Piadas de Loucos

328
249
79

Emprego dos Sonhos

O Juvenal estava desempregado fazia muitos meses. Com a persistência que só os brasileiros têm, o Juvenal foi tentar mais um emprego em mais uma entrevista. Após uma exaustiva entrevista o quinto entrevistador lhe perguntou:

— Qual foi seu último salário?

— Mil reais! — Respondeu Juvenal, e já ia dizer que aceitava menos. Mas foi interrompido.

— Pois se o senhor for contratado ganhará 10 mil dólares por mês!

— Jura?

— Que carro o senhor tem?

— Na verdade, agora eu só tenho um fusquinha e um carrinho pra vender pipoca na rua!

— Pois se o senhor trabalhar conosco ganhará um Audi para você e uma BMW para sua esposa!

— Jura?

— O senhor viaja muito para o exterior?

— Exterior do estado, sim. Belo Horizonte, São Paulo...

— Pois se o senhor trabalhar aqui viajará pelo menos 10 vezes por ano, para Londres, Paris, Roma, Mônaco, Nova Iorque, Tóquio...

— Jura?

— E lhe digo mais... o emprego é quase seu. Só não lhe confirmo agora porque tenho que falar com meu gerente. Mas é praticamente garantido. Se até amanhã, sexta-feira, à meia-noite o senhor NÃO receber um telegrama nosso cancelando, pode vir trabalhar na segunda-feira.

Juvenal saiu do escritório radiante. Agora era só esperar até a meia-noite da sexta-feira e rezar para que não aparecesse nenhum maldito telegrama. Sexta-feira mais feliz não poderia haver. E Juvenal reuniu a família e contou as boas novas.

Não se cabendo de felicidade convocou o bairro todo para uma churrascada comemorativa a base de muita música. Sexta de tarde já tinha um barril de chopp aberto. As 9 horas da noite a festa fervia. A banda tocava, o povo dançava, a bebida rolava solta. Dez horas, e a mulher de Juvenal aflita, achava tudo um exagero. A vizinha gostosa, interesseira, já se jogava pra perto do Juvenal. E a banda tocava! E o chopp gelado rolava! O povo dançava! Onze horas, Juvenal já era o rei do bairro. Gastaria horrores para o bairro encher a pança. Tudo por conta do primeiro salário. E a mulher resignada, meio aflita, meio alegre, meio boba, meio assustada.

Onze horas e cinquenta e cinco minutos... Vira na esquina buzinando feito louco uma motoca amarela... Era do Correio! A festa parou! A banda calou! A tuba engasgou! Um bêbado arrotou! Um cachorro uivou! Meu Deus, e agora? Quem pagaria a conta da festa? — Coitado do Juvenal! — Era a frase mais ouvida. Jogaram água na churrasqueira! O chopp esquentou! A mulher do Juvenal desmaiou! A motoca parou!

— Senhor Juvenal Batista Romano Barbieri?

— Si, sim, sim, so, so, sou eu...

A multidão não resistiu...

— Ooooohhhhhhhhhhhhh!

— Telegrama para o senhor...

Juvenal não acreditava... Pegou o telegrama, com os olhos cheios d'água, ergueu a cabeça e olhou para todos. Silêncio total. Respirou fundo e abriu o telegrama. Uma lágrima rolou, molhando o telegrama. Olhou de novo para o povo e a consternação era geral. Tirou o telegrama do envelope, abriu e começou a ler. O povo em silêncio aguardava o desfecho, que poderia virar desenlace. Todos se perguntavam...

— E agora? Quem vai pagar essa festa toda?

Juvenal recomeçou a ler, levantou os olhos e olhou mais uma vez para o povo que o encarava... Então, Juvenal abriu um largo sorriso, deu um berro triunfal e começou a gritar eufórico:

— Mamãe morreeeeuuu! Mamãe morreeeeeeeuuu!

71
39
32

Teste de Sanidade

No hospício, resolve-se fazer uma limpa nos loucos. Então os médicos resolvem encher a piscina de areia e avisam-nos que poderiam nadar. Isso para mandar pra casa os que já estão bons. Ao abrir o portão, todos os loucos pulam na piscina. Só um fica de fora. Então os médicos surpresos resolvem perguntar o por que dele não ter pulado.

— Por que você não esta se divertindo com os outros?

Então o louco responde, sentado ao lado da piscina:

— Eu sou o salva-vidas.

120
98
22

Por 100 Reais

Uma loira espetacular ia andando pela rua quando uma cara chega perto dela e diz:

— Quero te possuir agora mesmo!

— Que é isso, você está louco? — diz a garota.

