Entrando em Casa

74
37
37

Um guarda flagra um bêbado entrando numa casa:

— Está querendo roubar, seu gatuno?

— Que é isso, seu guarda? A casa é minha!

— Sua coisa nenhuma! Vamos aos distrito.

— Mas, seu guarda... eu moro aqui! A casa é minha, o senhor quer ver?

O bêbado vai entrando e mostrando os cômodos:

— Aqui é a sala... Ali é o quarto dos meninos, que estão dormindo.

— Aqui é o meu quarto.

Na cama, estavam dormindo sua mulher e outro homem. Animado, o bêbado aponta:

— Aquela é minha mulher, e aquele sou eu!