Piadas de Loucos

Três loucos vão fazer o exame mensal para ver se já podem receber alta.

O médico pergunta ao primeiro deles:

— Quanto é dois mais dois?

— 72 — responde ele.

O doutor balança a cabeça como quem diz "Esse não tem mais jeito" e virando-se para o segundo, repete a pergunta:

— Quanto é dois mais dois?

— Terça-feira — responde o segundo.

Desanimado, o médico vira-se para o terceiro louco:

— Quanto é dois mais dois?

— É quatro, doutor! — responde ele, com firmeza.

— Parabéns, você acertou! Como você chegou a essa conclusão?

— Foi fácil! Me baseei nas respostas dos meus amigos: 72 menos terça-feira dá 4!

46
25
21

Bush vai visitar um hospício e é recepcionado por uma comissão de pacientes.

— Viva o Presidente! Viva o Presidente! — gritavam eles, entusiasmados.

Ao ver um dos componentes da turma calado, um dos assessores do prefeito abordou-o e perguntou:

— E você, por que não está gritando: "Viva o Presidente"?

— Porque eu não sou louco, sou médico!

45
36
9

O sujeito, um conhecido empresário, vai ao banco e fala com o gerente:

— Seu gerente, eu preciso urgente de um empréstimo de trinta Reais!

— Trinta Reais? — o gerente se surpreende — Ok, o crédito está concedido, sem problemas!

— E quais garantias devo apresentar? — o empresário pergunta.

— Garantias? — pergunta o gerente, perplexo. — Imagina, para esse valor não precisa de nenhuma garantia!

— Eu não posso aceitar! — exclama o empresário — Eu deixarei meu carro como garantia!

Após uma breve discussão, o gerente, com receio de magoar o importante cliente, aceita. À tarde, o empresário conta o episódio para um amigo.

— Mas você ficou louco? — o amigo se revolta — Onde já se viu, dar um carro em garantia por tão pouco dinheiro!

— Acontece que eu vou viajar e ficar fora por três meses — o empresário explica.

— Onde é que eu vou conseguir estacionar o carro por tão pouco dinheiro?

7
3
4

O guarda de trânsito para um carro onde o motorista é um cachorro e o passageiro, um homem.

— Você é louco? — pergunta o guarda ao homem, nervoso — Como é que deixa um cachorro dirigir um automóvel?

— Não tenho nada com isso — responde o homem — Ele só tá dando uma carona pra mim!

9
1
8

Ricardo está no bar, tomando uma cervejinha e jogando baralho com os amigos quando de repente um mendigo, todo maltrapilho, com a barba enorme, vem falar com ele:

— Cara, por favor... Me paga um café!

— Claro! — diz Ricardo, muito bondoso — Quer uma cerveja também?

— Não, obrigado... Eu não bebo! Só quero o café mesmo!

— Então senta aí! — insiste Ricardo — Vamos jogar baralho com a gente!

— Eu também não jogo — diz o mendigo — Só quero o cafezinho mesmo!

— Então pega um cigarro aqui, cara!

— Eu também não fumo... Só quero o cafezinho!

— Já sei! — diz Ricardo — Vamos dar um pulinho lá em casa! É aqui pertinho! Aí a gente toma o café da minha mulher, que é uma delícia!

— Isso eu aceito! — diz o mendigo, sorrindo.

Chegando em casa, Ricardo toma uma bronca:

— Por que você trouxe esse mendigo aqui? Você é louco?

— Só pra te mostrar como fica um homem que não bebe, não joga e não fuma!

23
18
5

O carro percorre uma rua inteira na contramão, em alta velocidade.

Até que um guarda finalmente consegue pará-lo:

— O senhor está louco? Aonde pensa que está indo? — gritou o guarda, pondo a mão no três oitão.

O motorista, mais mamado que peito de mãe de trigêmeos, respondeu:

— Pra falar a verdade eu não sei... Mas tenho certeza de que tô atrasado, porque todo mundo já tá voltando!

25
22
3

O português estava dirigindo um caminhão na Via Dutra de repente ele ouve um alerta no rádio:

— Atenção, senhores motoristas que estão trafegando pela BR-116. Muito cuidado no trecho entre os quilômetros 217 e 258, tem um louco dirigindo um caminhão na contra-mão!

E o português:

— Um não, vários!

61
47
14

O cara estava na praça de lazer do shopping, esperando por uma menina que conheceu na Internet. Preocupado em ter levado um bolo virtual, ele vira pra uma loira que estava sentada ao lado e pergunta:

— Ei, garota! Você tem horas?

E a loira:

— Não vem não! Sei que você está louco pra puxar conversa comigo, mas não vou te dizer que sou uma mulher completamente descomprometida, que moro na Rua das Flores número 25, e que meu telefone é 5569-6969! Repetindo 5569-6969!

