Piadas de Mãe

395
244
151

Sem Calcinha na Missa

A mocinha foi à missa usando uma minúscula mini saia e sem calcinha. Sentou-se na primeira fila. O padre celebrou toda a missa vendo aquela jovem. Ao final da celebração, ele a chamou em particular e disse:

- Minha filha, como é que você faz uma coisa dessas?

- Aqui é casa de oração e respeito, como é que você vem pra cá usando uma mini saia tão curta e ainda sem calcinha?

A mocinha, então respondeu:

- Sabe, padre, eu queria muito vir assistir à missa e como sou pobre e não tenho dinheiro pra comprar calcinha, eu vim assim mesmo.

O padre pegou a carteira, tirou uma nota de cem reais, deu para a moça e disse:

- Toma aqui, compre umas calcinhas para você!

Chegando em casa, a moça contou para a mãe o que tinha acontecido e que o padre havia lhe dado cem reais. A mãe então resolveu fazer a mesma coisa pra ver se também ganhava um dinheiro. Na semana seguinte, lá foi ela usando mini saia e sem calcinha para a missa do mesmo padre e sentou-se na primeira fila. Ao terminar a celebração o padre a chamou em particular e a repreendeu:

- Minha senhora, como é que você faz uma coisa dessas?

- Aqui é casa de oração e respeito, como é que você vem pra cá usando uma mini saia tão curta e ainda sem calcinha?

Ela respondeu:

- Sabe, padre, eu queria muito vir assistir à missa e como sou pobre e não tenho dinheiro pra comprar calcinha, eu vim assim mesmo.

O padre pegou a carteira, tirou uma nota de dois reais, deu para a senhora e disse:

- Tome aqui, compre um aparelho de barbear que a senhora está precisando.

223
94
129

De Onde Vêm Os Bebês

A mãe está na cozinha fazendo o jantar para sua família, quando sua filha pergunta:

- Mãe, de onde vêm os bebês?

A mãe pensa por alguns segundos e diz:

- Bem, querida, mamãe e papai se apaixonam e se casam. Uma noite, eles vão para o quarto, se beijam, se abraçam, e têm relações sexuais.

A filha olha intrigada, e a mãe continua:

- Isso significa que o papai coloca o pênis dele na vagina da mamãe. É assim que se ganha um bebê, querida.

A criança parece compreender, mas questiona:

- Ah, entendo, mas na outra noite, quando cheguei no seu quarto, vi que o pênis do papai estava na sua boca. O que se ganha quando você faz isso?

- Jóias, minha querida. Jóias.

191
83
108

Dilema do Bezerro

Um português tinha uma vaca e outro tinha um boi, quando um chegou perto do outro e disse:

- Olha cá sabes tu, eu tenho este boi, mas o meu boi parece até veado, parece um boi veado, fica sentado o dia inteiro e não me faz nada...

O outro diz:

- Esta vaca também...então vamos cruzar, e a produção nós dividimos, esta baim?

- Esta baim!

Cruzaram e nasceu um bezerro. O dono do boi disse:

- Anda cá, sabes tú que o bezerro é meu hã, é sim porque tua vaca sem meu boi nada fazia.

O outro retrucou:

- Não senhore o bezerro é meu, porque o teu boi sem minha vaca.

Ficaram naquela discussão e ao fim foram para o distrito. O delegado lá estava, e o português perguntou:

- Anda cá senhor doutor, olha, o senhor é uma vaca e eu sou um boi. Se eu trepo no senhor e nasce um bezerro, de quem é?

O delegado responde:

- É da puta que te pariu!

O português se virou pro outro e diz:

- Estais a ver, não é meu e nem teu, é da minha mãe!

529
397
132

Golpe do Taxista

Três bêbados entram em um táxi, e o taxista percebendo o nível de embriaguez dos rapazes, decide aplicar um golpe.

Liga o motor, desliga o motor e diz:

- Chegamos!

Os três bêbados descem. O primeiro paga, o segundo agradece e o terceiro lhe dá um soco na cara. O taxista achando que foi descoberto, pergunta:

- Por que me bateu?

E o bêbado grita:

- Seu filho da mãe, quase nos mata com tanta velocidade!

