Piadas de Japoneses

462
210
252

Discussão do Casal Japonês

Um casal japonês esta discutindo. O homem grita:

- Sukitaki!

A mulher responde:

- Kowanini.

O homem:

- Toka a anji rodi roumi yakoo!

A mulher de joelhos suplica:

- Mimi nakoundinda tinkouji.

O homem:

- Na miaou kina tim kouji.

E a mulher:

- O fiukha, makutamy ojiote...

E você fica aí que nem besta, lendo como se soubesse falar japonês!

178
-182
360

Declaração de Guerra

Subiu na tribuna um dos deputados do Ceará e começou o discurso:

- A Alemanha perdeu a guerra hoje é uma potência. O Japão perdeu a guerra hoje é um exemplo de desenvolvimento. Israel foi dominado, se libertou e prosperou como um avião. Minha proposta é que devemos declarar guerra contra os EUA , e em menos de 10 anos seremos uma potência mundial.

Então subiu na tribuna a oposição e argumentou veementemente:

- Ninguém pensou na hipótese de ganharmos a guerra contra os EUA. O que vamos fazer depois?

Então todos votaram contra a declaração de guerra.

121
-94
215

Querendo Ver Nova Iorque

O japonês chamou a aeromoça e disse:

- Pode avisar zapon, quando tivermos sobrevoando Nova Iorque?

- Pode deixar, cavalheiro!

Passados alguns minutos, deu uma baita dor de barriga no japonês e foi ao toalete dos homens. Mais alguns instantes, a aeromoça bate na porta do toalete e avisa ao japonês:

- Cavalheiro, estamos sobrevoando NOVA IORQUE!

- Tá certo, mas agora quero ver CHICAGO, no?

399
282
117

Construção da Ponte

Um prefeito havia prometido construir uma ponte e para isso convocou três empreiteiros: um japonês, um americano e um brasileiro.

- Faço por R$ 3 milhões - disse o japonês - Um pela mão-de-obra, um pelo material e um para meu lucro.

- Faço por R$ 6 milhões - propôs o americano - Dois pela mão-de-obra, dois pelo material e dois para mim. Mas o serviço é de primeira!

- Faço por R$ 9 milhões - disse o brasileiro.

- Nove milhões? - espantou-se o prefeito - Por que esse valor tão alto?

E o brasileiro responde:

- Três para mim, três para você e três para o japonês fazer a obra.

- Negócio fechado! - responde o prefeito.

74
-42
116

Golpe da Terra Natal

Um japonês e um finlandês estavam em um bar. Em um momento eles começaram a discutir e eventualmente, decidiram sair e resolver as coisas como homens.

Dez minutos mais tarde, o homem finlandês retomou a consciência e se viu deitado no chão no beco atrás do bar. Ele se levantou, entrou no bar, e percebeu que o japonês ainda estava lá. Então se dirigiu até o japonês e perguntou:

- Que diabos foi aquilo?

- Uma coisa da minha terra natal, chamado de golpe de Karatê, - respondeu o japonês.

Ambos continuaram a beber e depois de algum tempo, eles mais uma vez tiveram uma discussão. Mais uma vez eles decidiram resolver as coisas do lado de fora. Momentos depois, o homem finlandês acorda no beco, como antes.

- Uma coisa da minha terra natal, chamado de golpe de Judô, - disse o japonês quando o homem finlandês voltou.

Eles continuaram a beber, e, para surpresa de ninguém, começaram a discutir novamente. E saíram para resolver as coisas. Mas desta vez, foi o japonês que se viu batido no beco. Quando ele voltou para dentro, o homem finlandês disse:

- Algo também da sua terra natal, chamado de golpe de Nokia 3310.

171
92
79

Viagra Feminino

Cientista japonês descobre novo viagra feminino, o produto é conhecido pelos japoneses pelo nome de KATON. Um repórter foi entrevistar o japonês responsável pela descoberta e pergunta:

— Quando você dá o KATON para mulher, o que acontece?

— Mulher fica alegre, carinhosa, bondoóóósa, non? Te beija, abraça o dia inteiro e noite inteirinha. Não dá sossego, quer transar quantas vezes você aguentar. Te chama de "meu amor" e "minha vida" — afirma o japonês.

