Piadas de Engenheiro

271
-130
401

O Engenheiro e o Poste

Um engenheiro eletricista ao passar por um poste começa um diálogo:

- Olá, senhor Poste. Como o senhor passa?

O poste responde:

- Estou mal. Tenho vivido na maior TENSÃO e minha vida está por um FIO.

Tentando animar o poste, o engenheiro responde:

- Fique tranquilo, porque isso é só uma FASE.

80
-37
117

O Engenheiro, o Físico e o Matemático

Um engenheiro, um físico e um matemático estão participando de uma conferência. Por acaso eles acabam ficando no mesmo andar de um determinado hotel.

Mais tarde naquela noite, o engenheiro é acordado pelo cheiro da fumaça. Ele dá um passo pelo corredor e vê um pequeno incêndio. Pensando rápido, ele despeja seu cesto de lixo, o enche com água, e apaga as chamas. Satisfeito, ele volta para a cama.

Mais tarde ainda o físico também é acordado pelo cheiro da fumaça. Quando investiga, ele encontra um segundo incêndio no corredor. Ele corre para o final do corredor e pega um extintor de incêndio. No tempo que leva para fazer isso, o fogo cresce em tamanho, mas ele é capaz de fazer alguns cálculos mentais rápidos e encontrar o lugar ideal para apontar bocal do extintor de incêndio. Ele consegue apagar o fogo e retorna o extintor de seu suporte. Satisfeito, ele volta para a cama.

Finalmente, perto do amanhecer, o matemático acorda com o cheiro de fumaça. Ele passeia pelo corredor e - você adivinhou - encontra um incêndio. Olhando para cima e para baixo no corredor, ele encontra o extintor de incêndio em seu suporte. "Aha!" , diz ele, triunfante, "existe uma solução!" Satisfeito, ele volta para a cama.

85
18
67

Habilidades dos Cachorros

O engenheiro ordenou a seu cachorro:

— Escalímetro mostra tuas habilidades!

O cãozinho pegou um martelo, umas tábuas e num instante construiu um casinha para cachorros. Todos admitiram que era um façanha.

O contador disse que seu cão podia fazer algo melhor:

— Cash Flow, mostra tuas habilidades!

O cachorro foi à cozinha, voltou com 24 bolinhos, dividiu os 24 bolinhos em 8 pilhas de 3 bolinhos cada. Todos admitiram que era genial.

O químico disse que seu cão podia fazer algo melhor:

— Óxido, mostra tuas habilidades!

Óxido caminhou até a geladeira, pegou um litro de leite, umas bananas, colocou tudo no liquidificador e fez uma vitamina. Todos aceitaram que era impressionante.

O informático sabia que podia ganhar de todos:

— Megabyte, vamos lá!

Megabyte atravessou o quarto, ligou o computador, verificou se tinha vírus, redimensionou o sistema operativo, mandou um e-mail e instalou um jogo excelente. Todos sabiam que este era muito difícil de superar.

Todos olharam para o político e disseram:

— E seu cão, o que pode fazer?

O político chamou seu cão e disse:

— Deputado, mostra tuas habilidades!

Deputado deu um salto, comeu os bolinhos, tomou a vitamina, fez cocô na casinha, deletou todos os arquivos do computador, armou a maior zorra com os outros cachorros. E expulsou todo mundo, exibindo um título falso de propriedade. Em seguida, alegou imunidade parlamentar.

79
-15
94

Três Homens e a Guilhotina

Durante a Revolução Francesa milhares de pessoas foram guilhotinadas. Um dia três homens estão esperando sua execução, um advogado, um médico e um engenheiro. O advogado vai ser executado primeiro. Ele é levado à guilhotina, o padre o abençoa, e ele coloca o pescoço no cadafalso. O carrasco solta a lâmina, que cai e pára na metade do percurso. O padre, aproveitando a oportunidade, diz imediatamente:

— Senhores, Deus não quis que este homem morresse. Temos que libertá-lo.

O carrasco concorda e o advogado é solto. O médico é o segundo. Mesmo ritual, e quando a lâmina é solta, ela também pára na metade do percurso. O padre, mais do que depressa, pede para libertá-lo e o carrasco também o atende.

