Piadas de Loiras

O cara era louco pra levar aquela loira gostosona pra cama. E por mais que ele insistisse ela nada. Depois de pedir umas mil vezes, ela aceita, mas impôs uma condição:

— Só se você fizer um exame e prove que não tem AIDS.

O cara se animou todo. Primeiro, porque sabia que não tinha, segundo por saber que a mina, além de gostosa, se preocupava com a saúde.

Ele correu ao laboratório e, após terem tido a comprovação concreta de que o cara não tinha AIDS, foram a um motel.

Depois de cerca de duas horas de sexo maravilhoso e selvagem, que ele se deu ao luxo de fazer sem culpa e sem camisinha, a loira agradeceu:

— Desculpe por ter pedido que você fizesse o exame... É que eu morro de medo de pegar AIDS de novo!

45
30
15

A loira acorda no meio da noite e percebe que seu quarto está todo cheio de fumaça. Nervosa, ela corre até o telefone e liga para o Corpo de Bombeiros:

— Socorro, venham depressa! Minha casa está pegando fogo!

— Calma, minha senhora! Como é que nós vamos chegar aí?

— Ué! Vocês não andam naqueles caminhões vermelhos?

23
3
20

Um lagartixo e uma lagartixa iam de mãos dadas atravessar a rua. Ele era alto, moreno, de olhos azuis, lindo como qualquer príncipe. Ela também era alta, loira, olhos verdes, linda como uma princesa, só que tinha um rabo enorme.

Quando estavam quase chegando no outro lado da rua, o lagartixo nota que a roda de uma bicicleta vem na direção do rabo da namorada e, num desespero de amor, ele empurra-a para cima da calçada e ela se salva.

Mas, por uma ironia do destino, a roda da bicicleta passa bem por cima da sua cabeça e ele morre.

Moral da história: por causa de um bom rabo muitas vezes se perde a cabeça.

22
14
8

Depois de dar a luz a um lindo bebê, a loira andava, estabanada, pelos corredores do hospital.

— O que você está fazendo aqui? — pergunta uma das enfermeiras — Você deveria estar no seu quarto, descansando!

— Eu queria uma lista telefônica! Urgente! — diz a loira, aflita.

— Mas pra que você quer uma lista telefônica?

— Eu quero achar um nome pro meu bebê!

— Mas você não precisa fazer isso... — diz a enfermeira, muito paciente — Nós vamos lhe dar um livrinho com todos os nomes e seus significados...

— Você não tá entendendo, moça... O nome eu já tenho! Agora eu quero um sobrenome!

18
4
14

A loira ganhou do namorado uma garrafa térmica de presente. Deslumbrada com aquele instrumento fálico ela pergunta:

— Para que serve isso?

O namorado, paciente, explica:

— A garrafa térmica mantém quente o que é quente e mantém frio o que é frio!

A loira retruca com a naturalidade que lhe é peculiar:

— Ué! Mas ela nunca se confunde?

24
10
14

A loira parou num posto de gasolina, desceu do carro, abriu o capô e foi verificar o nível do óleo.

Alguns minutos depois, com a vareta na mão, ela pergunta a um dos atendentes:

— Você não tem uma vareta mais comprida?

— Não... por quê?

— Porque essa não alcança o óleo!

21
7
14

Depois de três meses de namoro com aquela loira irresistível e cansado de ficar só nos amassos, o sujeito resolve que daquela noite não passa.

Durante o passeio, ao avistar dois cachorrinhos fazendo sexo, o moço arrisca:

— Que tal a gente fazer igual esses dois cachorrinhos?

E a loira:

— Por mim, tudo bem, mas vamos procurar uma outra rua, porque nessa daqui eu sou muito conhecida.

8
2
6

Duas mulheres conversam no ônibus:

— Ai, a gente nunca pode confiar nos homens! — desabafava a morena — Imagina que o meu marido um dia saiu pra comprar uma caixa de fósforos e nunca mais voltou! E isso já faz 8 anos!

— Ah, isso eu tenho certeza que nunca vai acontecer comigo! — respondeu a loira.

— Mas como é que você pode ter tanta certeza assim? Os homens são imprevisíveis!

— É, mas o meu marido usa isqueiro!

19
6
13

Numa blitz o guarda para a bela loira e pede os documentos.

— Que documentos? — pergunta ela, com ar inocente.

— A sua Carteira de Habilitação!

— Carteira de Habilitação? O que é isso?

O guarda já começa a ficar impaciente.

— Pode me dar a sua Identidade?

— Identidade? Eu também não sei o que é isso!

Inconformado com a burrice da garota e exaltado com as curvas abundantes, o guarda tira o pau para fora e pergunta:

— E isso daqui, você sabe o que é?

— Ah! Não! O bafômetro de novo!

29
23
6

A morena encontra a amiga loira e pergunta:

— Carol! É verdade que você vai casar?

— É sim, amiga! Conheci o gato há dois meses e já vou casar!

— Nossa, que rápido! Foi fisgada pela flecha do cupido?

— Não, pela buzina do carro importado!

13
1
12

O sujeito, furioso, liga para a farmácia e grita:

— Posso saber quem foi que atendeu a minha mulher nessa porcaria?

— Calma, senhor... — diz o farmacêutico — Quem é a sua mulher?

— É a Claudinha! — grita ele, histérico — Quero saber quem foi o filho da...

— Caaaalma, senhor... Claudinha é aquela loira, com os seios avantajados, cabelos bem longos, pernas grossas, que estava usando um vestidinho vermelho?

— É ela mesma! Agora me fala, quem foi? Quem foi?

— Foi a nossa nova atendente, senhor! O que aconteceu? Ela errou no troco?

— Não! Só que ela vendeu o medicamento errado pra minha mulher!

— Perdão, senhor... Mas a sua mulher pode vir aqui que a gente troca!

— Não dá! — grita ele, cada vez mais furioso — A minha mulher tá presa no meu colo!

— Presa no seu colo? Como assim, senhor?

— Ela foi aí pra comprar vaselina e a vaca da sua atendente vendeu Super-Bonder!

16
7
9

No programa Pode Pôr Tudo Por Dinheiro, a loiríssima tem de responder três perguntas para ganhar um fogão de seis bocas para sustentar.

— Quem foi o primeiro homem? — pergunta o apresentador.

— Foi Adão! — responde a moça, na lata.

— Muito bem! E quem foi a primeira mulher?

— Eva!

— Parabéns! E agora, para levar o prêmio todinho bem no fundo do Baú... qual foi a primeira coisa que Eva disse pro Adão?

A loira entrou em pânico. Pensou... pensou... pensou...

— Xiii, tá duro!

— Parabéns! Você acaba de ganhar um fogão da marca Prasempre!

17
-11
28