— Puxa, mas este produto é fantástico mesmo hein? Mas o nome é mesmo KATON?

— Sim, sim! KATON... KATON DE CRÉDITO.

85
30
55

O Japonês no Médico

Um japonês chegou ao Brasil e falava muito mal o português. Um certo dia seu filho adoeceu e ele precisou levá-lo ao médico, que lhe perguntou:

— O que tem a criança?

Ele respondeu:

— Como se chama aquere negócio que fica no alto da torre da igreja? Aquiro que toca?

— O sino?

— Isso. E como que chama aquere bichinho que cava buraco?

— Tatu?

— Isso! Meu filho tatu-sino.

57
3
54

Agradando os Defuntos

Um sujeito estava colocando flores no túmulo de um parente quando vê um japonês colocando um prato de arroz na lápide ao lado.

Ele se vira para o japonês e pergunta:

— Desculpe-me, mas o senhor acha mesmo que o seu defunto virá comer o arroz?

E o japonês responde:

— Sim, geralmente na mesma hora em que o seu vem cheirar as flores!

60
27
33

Japonês Dando Amassos

O japonês era meio tímido e levou a namorada pro cinema. Então, ela teve de tomar a iniciativa, com todo jeitinho. Devagarzinho, ela foi enfiando a mão pela calça adentro e nada, aquela dificuldade.

De repente, o japonês diz:

— Tá duro, né?

E ela:

— É, ta duro de achar!

84
61
23

Óculos do Japão

O português foi pro Japão e comprou um par de óculos cheio de tecnologia que mostrava todas as mulheres peladas. Manuel coloca os óculos e começa a ver todas as mulheres peladas, ele se encanta. Põe os óculos, pelada. Tira os óculos, vestidas. E assim foi Manuel para Portugal, louco para mostrar a novidade para a Maria, sua mulher.
Quando chega em casa, já coloca os óculos para pegar Maria pelada. Abre a porta e vê Maria e um homem no sofá pelados. Tira os óculos, pelados. Põe os óculos, pelados. Tira, pelados. Põe, pelados.

E Manuel diz:

- Puta que pariu! Essa merda já quebrou!

106
79
27

Japonês no Urologista

— A senhora jura que não vai rir? — perguntou o paciente japonês à médica urologista.

— Claro que sim! — respondeu exaltada. — Sou uma profissional da saúde. Existe um código de ética em questão. Em mais de 20 anos de profissão nunca ri de nenhum paciente!

— Tudo bem, então, — disse o paciente.

E deixou cair as calças, revelando o menor órgão sexual masculino que ela havia visto na vida. Considerados o comprimento e o diâmetro, não era maior do que uma bateria pilha palito. Incapaz de controlar-se, a médica começou a dar risadinhas e não conseguia mais segurar o ataque de riso. Poucos minutos depois ela conseguiu recuperar a compostura.

— Sinto muitíssimo, — disse ela. — Não sei o que aconteceu comigo. Dou minha palavra de honra de médica e de dama que isso nunca mais acontecerá. Agora diga-me, qual é o problema?

— Tá inchado!

43
31
12

Piada Para Se Salvar

Quatro soldados de diferentes países — um americano, um japonês, um espanhol e um português — encontravam-se presos em um campo de concentração.

O sádico diretor do campo, disposto a divertir-se com esses pobres soldados, resolveu promover um teste em que todos deveriam contar piadas. Se as piadas fossem boas e todos da prisão rissem, suas vidas seriam poupadas. Caso contrário, a forca seria o destino do comediante sem talento.

E chegou a vez do americano: contou uma piada engraçadíssima e todos riram, menos o português. O diretor, assistindo a impassividade o portuga, clamou: "Matem esse americano sem graça!"

E lá se foi o pobre gringo...

O próximo era o japonês: contou a piada mais engraçada que conhecia.

Mais uma vez, todos riram, menos o portuga. Perante o rosto sério do lusitano, o diretor ordenou: "Matem esse japonês que não sabe contar piadas!"

E chegou a vez do espanhol. Assim que começou, o portuga caiu na risada. E passou a rir sem parar. O diretor, não entendendo o ocorrido, perguntou ao português:

— Mas, homem, o espanhol mal começou a contar a piada... Do que está rindo?