Enfim, a vez do engenheiro. O padre o abençoa mas o engenheiro, ao colocar a cabeça no cadafalso, dá uma olhada para cima e diz:

— Ah! Já descobri qual é o problema!

28
19
9

Cachorro Mais Esperto

Quatro homens estavam discutindo quem tinha o cachorro mais esperto. Um Engenheiro, um Contador, um Químico e um Funcionário Público.

Para se exibir, o engenheiro chama a sua cadelinha:

— Régua T, faça aquilo!

Prontamente, a cadela sobe numa mesa, pega papel, caneta e desenha um círculo, um quadrado e um triângulo. Todos, assustados, concordaram que era uma cadela bastante esperta. Mas o Contador disse que o seu fazia melhor. Chamou sua cadelinha e disse:

— Planilha, vai fundo!

A cadela entrou na cozinha e de lá saiu com 12 biscoitos, os quais dividiu em 3 pilhas de 4. Ainda mais assustados, todos concordaram que aquilo era surpreendente… Mas o Químico disse que a sua era melhor:

— Molécula, vai lá!

A cadela levantou-se, abriu a geladeira, pegou um litro de leite, um copo de 300 ml e colocou exatamente 200 ml de leite nele sem derramar uma gota sequer. Silêncio… Todo mundo ficou abismado. Num instante, alguém virou para o funcionário público e disse:

— E o seu cachorro, o que faz?

— Descanso, sua vez!

Descanso pulou do seu canto, comeu os biscoitos, tomou o leite, fez cocô no papel, transou com as 3 cadelas, alegou que machucou as costas ao fazer isso, protocolou um relatório de dispensa por falta de condições de trabalho e foi para casa o resto do dia por dispensa médica.

73
44
29

Medições do Engenheiro

O mineirinho observando o engenheiro com o teodolito:

— Dotor, pra quê serve esse treco aí?

— É que vamos passar uma estrada por aqui, estou fazendo as medições.

— E precisa desse negócio pra fazê a estrada?

— Sim, precisa. Vocês não usam isso pra fazer estrada não?

— Ah, não, home. Aqui quando a gente qué fazê uma estrada, a gente sorta um burro e vai seguindo ele.

Por onde o bicho passá, é o mió caminho pra se fazê a estrada.

— Ahh, que interessante — respondeu o engenheiro. — E se vocês não tiverem o burro?

— Bem, daí a gente chama us engenheiro...

42
34
8

Descer pra Mijar

O peão estava trabalhando na construção de uma torre quando, de repente, sente aquela vontade de urinar.

— Posso descer pra mijar? — pergunta ao encarregado.

— Porra nenhuma! Você vai perder muito tempo. Mije daqui mesmo!

— Como?

— Tá vendo aquela tábua? Vai até a ponta dele e mija dali.

— Mas ela vai cair!

— Não se preocupe, eu fico na outra ponta pra fazer o contrapeso.

Assim que o peão tira o bilau pra fora, toca o telefone e o encarregado vai atender. O coitado despenca. Algumas horas depois o engenheiro da obra tentava entender o que havia acontecido, onde falhou a segurança, quando um peão arriscou um palpite:

— Eu acho que foi pobrema sexual!

— Problema sexual? — indagou o engenheiro.

— É! Eu vi ele caindo... tava com o bilau na mão e gritava: "Cadê aquele viado? Cadê aquele viado?"

47
14
33

Engenheiro no Inferno

Um engenheiro morreu e foi aos portões do céu. São Pedro analisou sua ficha e disse:

— Ah, mas você está no lugar errado. Aqui não pode ficar!

E o engenheiro, então, desceu aos portões do inferno e lá foi admitido. Mal havia chegado, o engenheiro já estava insatisfeito com o nível de conforto no inferno. Logo começou a fazer projetos e várias obras e benfeitorias tomaram início. Pouco tempo depois, já havia no inferno ar-condicionado, banheiros reformados e escadas rolantes, e o engenheiro era um cara muito popular por lá.

Um dia Deus chamou o Diabo ao telefone e disse ironicamente:

— E então, como estão as coisas aí em baixo, no inferno?

O Diabo respondeu:

— Uma maravilha! Tudo muito bem. Nós agora temos ar condicionado, banheiros reformados e escadas rolantes, e isso sem falar o que este engenheiro está planejando para breve.

