Piadas de Gaúcho

Um trem com 4 passageiros vai fazer um tour por todo Brasil, e esse passageiros eram um gaúcho, um mineiro, um paulista e um baiano. Quando o trem passava pela sua cidade eles jogavam algo tipico de seu estado para fora do trem.

Primeiro passa o gaúcho pelo Rio Grande do Sul ele joga um chimarrão para fora e diz:

— De onde eu venho é cheio disto.

O trem continua seguindo e passa por Minas o mineiro joga o queijo que diz:

— De onde venho tem um monte desses.

Chegando na Bahia o baiano joga um acarajé para fora e diz:

— De onde venho tem um monte desses.

O paulista quando chega em São Paulo ele olha para os lados pega o baiano pelo colarinho joga para fora do trem e diz:

— De onde venho tem um montão desses.

131
6
125

Um gaúcho se dirigiu à atendente da casa lotérica:

— Olha, não tenho a menor idéia sobre quais números escolher para comprar um bilhete da Loteria Federal. Você poderia me ajudar?

— Claro, respondeu ela, vamos lá. Durante quantos anos você freqüentou a escola?

— 8

— Perfeito, temos um 8.

— Quantos filhos você tem?

— 3

— Ótimo, já temos um 8 e um 3. Quantos livros você já leu até hoje?

— 9

— Certo, temos um 8, um 3 e um 9. Quantas vezes por mês você faz amor com sua mulher?

— Caramba, isso é uma coisa muito pessoal — diz ele.

— Mas você não quer ganhar na loteria?

— Está bem, 2 vezes.

— Só? Bom, deixa pra lá. Agora que já temos confiança um com o outro, me diga quantas vezes você já deu a bunda?

— Qual é a sua? — diz o homem — Sou espada!

— Não fique chateado. Vamos considerar então zero vezes. Com isso já temos todos os números: 83920.

O sujeito comprou o bilhete que correspondia ao número escolhido. No dia seguinte foi conferir o resultado. O bilhete premiado foi o de nº 83921. Cheio de raiva, comentou:

— Puta que pariu! Por causa de uma mentirinha besta eu não fiquei milionário!

204
144
60

O gaúcho chega em uma churrascaria em São Paulo, senta e, indignado, chama o garçom que vem com o cardápio na mesa:

— Mas tchê! Na minha terra não tem essa história de cardápio tchê. A gente escolhe a carne cheirando a faca!

O garçom deu um sorriso irônico, mas como não queria perder o cliente, o atendeu a caráter.

O garçom dirigiu-se ao assador da carne, pegou sua faca que tinha acabado de cortar um cupim e levou-a ao gaúcho. O gaúcho pegou a faca, colocou-a em frente de seu nariz e exclamou:

— Mas tchê! Esse cupim está maravilhoso, me traz um pedaço!

O garçom, assustado, serviu o gaúcho e, logo após, buscou a faca utilizada para cortar a costela e deu para o gaúcho. O mesmo exclamou:

— Mas tchê! Essa costela está no ponto pode trazer!

O garçom, louco da vida com o gaúcho, buscou uma faca e pediu pro churrasqueiro Waldemar:

— Waldemar passa a mão no pinto e depois esfrega nessa faca!

Dito e feito, o garçom pegou a faca e entregou para o gaúcho, ele a colocou em frente do nariz, suspirou fundo e disse:

— Mas tchê! Como esse mundo é pequeno! Não acredito tchê, o Waldemar na cozinha?

133
107
26

Um gaúcho chegou perto de um rio, viu um gaúcho enrabando o outro e falou:

— Bah, tchê, o que vocês dois estão fazendo?

— Num vê, tchê. Ele estava se afogando e eu o estou salvando.

— Mas bah, tchê, quando alguém está se afogando a gente, fazé respiração boca-a-boca.

— Mas bah tchê, e como você acha que começou tudo isso?

56
17
39

O gaúcho chega na delegacia da sua cidadezinha e diz:

— Seu delegado, queria registrar uma queixa de assalto!

— Certo, tchê! — fala o delegado — Você pode descrever o elemento?

— Posso sim... Ele é alto, musculoso, olhos claros e me abordou com uma arma imensa, de dar inveja a qualquer um!

— Bah, para de falar deste homem se não vou ficar louca, tchê!

59
-6
65

Um rapaz estava pescando às margens de um rio quando sentiu uma vontade louca de fumar. Olhou para os lados e não viu ninguém, olhou para a outra margem do rio, viu um gaúcho e gritou:

— Tem um cigarro? Tem um cigarro?

Como o gaúcho não entendia, o rapaz colocou os dois dedos na boa gesticulando para a frente. Ao que o gaúcho responde:

— Também te amo!

58
-14
72

Estavam no banheiro um negão, um gaúcho e um japonês.

O negão tira sua ferramenta para fora e canta:

— Meu fuscão preto você é feito de aço...

O gaúcho não quis ficar para tráz tira o seu e canta:

— Nessa longa estrada da vida...

O japonês indignado com aquela situação olha para os dois, tira o pau para fora e canta:

— Cadê você que nunca mais apareceu aqui.