— Vamos fazer o seguinte — diz o cara. — Eu deixo cair 100 reais no chão e o tempo que você demora em apanhar eu te como por trás. Aceita ai vai…

A garota pensou, pensou, tava meio dura querendo comprar um celular novo e resolveu telefonar para uma amiga para lhe pedir uma opinião. A amiga muito esperta aconselhou o seguinte:

— Ai amiga esse cara é um babaca, escuta, o tempo que você demora para abaixar e pegar a grana não dá nem para ele te encostar o pinto. Aceita, você pega a grana e deixa ele falando sozinho.

A amiga 20 minutos depois liga de volta:

— E então?

A loira decepcionada diz:

— O filho da puta jogou 100 reais no chão em moedas de 5 centavos… Já tá dando a segunda!

40
32
8

Procurando o Puteiro

O caipira chegou em São Paulo, louco pra conhecer um puteiro da cidade grande. O problema era descobrir onde tinha um puteiro, sem conhecer ninguém na cidade e sem passar vergonha.

Depois de pensar um pouco, sentado na calçada, ele viu um padre passando e teve uma idéia brilhante.

— A benção, seu padre! — disse ele, pra chamar a atenção do homem.

— Diga, meu filho...

— O senhor poderia me dizer onde é que fica a igreja mais próxima?

— Claro. Fica há duas quadras daqui.

— Duas quadras? Nossa, padre. Fica bem perto do puteiro, hein!

— Não, meu filho. O puteiro fica a 4 quadras, à direita, depois da terceira lombada, em uma casa vermelha, número 69.

40
25
15

Gado Morrendo

Um fazendeiro, ao ver seu gado morrer de uma doença misteriosa, resolveu chamar o Pai de Santo para fazer um "trabalho" para tentar salvar seu rebanho.

O Pai de Santo, muito safado, disse que para resolver o problema precisaria ficar a sós com a mulher do fazendeiro (que era muito bonita).

Eles entraram no quarto e o Pai de Santo pediu para a mulher tirar a roupa. O fazendeiro, que ficou olhando pelo buraco da fechadura quase ficou louco, mas, como era muito ganancioso, ficou calado.

O Pai de Santo disse:

— Mão na canela para salvar as "vaca amarela". E colocou a mão na canela da mulher.

— Mão na coxa para salvar as "vaca mocha". E colocou a mão na coxa da mulher.

— Mão na virilha pra salvar as "novilha".

O fazendeiro vendo aquilo gritou:

— As "vaca preta" e os "boi zebu" você pode deixar morrer tudo.

98
-16
114

Papagaio Transsexual

Na esquina havia um loro com batom no bico e as penas do rabo arrepiadas e ruivas. Numa cena típica de qualquer cidade, ele andava rebolando e rodando uma bolsinha. Foi quando outro papagaio, conhecido seu, o avistou e, chegando bem pertinho, perguntou:

— Chicão? É você mesmo?

— Sim. Agora sou Chiquinha, por favor. – responde o travestido.

— Que é isso, cara? Que viadagem é essa?

— O que foi, loro? Nunca viu não? É opção sexual!

— Você ficou louco? Batom no bico, penas tingidas de ruivo...

— Você gostou, né?

— Meu! Tá horrível! Virou bichinha? Dá pra explicar o que aconteceu com você?

— Quer saber mesmo? Eu caaaansei! Cansei dessa coisa de ficar dando só pé!

14
-3
17

Reclamando com o Patrão

O rapaz, excelente funcionário numa lojinha pequena, vai reclamar com o patrão:

— Seu Osvaldo, o senhor me desculpe, mas assim não dá! Somos eu e o Jonas para cuidar da loja, só que eu trabalho que nem um louco e ele fica lendo jornal o dia inteiro e além do mais, ele ganha o dobro do que eu!

— Mas, o Jonas é o meu filho! — protesta o dono da loja.

— Sim... e qual a diferença?

— A diferença é que eu não posso fazer com a sua mãe o que eu faço com a mãe dele!

138
110
28

Tipos de Carne

O gaúcho chega em uma churrascaria em São Paulo, senta e, indignado, chama o garçom que vem com o cardápio na mesa:

— Mas tchê! Na minha terra não tem essa história de cardápio tchê. A gente escolhe a carne cheirando a faca!

O garçom deu um sorriso irônico, mas como não queria perder o cliente, o atendeu a caráter.

O garçom dirigiu-se ao assador da carne, pegou sua faca que tinha acabado de cortar um cupim e levou-a ao gaúcho. O gaúcho pegou a faca, colocou-a em frente de seu nariz e exclamou:

— Mas tchê! Esse cupim está maravilhoso, me traz um pedaço!