Do outro lado da linha, surpreso, Deus respondeu:

— O que? Vocês tem um engenheiro ai? Isso é um engano, ele nunca deveria ter descido para o inferno. Mande-o subir aqui, imediatamente.

O Diabo respondeu:

— Sem possibilidade. Eu gostei de ter um engenheiro na equipe, e continuarei mantendo-o aqui.

Deus, já mais irritado, e em tom de ameaça:

— Mande-o voltar aqui, ou Eu tomarei as medidas legais.

O Diabo soltou uma gargalhada, e respondeu:

— Tudo bem. E onde você irá conseguir um advogado?

71
29
42

Transplante de Cérebro

Depois de passar por vários exames, o paciente recebe o diagnóstico da junta médica que o assistia:

— O senhor precisa fazer um transplante de cérebro!

— Transplante de cérebro?

— Sim e já arranjamos três doadores. O primeiro é um engenheiro que morreu há duas horas atrás, a família está querendo 50 mil pelo cérebro dele.

— Cinqüenta mil?

— O segundo é um cientista que morreu pela manhã, a família está querendo 80 mil pelo cérebro dele.

— Oitenta mil?

— O terceiro é uma mulher que acaba de falecer. O marido está pedindo 200 mil.

— Duzentos mil? Por que tão caro?

— Porque está novinho, nunca foi usado!

29
20
9

Engenheiros no Carro

Vão quatro engenheiros no carro, quando este enguiça. Cada engenheiro dá sua sugestão:

Engenheiro mecânico: A caixa de velocidades deve ter quebrado.

Engenheiro químico: Não concordo. O problema está na composição do combustível.

Engenheiro eletrotécnico: Nada disso! É a bateria que está descarregada.

Engenheiro informático: E se nós saíssemos e entrássemos novamente?

13
-11
24

Bola de Mármore

Um engenheiro estava envolvido com um projeto e precisava comprar mármore, saiu para comprar o material, mas estava sem sorte. Andou, andou e não encontrou o que queria.

Até que viu uma lojinha e foi atendido por um corcunda, feio e grande que era a cara do Frankenstein e falou:

— Você tem bolas de mármore?

E ele, muito bravo, disse:

— Não... Sou corcunda mesmo, e não gosto que façam piadas sobre isso!

10
5
5

Fazendo Estrada

O caipira estava sentado num barranco, pitando o seu cigarrinho de palha e apreciando a paisagem quando pára um carro e descem dois sujeitos com um monte de tralhas.

O caipira fica um tempão observando-os. Mede daqui, mede dali, torna a conferir, até que o caipira não resiste e pergunta:

— Me adescurpe a intromissão, mas o que é que ocêis tão fazeno cum estes trecos tudo aí?

Ao que um deles respondeu, todo educado:

— É que nós somos engenheiros! Estamos fazendo as medições para fazer uma estrada!

E o caipira:

— Ah! bão! É que aqui nóis num faiz istrada deste jeito não!

E o engenheiro, em tom desafiador:

— Ah, não? Então como é que vocês fazem estradas por aqui?

— A gente sórta um burro e vai seguindo ele, por onde o bicho passa é sempre o mió caminho pra se fazê a istrada...

— E se vocês não tiverem o burro?

— Bom... daí a gente chama um engenhero!

27
21
6

Sapo Engenheiro

A moça passeava às margens do lago, quando, de repente, apareceu um sapo dizendo:

— Olhe, eu sou um engenheiro e fui transformado em um sapo por uma bruxa malvada. Se você me beijar, eu me caso com você e seremos felizes para sempre!

A mocinha toda contente, pegou o sapo e o colocou no bolso da jaqueta. Enquanto ela ia a caminho de casa, o sapo começou a ficar impaciente e perguntou:

— Ei, você não vai me beijar?

Ela respondeu:

— De jeito nenhum! Faço muito mais dinheiro com um sapo falante do que com um marido engenheiro.

31
22
9

Mesquinharias

Viajavam descalços, na mesma fileira do avião, um advogado e dois engenheiros. O advogado, que viajava próximo ao corredor, levantou-se para ir ao banheiro, quando um dos engenheiros pediu que lhe trouxesse uma dose de whisky. Enquanto o advogado ia ao banheiro e a copa, o engenheiro cuspiu em seu sapato. Quando o advogado voltou, o segundo engenheiro também pediu que lhe trouxesse uma dose da bebida. Enquanto o advogado não voltava, o engenheiro cuspiu no outro pé do sapato.

