Os Vigaristas

Invasão dos Marcianos

44
34
10

Dois marcianos resolveram aterrissar na Terra e aterrorizar os terráqueos.

Depois de pousar com sua nave em uma cidade do interior de Minas Gerais, eles chegaram a um velho posto de gasolina, caindo aos pedaços.

Confundindo uma bomba de gasolina antiga com um ser vivo, os marcianos se aproximaram e um deles falou:

— Mísero Terráqueo, leve-nos ao seu líder!

Ao ver que a bomba não respondia, ele apontou uma arma laser para ela e falou mais alto:

— Terráqueo imundo, obedeça! Leve-nos ao seu líder agora!

O outro marciano, com uma cara de assustado, tentou amenizar a situação:

— Olha, cara... Eu acho melhor a gente deixar quieto...

— Como assim, deixar quieto, mermão? — gritou o marciano armado, puto da vida — Esse terráqueo de merda tem que se submeter à nossa vontade! Obedeça, terráqueo! Senão eu atiro!

A bomba ainda não respondia e o marciano medroso falou mais uma vez:

— Acho que esse cara é casca grossa, brother! Vamos embora enquanto podemos...

— Deixa de ser cagão, rapá! Somos superiores! Vamos fazer este idiota nos obedecer! Por bem ou por mal... Vamos, leve-nos ao seu líder, terráqueo! É a sua última chance!

Como a bomba não respondeu, o marciano disparou a arma, fazendo o posto inteiro explodir em chamas.

A explosão os arremessou chamuscados a metros de distância! Machucado e atordoado, o marciano corajoso perguntou ao amigo:

— Caracas! Você tava certo! Mas como você sabia que esse cara era tão poderoso?

E o amigo respondeu:

— Pô, cara! Você não viu o pau dele? O bicho descia, dava duas voltas no chão, subia e ainda ficava perdurado na orelha!