O garçom, assustado, serviu o gaúcho e, logo após, buscou a faca utilizada para cortar a costela e deu para o gaúcho. O mesmo exclamou:

— Mas tchê! Essa costela está no ponto pode trazer!

O garçom, louco da vida com o gaúcho, buscou uma faca e pediu pro churrasqueiro Waldemar:

— Waldemar passa a mão no pinto e depois esfrega nessa faca!

Dito e feito, o garçom pegou a faca e entregou para o gaúcho, ele a colocou em frente do nariz, suspirou fundo e disse:

— Mas tchê! Como esse mundo é pequeno! Não acredito tchê, o Waldemar na cozinha?

160
137
23

Conversa com o Taxista

O motorista do táxi disse:

— Olha que mulher bonita! Nossa, ela é um avião!

E o passageiro respondeu, gritando:

— Feia!

O motorista:

— Feia nada! Ela é gostosona pra caramba!

E o passageiro, de novo:

— Feia!!!

— Que feia o quê! Tá louco? — retrucou o motorista.

E o passageiro, aos berros:

— Feia! Feia! Feia!

O motorista, que não estava olhando para a frente, bateu em outro carro. Ficou louco da vida e exclamou:

— Pô, cara! Você viu que eu ia bater! Por que não me avisou?

E o passageiro, histérico:

— Aralho! Eu ava alando há ua hora: feia, feia e ocê não feiô. É... urdo, é? Eu ilho da uta!

185
138
47

Fuga do Hospício

Um louco planeja detalhadamente sua fuga do hospício.

— Vou passar por cima do portão através de uma escada que encontrei no pátio. Vai ser moleza!

No dia seguinte, o louco ainda está lá e o companheiro pergunta:

— Ué, você não ia fugir?

— Não deu! O portão estava aberto...

163
136
27

Super-Homem e a Mulher Maravilha

O Super-Homem estava em casa sem fazer nada quando teve a ideia de sair com os amigos pra encher a cara e quem sabe até descolar umas gatas. Então ele ligou para o Batman e chamou ele pra cair na farra, mas ele estava meio abatido e, além disso, ele não queria deixar o Robin, que nunca se deu bem com o Super-Homem, sozinho. Mas ele não desistiu e ligou para o Homem-Elástico intimando-o para ir pra gandaia, mas este por sua vez estava meio enrolado com o Stress da Sala de Justiça, e não quis saber de noitada.

Então o Super-Homem, sem alternativas e puto da vida, resolveu sair sozinho pela cidade, em busca de diversão. De repente, usando sua super-visão, reparou que a Mulher-Maravilha estava na cobertura dela, em cima da cama, completamente nua e se contorcendo de tesão. Ele ficou louco dentro de sua cuequinha vermelha e percebeu uma super-ereção chegando. Ficou olhando aquela cena e pensando numa forma de possuir aquele corpo maravilhoso, sem perder a pose e nem cair na boca do povo. Então ele teve uma grande ideia:

— Vou usar a minha super-velocidade para dar uma rapidinha tão rapidinha que ela nem vai saber o que aconteceu!

Assim, cada vez mais excitado com a ideia de traçar a Mulher-Maravilha, o Super-Homem se preparou e mais rápido que um raio, entrou no quarto dela, fez o serviço e saiu. Ainda nua na cama e agora um pouco assustada, a Mulher Maravilha exclama:

— Nossa, o que foi isso?

— Não sei... mas minha bunda tá doendo pra cacete! — responde o Homem-Invisível.

125
84
41

Napoleão e Jesus

Três loucos se encontram no pátio do hospício.

— Muito prazer, eu sou Napoleão Bonaparte! — apresenta-se o primeiro.

— Muito prazer — diz o outro. — Eu sou Jesus, o filho de Deus!

E diz o terceiro:

— Deixa de ser mentiroso, rapaz! Eu não tenho filho deste tamanho!

202
167
35

Spa Eficiente

O cara era muito, muito gordo e descobriu um spa que garantia resultados realmente rápidos. Chegando lá, pediu informações sobre o preço:

— Bem, nós temos dois pacotes – explicou o gerente. – No primeiro, você paga cem reais e perde 10 quilos em dois dias. No segundo, o preço é maior: mil reais. Mas você perde 30 quilos no mesmo tempo.
Ele se decidiu pelo plano mais barato e foi para seu quarto desfazer as malas. De repente, entra em seu quarto uma loira maravilhosa que diz:

— Se você me pegar, você me come!

