Freira Anã

85
35
50

Os sete anões fizeram uma excursão ao Vaticano e, chegando, foram correndo falar com o Papa. Dunga, o mais agitado dos sete, foi logo perguntando:

— Papa! Papa! Aqui no Vaticano tem alguma freira anã?

O Papa ficou constrangido com a pergunta do pequeno orelhudo, mas respondeu, sem perder a calma:

— Não, meu filho... Não existe nenhuma freira anã no Vaticano...

— Anhh... – decepcionou-se o anão, enquanto os seus amigos cochichavam, segurando as risadas.

— Mas, Santo Papa, existe freira anã na Itália, não existe?

— Não, Dunga! Na Itália também não existe nenhuma freira anã...

Os outros seis riram, agora um pouco mais alto e Dunga não desistiu:

— Mas... Excelentíssimo Papa, na Europa tem freira anã, não tem?

— Não, Dunga, não existe freira anã em nenhuma parte Europa...

Até que os outros seis anões não se agüentaram e soltaram gargalhadas. Mas Dunga persistiu:

— Anhh... Senhor Papa, deve existir freira anã na África ou na América, não é?

Então o Papa começou a perder a paciência e disse:

— Não, Dunga! Não existe freira anã na África, nem na América, nem na Ásia, nem na Oceania, nem em lugar nenhum!

Os seus pequenos amigos, que já estavam rolando e chorando de tanto rir, organizaram uma roda e começam a pular e gritar, em coro:

— O Dunga comeu um pingüim! O Dunga comeu um pingüim!