Ao final da viagem, quando o advogado calçou seu sapato, os engenheiros começaram a rir, tendo o advogado dito:

— Já está na hora de pararmos com essa guerra entre profissões qual não leva a nada, com essas mesquinharias de cuspir no sapato, fazer xixi no whisky...

61
34
27

Pai Stripper

A professora pergunta pra Mariazinha:

— Mariazinha, qual é a profissão do seu pai?

— Ele é médico, cura as pessoas!

— Muito bem — disse a professora.

— E você, Zezinho, qual a profissão do seu pai?

— Ele é engenheiro, professora, projeta prédios e casas.

— Muito bem! E você, Joãozinho, o que faz o seu pai?

O Joãozinho, meio encabulado, fica vermelho, abaixa a cabeça e responde com vergonha:

— Ele é stripper numa casa de shows para gays no bairro do Morumbi, professora.

— Como? — Pergunta a professora, incrédula.

— É, professora, ele tira a roupa e fica um monte de gays passando a mão na bunda dele e botando dinheiro na sunga dele.

A professora, meio constrangida, encerra a aula e chama o Joãozinho no particular.

— Joãozinho, é verdade o que você disse sobre o seu pai? Ele me pareceu uma pessoa tão séria e trabalhadora.

— Não, professora, na verdade ele é jogador do Corinthians, mas eu fiquei com vergonha de falar na frente dos meus colegas!

31
14
17

Ser Prostituta

Estavam todos no jardim de infância, cuidado por uma bondosa freira, lá pelas bandas da Irlanda! Pra começar uma brincadeira, a Irmã pede a cada uma das crianças que digam o que querem ser quando crescerem.

— Ah, eu quero ser médica.

— Ah, eu advogado.

— Ah, eu quero ser engenheira.

— Ah, eu quero ser padre.

— Ah, eu quero ser prostituta.

E a Freirinha:

— Minha filha, que coisa horrível, mas porque você quer ser isto?

— Ah, irmã, eu quero ser prostituta e pronto! Eu quero!

— Ah, minha filha, graças a Deus! Eu tinha entendido protestante.

133
110
23

Casada Oito Vezes

Um advogado casou com uma mulher que havia sido casada oito vezes. Na noite de núpcias, no quarto do hotel a noiva disse:

— Por favor meu bem, seja gentil. Ainda sou virgem!

Perplexo, sabendo que ela havia sido casada oito vezes, o noivo pediu para que ela se explicasse.

— Ela respondeu:

— Meu primeiro marido era psicólogo. Ele só queria conversa sobre sexo;

— Meu segundo marido era ginecologista. Ele só queira examinar o local;

— Meu terceiro marido era colecionador de selos. Ele só queria lamber;

— Meu quarto marido era gerente de vendas. Ele dizia que sabia que tinha o produto, mas não sabia como utiliza-lo;

— Meu quinto marido era engenheiro. Ele dizia que compreendia o procedimento básico, mas que precisava de três anos para pesquisar, implementar e criar um método de utilização;

— Meu sexto marido era funcionário público. Ele dizia que compreendia perfeitamente como era, mas que não tinha certeza se era da competência dele;

— Meu sétimo marido era técnico de informática. Ele dizia que se estava funcionando, era melhor ele não mexer;

— Meu oitavo marido era analista de suporte. Depois de dar uma olhada, ele disse que as peças estavam todas perfeitas, mas que não sabia porque o sistema não funcionava.

— Por isso agora estou me casando com um advogado.

— Por que eu? — Disse o advogado.

— Porque tenho certeza que você vai me foder!

106
22
84

Incêndio na Casa

Um advogado e um engenheiro estão pescando no Caribe. O advogado comenta:

— Estou aqui porque minha casa foi destruída num incêndio com tudo que estava dentro. O seguro pagou tudo.

— Que coincidência! — diz o engenheiro.

— Minha casa também foi destruída num terremoto e perdi tudo, mas o seguro pagou tudo.

O advogado olha intrigado para o engenheiro e pergunta:

— Como você faz para provocar um terremoto?