271
-423
694

Joãozinho Brincando de Médico

Uma mulher de 10 anos traz Johnny casa e diz a sua mãe que ela o pegou jogando Médicos e Enfermeiros com sua filha de 10 anos, Mary.
A mãe de Johnny diz: "Não vamos ser muito duros com eles, eles são obrigados a ter curiosidade sobre o sexo nessa idade."
'Curioso sobre o sexo? Ele a levou porra apêndice para fora! '

Uma mulher leva Joãozinho para casa e diz para a mãe dele que pegou ele brincando de médico com sua filha de 10 anos. A mãe de Joãozinho tenta acalmar a outra mãe:

- Não vamos ser tão duras com eles. Eles estão entrando na idade de começar a ficar curiosos sobre sexo.

A outra mãe exclama:

- Curioso sobre sexo? Ele retirou o apêndice dela!

1493
919
574

Refeição do Garoto Cego

Um menino cego está no seu quarto e sua mãe chega com um prato de sopa. Já irritada pelas outras vezes em que o garoto derrubou a refeição, a mãe ameaça o garoto:

- Se você derramar de novo, vai ver uma coisa!

Logo em seguida o garoto derruba a sopa e com um olhar triste ele diz para a mãe:

- Mãe, não tá funcionando!

321
56
265

Não É Mais Virgem

A família jantava tranquila quando, de repente, a filha de 11 anos comenta:

— Tenho uma má notícia... Não sou mais Virgem! Sou uma vaca! — E começa a chorar, visivelmente alterada, com as mãos no rosto e um ar de vergonha. Silêncio sepulcral na mesa.

De repente, começam as acusações mútuas:

— Isto é por você ser como é! — marido dirigindo-se à mulher — Por se vestir como uma puta barata e se arreganhar para o primeiro imbecil que chega aqui em casa. Claro que isso tinha que ocorrer, com este exemplo que a menina vê todo dia! E você — pai apontando para a outra filha de 19 anos — que fica se agarrando no sofá e lambendo aquele palhaço do teu namorado que tem jeito de viado. Tudo na frente da menina!

A mãe não aguenta mais e revida, gritando:

— E quem é o idiota que gasta metade do salário com as putas e se despede delas na porta de casa? Pensa que eu e as meninas somos cegas? E além disso,que exemplo você pode dar se, desde que assinou esta maldita TV a cabo, passa todos os finais de semana assistindo a pornôs de quinta categoria?

Desconsolada e à beira de um colapso, a mãe, com os olhos cheios de lágrimas e a voz trêmula, pega ternamente na mão da filhinha e pergunta baixinho:

­— Como foi que isso aconteceu, minha filha?

E, entre soluços, a menina responde:

— A professora me tirou do presépio! A Virgem agora é a Vanessa, eu vou fazer a vaquinha.

939
522
417

Pergunta Sobre Deus

A professora perguntou aos alunos:

— Pedrinho, onde Deus está?

— No céu.

— Muito bem.

Depois a professora perguntou à Mariazinha:

— Mariazinha, onde Deus está?

— No nosso coração e no céu.

— Muito bem.

— Joãozinho, onde Deus está?

— No banheiro.

— No banheiro?

— É que eu estava tomando banho e minha mãe disse: "Meu Deus, você ainda está no banheiro!"

472
250
222

Preguiça Escolar

De manhã, a mãe bate na porta do quarto do filho:

— Filho acorda!

— Hoje não vou a escola! E não vou por três motivos: estou morto de sono, detesto aquele colégio e não aguento mais os professores.

— Mas você tem que ir, filho! E por três motivos: você tem um dever a cumprir, já tem 45 anos e é o diretor do colégio.

82
-64
146

Enrolando a Mãe

O garotinho Pepê, sai correndo do banheiro e vai até a cozinha onde sua mãe esta fazendo o almoço. Enrola o dedinho no avental da mãe e vai dizendo:

— Mamãe, será que não dava...

Enrola mais um dedo:

— Pra senhora comprar...

E rola mais outro dedo:

— Um papel higiênico...

Acaba enrolando a mão toda e conclui:

— Mais resistente?

79
-20
99

Filho Curioso

O filho queria tomar banho com a mãe, para isso ele insistiu até ela deixar. Já no banho ele pergunta:

— Mãe, o que é isso?

Por ele ser muito novo ela responde:

— Ora, isso é uma garagem meu filho.

Dias depois o menino pede para tomar banho com o pai, insistiu até ele deixar. No banho ele perguntou novamente:

— Pai, o que é isso?

Pelo mesmo motivo de idade o pai responde:

— Ora, isso é um carrinho meu filho.

No dia seguinte o pai e a mãe pegam o filho transando no banheiro e perguntam furiosos:

— O que você está fazendo moleque?