Ele saiu feito louco atrás da loira, correu pelo spa inteiro e nada de conseguir alcançá-la. Depois de meia hora correndo, descobriu que já tinha perdido 2 quilos! Ele pensou e concluiu que, se por cem reais tinham mandado um loira daquelas, imagine se pagasse os mil reais! Pensou mais um pouco e resolveu que valia a pena. Já pensou? Um morena, uma ruiva, depois outra loira... Pagou os mil reais e foi pro quarto esperar. Minutos depois, entra pela porta um negão, que vai logo avisando:

— Se eu te pegar, te como!

55
18
37

Cedo no Boteco

Oito da manhã e o garotão está no boteco, enchendo a cara. Até que passa um amigo dele pela rua.

— Que é isso, Duda? Tá louco? Logo de manhã enchendo a cara, cara?

— Pois é, mano... (hic) É que meu pai falou que minha vida tava toda do avesso! (hic) E falou que se eu não mudasse tudo (hic) radicalmente, ele ia cortar minha mesada!

— Não tô entendendo nada! — retruca o amigo.

— Eu tô fazendo o contrário do que eu fazia, cara! (hic) Agora bebo o dia todo e durmo de noite!

23
17
6

Sair de Casa

O filho estava louco pra sair de casa e o pai, não saía do pé dele.

— Pô, velho! — disse ele ao pai — Eu preciso de aventuras, emoção, mulheres... Não tenta me convencer a ficar!

E o pai respondeu:

— Mas quem está pedindo pra você ficar? Vamos juntos!

66
12
54

Mastigando o Copo

No bar do hospício, um louco toma um guanará atrás do outro, pensando que é cerveja. Depois de tomar, mastiga o copo, deixando apenas a parte de baixo. E assim faz várias vezes, deixando uma pilha de pés de copo em cima da mesa. Dois loucos que passavam por ali comentam:

— Olha ali, que cara mais pirado!

— É mesmo! Onde já se viu jogar fora justo o pé do copo, que é a parte mais gostosa?

39
32
7

Insônia pelas Dívidas

O sujeito chega no consultório do psiquiatra e desabafa:

— Doutor, preciso da sua ajuda! Acho que estou ficando louco! Já faz três noites que não consigo dormir de tanta preocupação!

— E qual o motivo de sua preocupação?

— Dinheiro, doutor!

— Ah! Mas é muito fácil. É só o senhor parar de pensar no assunto. Outro dia esteve aqui um camarada que também não conseguia dormir por causa das dívidas que tinha contraído com o tio. Falei pra ele que o tio é que deveria ficar preocupado, já que tinha dinheiro pra receber. Daí em diante, ele passou a dormir tranquilo!

— Pois é doutor, era o meu sobrinho!

39
28
11

Padre no Purgatório

Em uma movimentada tarde de sexta-feira, bem na hora do rush, uma perua de lotação atropela um pobre padre que atravessava a rua.

Duas pessoas morrem: o motorista da lotação e o padre e, dentro de alguns instantes, eles estão nas portas do céu.

— Pode entrar! — diz São Pedro, para o motorista de lotação.

— E eu? — pergunta o padre, indignado.

— Você vai ter que esperar alguns dias no purgatório — diz o porteiro do paraíso — Ainda vamos decidir se você vai entrar no céu ou não!

— Mas como assim? — diz o padre, fora de si — Eu passo a minha vida inteira rezando, indo à igreja todos os domingos, pregando o evangelho na minha paróquia e sou mandado pro purgatório?

— Enquanto este homem, motorista de lotação, que dirige feito louco nas ruas, chega no céu e vai logo entrando? Deve haver algum engano!

— Não há engano algum! — esclarece São Pedro — Acontece que agora, aqui no céu, nós estamos trabalhando com resultados, como vocês fazem na Terra...

— Resultados? E por acaso a vida deste homem trouxe mais resultados do que a minha vida de padre?

— Acompanhe meu raciocínio — diz São Pedro, muito paciente — Enquanto você rezava as suas missas, os fiéis dormiam, mas enquanto este homem dirigia a sua perua de lotação, as pessoas rezavam, fervorosas! Questão de resultado!

16
14
2

Pulando na Ilha

Um navio de passageiros está navegando numa boa em alto mar, quando de repente numa ilha, um homem barbudo pula que nem louco, grita, esperneia e não para um minuto de fazer gestos para a embarcação.

Um passageiro fica curioso e pergunta ao comandante do navio:

— Quem é aquela pessoa, comandante?

— Não tenho a menor idéia. A única coisa que eu sei é que todo ano quando a gente passa por aqui, ele fica louco desse jeito.