13
2
11

Um caminhoneiro, no meio de uma longa viagem, para no restaurante Frangoso, o seu predileto, louco de vontade de comer uma boa galinha caipira. Entre as opções do menu ele encontra todos os tipos de galinha, mas chama o garçom e ordena:

— Quero a boa e velha galinha caipira ensopada! Mas antes eu quero ver a galinha!

O garçom vai até a cozinha, pega uma galinha e traz até a mesa. O motorista enfia o dedo no orifício de saída dos ovos da galinha, esfrega os dedos, cheira e diz, convicto:

— Negativo! Esta não é galinha caipira. Esta é da granja Três Irmãos! Quero comer galinha caipira!

O garçom traz outra galinha e o motorista repete o procedimento e, mais uma vez, protesta:

— De jeito nenhum! Esta não é galinha caipira. É do sítio Estrela Azul, em Bragança Paulista.

O garçom novamente traz outra galinha e mais uma vez o motorista cheira os dedos, pensa um pouco e diz:

— Ah, agora sim! Essa é a verdadeira galinha caipira! Pode mandar fazer...

O garçom volta para a cozinha para mandar preparar a galinha do freguês quando um bêbado que estava esparramado na mesa ao lado se levanta, vai até a mesa do motorista, baixa as calças e implora:

— Meu amigo, esqueci onde moro. Dá para o senhor ver meu endereço?

64
60
4

Quando Deus criou Adão e Eva disse aos dois:

— Só tenho dois presentes para vocês:

Um é a arte de fazer xixi em pé e...

— Eu! Eu! Eu! Eu quero, por favor... Senhor, por favor, por favor, sim? — interrompeu Adão.

— Me facilitaria muito a vida! Por favor, por favor!

Eva concordou e disse que essas coisas não tinham importância para ela. E Deus presenteou Adão.

Adão gritava de alegria, corria pelo jardim do Éden, fazia xixi em todas as árvores, corria pela praia fazendo desenhos com seu xixi na areia. Deus e Eva contemplavam ao homem louco de felicidade, até que Eva pergunta à Deus:

— E qual é o outro presente?

Deus respondeu:

— Cérebro!

113
89
24

Os loucos resolveram jogar uma partida de futebol. Detalhe: sem bola. Ficaram correndo, chutando e comemorando os gols durante horas, mas um deles se recusou a participar do jogo. Isso chamou a atenção do diretor do hospício, que foi falar com ele:

— Ei, rapaz. Por que você não vai jogar futebol com os seus amigos?

— Eu não! — respondeu ele — Não sou louco!

Sensibilizado com a resposta, o diretor resolveu dar alta para o rapaz. Com certeza ele não estava louco. Depois de liberar o louco para que ele voltasse para sua casa, o diretor voltou até o pátio para falar com os internos:

— E aí, quanto está o jogo?

— Cinco a zero pra geeeeente! — gritou um louco, babando.

— E o amigo de vocês, não quis participar do jogo por quê?

— Ah, ele é bobo! — disse outro — Disse que não joga com bola murcha!

41
30
11

Depois de uma festa, o cara leva a namorada de volta pra casa. Ela morava em uma rua bem tranqüila e ele teve uma idéia genial. Apoiou a mão no muro e pediu, com voz bem melosa:

— Amorzinho... só pra fechar a noite com chave de ouro, faz um boquete rapidinho!

— O quê? Na frente da minha casa? Você tá louco?

— Ah, lindinha... Tá todo mundo dormindo...

— E se algum vizinho estiver acordado?

— Ah, olha só, amor... Tá tudo escuro... Não tem ninguém na rua! Faz um boquete, faz... Não vamos perder essa oportunidade!

Ela já estava quase concordando quando de repente sua irmã aparece no portão, de pijama.

— Carolzinha! — diz a namorada, assustada — O que você está fazendo acordada?

— O papai falou pra eu pedir pra você fazer logo esse boquete ou, se você não quiser, para eu fazer, mas, por favor, pede pro seu namorado tirar a mão do interfone que a gente quer dormir!

81
76
5

Aquele louco varrido estava numa cama da enfermaria do hospício, deitado de costas, cantando:

— Aquela nuvem que passa... sou eu... Aquela nuvem que passa... sou eu...

Logo entra um enfermeiro, bruscamente vira-o de bruços e lhe aplica uma enorme injeção na bunda.

Imediatamente, o louco começa a cantar outra música:

— Ai, ai, Johnny... ai, ai, Alfredo... quem é da nossa gangue não tem medo!

Ao ouvir isso, o seu vizinho comenta:

— Gostei mais do lado A!

26
1
25