Homem Insistente

22
8
14

O cara encontrava-se sempre com a mesma mulher. E sempre insistia:

— Como é? Vai ser hoje?

E a mulher retrucava:

— Sai fora, palhaço!

E era todo o dia a mesma coisa. O cara já estava desolado de tanto insistir e já não se continha em delírios de pensar como seria se ele visse aquela morena nua. Continuava insistindo. E nada acontecia. Até que um dia a mulher aceitou:

— Vai ser de noite na minha casa!

O cara explodiu em felicidade. Mal podia se conter. Foi direto pro bar e começou a tomar trago e comer vatapá. Jantou um mocotó com sorvete e bastante cerveja. De saída, um prato bem apimentado. Tomou coragem e dirigiu-se ao matadouro. Chegando lá, foi direto para o que interessava, mas na hora do principal:

— Você me da licença, preciso ir ao banheiro.

E o cara ficou horas lá dentro. Voltou. Recomeçou. Dai a pouco:

— Preciso ir de novo.

E assim foi a noite toda. No outro dia, deparou-se com a mesma mulher na rua, cumprimentou-a e saiu de perto.

Uma amiga da moça perguntou:

— Me conta, como foi?

— Foi nada. O cara me cantou seis meses para ir cagar lá em casa.