119
79
40

Duas pulgas muito amigas se encontravam sempre no mesmo local, no mesmo horário pra contar como foi seu dia:

— Cara, ontem tive que sair do meu poodle. A dona dele o levou pra tosar e eu não tinha nenhum lugar pra ficar. Tô sem teto. Preciso arranjar outro lugar pra morar.

— Não desanime amigo, você vai encontrar logo um lugar bem maneiro. Bom. tá na hora de eu ir embora. Até amanhã!

No dia seguinte uma das pulguinhas vai até o local de sempre e não encontrando seu amigo, pensa:

— Será que ele ainda não encontrou nenhum cachorro ainda? Amanhã eu volto e tenho certeza de que meu amigo vai se arranjar.

Dia seguinte, no mesmo lugar e nada do companheiro. E no outro dia também. E no outro. Um mês depois, encontramos nosso amigo sumido!

— E aí, colega? Quanto tempo! Que aconteceu?

— Cara, se eu contar ninguém acredita. Num dia eu me alojei num bigode de um gaúcho e desmaiei de sono e no dia seguinte fui acordar lá na Bahia no saco de um baiano!!

85
-80
165

O gaúcho, muito macho, foi fazer o seu exame de próstata. A sala de espera estava lotada de homens que, como ele, estavam condenados à maior humilhação da vida de um macho. Depois de entrar na sala e ficar de quatro em cima da mesa o médico colocou a luva e — pimba! — tacou o dedo pra dentro.

— Ai, tchê! — gemeu o gaúcho.

— Está doendo? — perguntou o médico.

— Eu não tô agüentando, Doutor... Eu vou gritar!

— Olha, eu acho melhor você se segurar! A recepção está lotada de pacientes e vai ficar uma situação embaraçosa...

— Bah! Mas eu não estou agüentando, Doutor! Vou gritar! Vou gritar!

— Calma, rapaz... Já está acabando...

— Mas eu não agüento, Doutor... Eu vou gritar! Eu vou gritar...

O doutor, já ficando de saco cheio de toda essa ladainha, consentiu:

— Então grita!

E o gaúcho:

— Bah! Mas que coisa deliciosa, tchê!

97
46
51

Estava o gaúcho muito incomodado indo fazer o seu check up anual quando se deparou com uma novidade: exame de próstata.

Muito a contragosto, foi até o consultório de seu urologista, e este, logo lhe disse:

— Tire as calças e fique de 4!

O gaúcho, muito macho, relutou, mas após alguma insistência ficou na posição solicitada.

O médico, ao enfiar o dedo pela primeira vez perguntou:

— O que sente meu senhor?

E o gaúcho:

— Sinto uma ardência, um mal estar...

E o médico, muito atencioso, introduziu novamente o seu indicador e perguntou:

— O que sente agora, meu senhor.

E o gaúcho:

— O mesmo mal estar, uma dorzinha.

Para completar o exame, o médico fez o último toque, o mais profundo, e doloroso e indagou novamente:

— O que sente agora, meu senhor.

E o gaúcho:

— Sinto que te amo, tchê...

55
17
38

No Rio Grande do Sul a uns anos atrás se tornou moda entre as cidades a organização de festivais para caracterizar e promover os principais produtos da região.

Caxias adotou a Festa da Uva, Passo Fundo a Festa da Ovelha, Bento Gonçalves a Festa do Vinho...

Em Pelotas, após muitas reuniões e discussões adotaram como festa típica da cidade a Festa das Nozes.

Para promover a mesma publicaram em todos os jornais gaúchos o seguinte slogan: Venha comer Noz em Pelotas!

54
16
38

Um gaúcho apeou de seu cavalo, entrou num bar "barra pesada" e já avisou:

— Muito bem, eu quero que todo mundo preste bem atenção: eu vou tomar um trago e se a hora em que eu for embora o meu cavalo não estiver lá fora, vai acontecer a mesma coisa que aconteceu em Vacaria! Silêncio total. Todos tensos. Cheiro de morte no ar. O gaúcho toma seu rabo-de-galo e sai bem calmamente até a porta e vê que seu cavalo continua do mesmo jeito.

— Ainda bem que meu alazão ainda está aqui! Senão iria acontecer a mesma coisa que aconteceu em Vacaria!

O gaúcho então montou no cavalo e ia partindo quando um garotinho lhe pergunta:

— Moço, e o que foi que aconteceu em Vacaria?

— Eu fui embora a pé, oras...

78
49
29

O gaúcho entra em um bar e pede a bebida mais forte que eles tem.

O gaúcho toma a bebida e fala:

— Bah tche! Eu quero uma mais forte!

O dono do bar mistura pinga e rum.

O gaúcho toma e fala:

— Bah! Isso é bebida de biba! Me vê uma mais forte!

O cara mistura todas as bebidas do bar, coloca pólvora, fogo e uma bala de 9mm.

O gaúcho bebe e fala:

— Bah, isso sim é bebida!

No outro dia o gaúcho volta e fala:

— Garçom, quero aquela bebida de ontem só que sem a bala, porque ontem quando peidei matei meu cavalo!

80
47
33