— Muito boa a piada do americano!

69
27
42

Três Filhos do Japonês

O rapaz, depois de muito tempo encontra um velho amigo japonês:

— Oh, seu Tanaka! São muito lindos os seus filhos. São todos japoneses?

— Non! A mais velho nasceu no Japão. A do meio nasceu na Brasil.

— E o menorzinho com cara de mestiço?

— Esse de provetaaaa!

— Nossa. parabéns! Um filho de proveta é uma bela contribuição a ciência!

— Noonnnn! Contribuição nonnnnn! Tanaka exprica: Quando Tanaka viaja, muié meu fica sozinha, aí negon provetaaaaaa!

61
49
12

Mais Mulheres

Era o concurso de quem dormia com mais mulheres. Participavam um alemão, um italiano, um japonês e um brasileiro. O cronista começou a narrar o concurso:

— Atenção, lá vai o japonês, dormiu com uma, dormiu com duas, dormiu com trêêêêsssssss, brochou!

— Agora é a vez do alemão, dormiu com uma, dormiu com duas, com três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nooooovvveeeeee, brochou!

— Chegou a vez do italiano, com pinta de gostosão partiu para cima e dormiu com uma, duas, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, deeeeeezzzzzz, brochou!

— Ih, o brasileiro vai tentar, o coitado é FEIO! Mas lá vai ele… dormiu com dez, dormiu com vinte, dormiu com trinta, quarenta, cinquenta, sessenta, ih acabou as mulheres e ele tá vindo pra cá. SOCORRO!

45
37
8

Vontade de Sair

Duas semanas de casamento, o marido apesar de feliz, já estava com uma vontade reprimida de sair com a galera pra fazer a festa.

Assim, ele diz a sua queridinha:

— Amorzinho, vou dar uma saidinha mas não demoro…

— Onde você vai, meu docinho?

— Ao barzinho, tomar uma geladinha.

A mulher bota a mão na cintura e lhe responde:

— Quer cervejinha, meu amor?

Nesse momento ela abre a porta da geladeira e lhe mostra 25 marcas diferentes de cervejas de 12 países, alemãs, holandesas, japonesas, americanas, mexicana, etc.

O marido sem saber o que fazer, lhe responde:

— Meu docinho de coco… mas no bar… você sabe… o copo gelado…

O marido nem terminou de falar, quando a esposa interrompe a sua conversa e lhe fala:

— Quer copo gelado, amor?

Nesse momento ela pega no freezer um copo bem gelado, tão branco, tão branco, que até tremia de frio. O marido responde:

— Mas minha princesa, no bar tem aqueles salgadinhos gostosos… Já estou voltando, tá?

— Quer salgadinho, meu amor?

A mulher abre o forno e tira 15 pratos de salgadinhos diferentes, quibe,coxinha, pastel, pipoca, amendoim, coração de galinha, queijo derretido,torresmo…

— Mas, minha Pixunguinha… lá no bar… você sabe…. as piadas, os palavrões, tudo aquilo…

— Quer palavrões, meu amor? ENTÃO VAI TOMAR NO CU, PORQUE DAQUI VOCÊ NÃO SAI NEM FODENDO, SEU FILHO DA PUTA!

81
35
46

Autores das Frases

No primeiro dia de escola nos Estados Unidos, um novo estudante, de nome Toshiba, filho de um negociante Japonês, entrou para a quarta classe. A professora saudou a classe, e disse:

— Vamos começar por rever a Historia Americana. Quem disse: "Dêem-me a liberdade ou a morte?..."

Viu apenas um mar de caras de ignorância, com excepção do pequeno Toshiba que estava de braço no ar "Patrick Henry, 1775." — disse o garoto.

— Agora, — disse a professora, — quem disse: "o Governo do povo, pelo povo e para o povo não deve nunca extinguir-se da face da Terra?"

Mais uma vez, tudo calado exceto o Toshiba:

— Abraham Lincoln, 1863.

A Professora virou-se para a classe e disse:

— Vocês deveriam ter vergonha. O Toshiba, que acabou de chegar ao nosso país, sabe mais sobre ele do que vocês.