56
11
45

Papel-carbono

Ao chegar no hospício, o diretor se depara com o prédio cercado de policiais.

— O que está acontecendo aqui? — pergunta a um Tenente.

— É que um dos loucos fugiu!

— Qual deles?

— Um que dizia que era um papel-carbono!

— E por que tantos soldados para pegar um louco?!

— É que nós já prendemos três cópias, mas ainda estamos na pista do original!

85
67
18

Pílulas da Sabedoria

Numa visita rotineira, o diretor do hospício surpreende um dos pacientes entusiasmado com algumas pastilhas em um vidrinho.

— O que é isso? — pergunta, curioso.

— São as Pílulas da Sabedoria! — esclarece o louco.

— Pílulas da Sabedoria?

— Sim, você engole uma e começa a adivinhar...

— Onde você arranjou isso?

— Fui eu mesmo que inventei. Quer provar uma?

Curioso, o diretor pega uma, coloca na boca e mastiga.

— Mas isso é merda! — esbraveja ele, cuspindo.

— Viu? Já tá começando a fazer efeito...

65
6
59

Gosto por Salsinhas

O sujeito vai ao psicólogo e diz:

— Doutor! A minha mulher vive dizendo que eu sou louco só porque eu gosto de salsinhas!

— Mas isso não faz sentido! — responde ele — Eu também gosto de salsinhas!

— Legal! — exclama o paciente — Então vamos lá em casa ver a minha coleção! Eu já tenho mais de duzentas!

29
18
11

Homens no Guarda-Roupa

Dias antes do combinado, Teobaldo chega de viagem da Europa, louco de saudades da mulher, Suzana. Assim que entra no quarto, vai colocar a mala no guarda-roupas e se depara com seis homens, pelados.

— O que significa isso? — berra ele, para Suzana.

E um dos caras do guarda-roupa grita, mais nervoso ainda:

— Significa que tá na hora de o senhor comprar um guarda-roupas maior! Pô, já tô de saco cheio de ser encoxado!

50
32
18

Presentinho para o Juiz

O advogado recebe no escritório um cliente preocupado com seu processo:

— Doutor, se eu perder este caso, estou arruinado.

— Tudo só depende do juiz... -, diz o advogado.

— Se eu der um presentinho ao juiz, isto ajudaria?

— Não! Este juiz é muito ético e consciente. Se você o der um presente, isto irá prejudicá-lo! Nem pense nisto!

Passado algum tempo, sai a sentença: a favor do advogado.

O cliente procura o advogado e diz:

— Obrigado pela dica sobre o presentinho, funcionou!

— Mas como? Se você tivesse enviado o presente, teríamos perdido a causa!

— Mas eu mandei o presente... Foi por isso que ganhamos a causa!

— Você está louco? Como?

— Bem, eu mandei o presente. E dentro da caixa coloquei um cartão de visitas do nosso adversário.

81
56
25

Louco Engraçado

O sujeito era conhecido como o louco mais engraçado do hospício. Todos que estavam perto dele nunca paravam de rir. Certo dia, no pátio, os amigos dele o viram deitando no chão, rolando e quase se mijando de tanto gargalhar.

— Ei, amigo! — assiscou um dos colegas — Posso saber por que você está rindo tanto?

— É que eu acabei de me contar uma piada que eu ainda não conhecia!

17
9
8

Espingarda para o Marido

A mulher entra na loja de armas e pede ao atendente que a ajude a escolher uma boa espingarda.

— É para o seu marido? — pergunta o vendedor.

— É sim... — diz ela, discretamente.

— Ele disse de que calibre prefere? — torna o funcionário.

— Você tá louco? — diz a mulher — Ele nem sabe que vou matá-lo!

34
31
3

Touro Reprodutor

Ao perceber que o touro reprodutor do seu patrão está indisposto para reproduzir, o tratador vai até o veterinário e explica o problema. O doutor recomenda o medicamento:

— Carlos, encha esse tudo com esse pó branco. Depois é só colocar nas narinas do touro e soprar. Isso aqui é como se fosse um Viagra, só que em maiores proporções, pra fazer efeito em bicho grande! Você vai ver, amanhã o danado tá cheio de disposição. No dia seguinte o Calos volta ao consultório do veterinário.

— E então, Carlos? O remédio...

— Doutor, doutor! — interrompe o tratador, afoito — O senhor sabe onde tem um puteiro por aqui, doutor?

— Puteiro? — estranhou ele — Mas pra que puteiro, Carlos? Tá louco?

— É que ontem eu coloquei o pó no tubo, fui soprar no nariz do touro... E o filho da mãe soprou primeiro!