco uísques!

— Eu sei! Quem tomou fui eu!

14
1
13

Saindo do hospital, o marido briga com a esposa:

— Traidora, ordinária!

— Mas Sebastião, o que aconteceu? — perguntou a mulher segurando o recém-nascido.

— Eu exijo uma explicação: que história é essa de o nosso filho nascer com cara de chinês?

— Ora, Sebastião. Será que você nunca ouviu dizer que a cada cinco crianças que nascem no mundo, uma é chinesa?

21
7
14

Evaldo pede um uísque duplo.

— Que é isso? — o barman pergunta. — Brigou de novo com a mulher?

— É. Foi terrível. E desta vez ela terminou no chão, de quatro!

— Ué! — estranha o barman. — Quer dizer que as coisas mudaram, hein? E o que foi que ela falou?

— Ela falou: "Saia já de baixo dessa cama, seu safado!"

19
6
13

O sujeito, muito ciumento, acompanha sua deliciosa namorada até o ginecologista. Depois de alguns longos minutos, ela sai do consultório do médico, que tinha fama de tarado. O namorado, mais do que depressa, pergunta:

— E então, bem... Ele perguntou sobre a sua vida sexual?

— Perguntou...

— E ele falou da sua linda boca carnuda?

— Sim, ele falou!

— Ele falou dos seus seios fartos?

— Sim, ele falou!

— Ele falou dos seus esvoaçantes cabelos loiros? Das suas pernas?

— Sim... Sim, ele falou!

— E do bundão, ele falou?

— Ah, não... De você ele nem lembrou!

42
28
14

Assistindo a um balé, o marido de repente começa a gargalhar. A mulher pergunta o que está acontecendo.

— Estou pensando em que reação teria o público se de repente eu saltasse lá no palco e violentasse uma das bailarinas.

Dali a pouco, a mulher começa a rir e ele é que pergunta por quê.

— Pensei no que você faria se o público gostasse e pedisse bis!

23
11
12

O casal está na cama, transando com todo o entusiasmo, quando toca o telefone e ela vai atender.

— Quem era? — pergunta ele quando ela volta.

— Meu marido. Avisou que vai chegar tarde porque está no escritório fazendo serão com você.

24
9
15