Assim que a Professora se virou para escrever no quadro, ouviu-se uma voz:

— Malditos Japoneses.

— Quem disse isso? — perguntou ela.

Toshiba levantou o braço:

— Lee Iacocca, 1982.

Nesta altura, um aluno já farto do ar de superioridade do Toshiba em relação ao resto da classe, levantou-se e disse:

— Vou vomitar.

— Quem disse isso? — perguntou novamente a professora.

Mais uma vez, o Toshiba levantou o braço:

— George Bush para o Primeiro Ministro Japonês, 1991.

Já furioso, um outro aluno levanta-se e grita para o Toshiba: "Olha, chupa o ..."

Mais uma vez, resposta do Toshiba:

— Bill Clinton para Monica Lewinsky, 1997.

182
158
24

Moto Kawasaki

Um americano, com sua Ferrari possante, estava a se mostrar pelas ruas de Nova Iorque. Sem mais nem menos passa um japonês do seu lado a uns 200 km/h. Olha-o profundamente e grita:

— Conhece moto Kawasaki?

E o ultrapassa. Furioso o americano não se conforma:

— Quem esse japa pensa que é? Ele vai ver só!

Rapidamente, acelera ao máximo, mas não consegue alcança-lo a tempo. Volta e pega seu Porche...

— Agora ele vai ver! Não se brinca assim comigo...

Logo localiza o japonês pelo retrovisor, mais que rápido acelera para alcançar sua velocidade, mas o japonês o ultrapassa com firmeza e grita:

— Conhece moto Kawasaki?

Inconformado olha o japa que some no infinito... Volta para casa e pega sua Mitsubishi. Agora nunca, ninguém poderá o ultrapassar! (pelo mesmo é o que pensa.) Mas que depressa volta para sua rota, procura mas nada de encontrar aquele japa atrevido. Até que vê ele muito mais veloz que antes. Confiante ele afunda o pé no acelerador. Chega bem perto do japonês, que ao vê-lo começa a acenar. O americano olha-o e consegue alcançar. Então o japa olha o americano e grita:

— Conhece moto Kawasaki?

E o ultrapassa novamente. O americano já de saco cheio, não acredita que uma “motico” consiga deixar sua Mitsubishi para trás e insiste. Acelera e vê o japonês fazendo a curva, mas some... Insiste. Pisa fundo e chega na curva. Quando a completa vê que o japonês esta na pista estirado, todo “arrebentado” e a moto irreconhecível. Não acreditando pára o carro, dá ré pra ver o que aconteceu. Chega no japa estiradão no acostamento, todo esfolado, pára, desce do carro e desesperado com a situação vai logo perguntando o que aconteceu. O japonês quase imóvel faz uma força tremenda, mais responde:

— Conhece moto Kawasaki?

— Sim. E daí? – responde o americano

— Então me diz onde fica o freio.

134
106
28

Homens na Sauna

Três homens estavam sentados nus na sauna. Um Americano, um Japonês e um Brasileiro. De repente, um bip soa. O Americano pressiona seu antebraço e o barulhinho pára. Os outros olham para ele, curiosos.

— É meu pager, meu aparelhinho de bip, ele fala. Tenho um microchip sob a pele do meu braço.

Poucos minutos depois, um telefone toca. O Japonês ergue a palma da sua mão até sua orelha. Quando ele acaba, explica:

— Esse é meu telefone celular. Tenho um microchip na minha mão.

O brasileiro, sentindo-se decididamente por fora de tanta tecnologia, sai da sauna. Poucos minutos depois retorna com um pedaço de papel higiênico pendurado no rego. Os outros dois erguem as sobrancelhas. E ele diz:

— Tô recebendo um fax...

68
45
23

Promoção de Uma Rádio

— Alô? Quem fala?

— É o Zé.

— De onde, Zé?

— Vidigueira!

— Olha aí, Zé da Vidigueira! Valendo CD da rádio, mais camiseta e boné. Presta atenção: Qual é o nome do país que tem duas sílabas, uma das sílabas serve para comer? Prestou bem atenção? Há um país com duas sílabas e uma das sílabas é muito bom para se comer com uma manteiguinha...