Ele responde:

— Ora, to guardando meu carrinho na garagem.

261
120
141

O Trato Pelo Tapete

Uma loira estonteante, de 20 aninhos, olhos azuis e um corpo perfeito estava andando pela rua quando viu um tapete lindo em uma vitrine.

— Quanto é? — ela perguntou ao vendedor.

— São 500 reais!

— Ai, moço... Eu só tenho 300! Você me vende por 300?

Depois de pensar um pouco, o vendedor disse:

— Se você me der o cu em cima desse tapete, você pode levar até de graça! Mas tem uma condição: não pode peidar!

A loira aceitou, o vendedor trancou a loja e o abaixou as calças.

— Meu Deus! — gritou a loira, abismada com o tamanho do membro do rapaz, que quase batia no joelho.

Mas como já estava tudo combinado, ele subiu em cima da loira e, quando deu a primeira encostadinha ela gemeu, suspirou e... peidou.

Voltou pra casa aos prantos e contou a história para a mãe.

— O quê? — gritou a mãe, assustada — Eu vou lá resolver isso! Vou trazer esse tapete, é uma questão de honra!

Já na loja, a mamãe corajosa agüentou bem por cerca de dez segundos, depois prendeu a respiração, mordeu os lábios e... peidou.

Chegou em casa xingando o desgraçado, indignada e contou o fracasso pra filha. A avó da loira, que ouviu a história, se intrometeu:

— Esse é um problema pra eu resolver! É uma questão de tradição de família! — e correu para a loja.

Depois de uma hora, ela volta com o tapete enrolado no ombro. A mãe e a filha fizeram a maior festa, abraçaram a velha, pularam e perguntaram como ela tinha conseguido se segurar diante daquele fenômeno.

— Mas quem foi que disse que eu consegui — disse a vovó — Eu caguei o tapete inteiro! Só estou trazendo ele pra lavar...

303
141
162

Só Depois da Lição de Casa

Joãozinho chega da escola, faz seu dever de casa com pressa e sai para brincar. Sua mãe, ao ver o menino no quintal à toa, logo vai questioná-lo a respeito das tarefas.

— Joãozinho, você ja fez a lição?

— Fiz sim, está tudo pronto!

— Mas você mal chegou da escola. Como conseguiu terminar tão rápido?

— Ah, mamãe, estava muito fácil. Foi moleza.

A mãe, desconfiada, continua:

— Mesmo assim, meu filho. É importante fazer tudo com bastante atenção. Você sabia que a pressa é inimiga da perfeição?

E ele responde:

— Ah, eu não tenho nada a ver com isso! Elas que façam as pazes!

83
5
78

O Cachorro e o Coelho

Eram dois vizinhos. O primeiro vizinho comprou um coelhinho para os filhos. Os filhos do outro vizinho pediram um bicho para o pai. O homem comprou um pastor alemão.

Papo de vizinho:

— Mas ele vai comer o meu coelho.

— De jeito nenhum. Imagina. O meu pastor é filhote. Vão crescer juntos, pegar amizade. Entendo de bicho. Problema nenhum.

E parece que o dono do cachorro tinha razão. Juntos cresceram e amigos ficaram. Era normal ver o coelho no quintal do cachorro e vice-versa. As crianças, felizes.

Eis que o dono do coelho foi passar o final de semana na praia com a família e o coelho ficou sozinho. Isso na sexta-feira.

No domingo, de tardinha, o dono do cachorro e a família tomavam um lanche, quando entra o pastor alemão na cozinha. Pasmo. Trazia o coelho entre os dentes, todo imundo, arrebentado, sujo de terra e, claro, morto.

— O vizinho estava certo. E agora?

— E agora eu quero ver!

A primeira providência foi bater no cachorro, escorraçar o animal, para ver se ele aprendia um mínimo de civilidade e boa vizinhança. Claro, só podia dar nisso. Mais algumas horas e os vizinhos iam chegar. E agora? Todos se olhavam. O cachorro chorando lá fora, lambendo as pancadas.

— Já pensaram como vão ficar as crianças?

— Cala a boca! Não se sabe exatamente de quem foi a idéia, mas era infalível.

— Vamos dar um banho no coelho, deixar ele bem limpinho, depois a gente seca com o secador da sua mãe e o colocamos na casinha dele no quintal.

