Os Vigaristas

Juvenal No Bordel

13
1
12

No sábado para domingo Juvenal vai ao melhor bordel de sua cidade. Chegando lá ele já vai numa prostituta e pergunta:

— Quanto é o progama?

— 225 reais!

Ele imediatamente acrescenta:

— Eu gosto de bater...

— Não a única pessoa que aceita apanhar aqui é Heloísa.

— Então chame ele para mim.

A prostituta logo grita:

— Heloííííísa! Heloííííísa!

E vem aproximando deles uma mulher com uns peitões e uma bundona todo siliconada loira daquelas que você ficaria de qualquer jeito...

Juvenal pergunta:

— Heloísa quanto é o programa?

— 275, mais para você que já mostra o tamanho do seu "instrumento" é 250.

— Não mais eu gosto de bater um pouco.

— Para apanhar é 750! Sem descontos.

— Feito!

Lá pelas 4:30 da manhã Heloísa chega chorando com os dentes arrancados, com uma parte de seu cabelo arrancada e a orelha e braços roxos.

A prostituta que arrumou o homem para Heloísa pergunta:

— Minha amiga ele bateu muito?

— Sim, bateu até que eu devolve-se o dinheiro!