Dez segundos para responder!

— Cuba!

O locutor ficou mudo por alguns segundos...

— Tá certo, Zé! Vais levar o premio pela criatividade. Mas aqui na minha ficha estava escrito Japão...

124
81
43

Encontro no Banheiro

Estavam no banheiro um negão, um gaúcho e um japonês.

O negão tira sua ferramenta para fora e canta:

— Meu fuscão preto você é feito de aço...

O gaúcho não quis ficar para tráz tira o seu e canta:

— Nessa longa estrada da vida...

O japonês indignado com aquela situação olha para os dois, tira o pau para fora e canta:

— Cadê você que nunca mais apareceu aqui.

33
24
9

Dúvida do Filho

O garotinho vira-se para a mãe e pergunta:

— Manhêêê!

— O que é, seu pirralh..., digo, meu querido?

— Se você é branca e o papai é negro, por que é que eu fui nascer com cara de japonês?

— Ih, meu filho, se você soubesse de tudo o que ocorreu naquela festa em que você foi gerado, estaria agradecendo aos céus por não estar latindo nesse momento!

110
78
32

Tatuagem no Pinto

Um viajante japonês estava nos EUA onde arruma uma namorada cujo nome é Wendy.

Em homenagem à namorada dele, ele tatuou no pau dele o nome dela; quando ele está com tesão, aparece todo o nome, mas quando não está, aparecem apenas a primeira e última letra do nome da garota: WY.

Certo dia ele viajou para a África e quando estava no banheiro, vem um africano alto ao lado dele; o japinha da uma olhada no instrumento do cara e vê escrito WY no pau dele, e pergunta:

— Você também tem uma namorada com o nome de Wendy? Olha, eu também tatuei o nome dela no meu pênis.

E o africano acha estranho a atitude do japinha e diz:

— Não, não tenho namorada. Aqui está escrito: "Welcome to the Africa, thanks for you visit, have a nice day"

45
26
19

Ligação Caríssima

No meio de sua primeira viagem de trabalho ao Japão, a loiríssima, modelo e manequim, resolve matar a saudade e ligar para sua casa.

Dirige-se a um posto telefônico, mas fica surpresa quando o rapaz lhe informa que cinco minutos de ligação vai lhe custar 80,00 dólares americanos.

— Puxa, tudo isso? Eu não tenho todo esse dinheiro!

— Lamento, mas não posso dar descontos — responde o rapaz, indiferente.

— Eu seria capaz de fazer qualquer coisa por essa ligação! — ela deixa escapar, virando as costas e dirigindo-se a saída.

Animado com os dotes da moça, o balconista, arrisca:

— Qualquer coisa mesmo?

— Sim! — diz ela, meio indecisa.

Então ele a arrasta para uma saleta, abaixa as calças, tira o seu bilau para fora e diz:

— Prontinho, pode começar!

Ela ajoelha-se, segura no membro do rapaz, aproxima os lábios e diz:

— Alô! Mamãe?

36
-51
87

Na Pastelaria

Uma mulher toda metida entra na pastelaria e vai dizendo para o pasteleiro:

— Ô japonês, eu estou com muita pressa! Eu quero 20 pastéis, 15 empadas e 30 coxinhas.

Nos pastéis ponha bastante carne e vê se capricha no palmito das empadas, entendeu? E faça o favor de correr porque eu estou em cima da hora...

O japonês ficou muito pê da vida com o jeito da madame e respondeu:

— Eu tô com uma dúvida, senhora.

— Qual é?

— E nas coxinhas, não vai nada?

131
86
45

Proposta do Índio

Três gringos — um alemão, um italiano, e um japonês — estavam passeando pelo meio da selva, quando de repente são pegos por um índio canibal.

O índio lança uma proposta:

— Tira pinto pra fora. Se os três junto dá 30 centímetros, índio dá liberdade.

O alemão tirou o dele e fez a medida e deu 13 cm. O italiano tirou o dele e fez a medida, resultado 12 cm. E por fim o japonês também mediu o seu e deu 5 cm.

Os três são soltos, e o japonês se vangloria:

— Se meu pinto não tivesse com tesão nós tudo tava morto, né?