Como o coelho não estava muito estraçalhado, assim fizeram. Até perfume colocaram no falecido. Ficou lindo, parecia vivo, diziam as crianças. E lá foi colocado, com as perninhas cruzadas, como convém a um coelho cardíaco. Umas três horas depois eles ouvem a vizinhança chegar. Notam os gritos das crianças. Descobriram! Não deram cinco minutos e o dono do coelho veio bater à porta. Branco, assustado. Parecia que tinha visto um fantasma.

— O que foi? Que cara é essa?

— O coelho... O coelho...

— O que que tem o coelho?

— Morreu!

— Morreu? Ainda hoje à tarde parecia tão bem...

— Morreu na sexta-feira!

123
77
46

Mineirinho no Shopping

Um minerinho de 15 anos de idade e seu pai entraram em um shopping pela primeira vez. Eles ficaram impressionados com quase tudo o que viram, mas especialmente por duas brilhantes paredes de prata que poderiam abrir e fechar. O menino perguntou:

— Ô que é isso, pai?

O pai, respondeu:

— Ô meu fi, nunca vi nada parecido com isso na minha vida, sei o que é não.

Enquanto os dois estavam assistindo com perplexidade, uma senhora idosa, chegou perto das portas e apertou um botão. As portas se abriram e a senhora passou entre elas e entrou em um quarto pequeno. As portas fecharam e o menino e seu pai observavam o pequeno número acima das portas acender sequencialmente. Eles continuaram a assistir, até que chegou o último número. E depois os números começaram voltar na ordem inversa. Finalmente, as portas se abriram novamente e uma linda loira de mais ou menos 24 anos, saiu do quartinho. O pai, sem tirar os olhos da moça, disse ao seu filho:

— Vái buscá sua mãe agora!

56
39
17

Pedido da Velhinha

Eu estava fazendo compras em um supermercado e uma velhinha me seguia pelas gôndolas empurrando seu carrinho e sempre sorrindo. Eu parava para pegar algum produto, ela parava e sorria: uma graça a velhinha! Já na fila do caixa, ela estava na minha frente com seu carrinho abarrotado, sorrindo:

— Espero não tê-lo incomodado, mas você se parece muito com meu falecido filho...

Com um nó na garganta, respondi não haver problema, tudo estava bem.

— Posso lhe pedir algo incomum? disse-me a senhora idosa.

— Sim. Se eu puder lhe ajudar...

— Você pode se despedir de mim dizendo "Tchau, mamãe, nos vemos depois"? Assim dizia meu filho querido... ficarei muito feliz!

— Claro senhora, não há nenhum problema, disse eu para alegria da velhinha.

A velhinha passou suas compras pela caixa registradora, empurrou o carrinho cheio com certa dificuldade, se voltou sorrindo e, agitando sua mão, disse:

— Tchau meu filho...

Cheio de amor e ternura, lhe respondi efusivamente:

— Tchau mamãe, nos vemos depois?

— Sim... nos vemos depois querido!

Contente e satisfeito com o pouco de alegria dado à velhinha, passei minhas compras.

— R$ 688,00, disse a moça do caixa.

— Tá louca? Um sabonete, duas pilhas e um desodorante ?

— Mas as compras da sua mãe...ela disse que você pagaria!

— Velhinha filha da puta!

123
96
27

Ligação Para o Pai

Uma mãe pede ao filho que ligue para o celular do pai:

— Filho, diga que o jantar sairá em uma hora.

— Pode deixar, mamãe.

— E aí? O que ele disse? Já vem?

— Já liguei três vezes, mãe.

— E ele não atendeu?

— Atendeu. Mas sempre quem fala é uma mulher.

— O quê? Deixa comigo. Ele vai ver quando chegar em casa.

Quando o pai aparece em casa, a mulher começa a gritar:

— Vem cá, filho! Conta o que a mulher disse para você no telefone!

— Ela disse: "O número para o qual você ligou encontra-se desligado ou fora de área de cobertura."

54
-1
55

Jogando Praga

Uma senhora pobre, foi a uma festa de macumba. Chegando lá tinha baixado um espirito na mãe-de-santo, e ele pediu a essa senhora:

— Me traga uma garrafa com champanhe pra mim.

E a senhora respondeu:

— Ora eu não compro champanhe pra mim, vou comprar pra você?

E a mãe-de-santo:

— Então vou te jogar uma praga. Você vai ter dor de dente 3 dias e 3 noites seguidos.

E a senhora dando muita risada tirou as dentaduras da boca e disse:

— Você vai jogar a praga na dentadura de cima ou na de baixo.

26
-14
40

Tratamento Diferenciado

O rapaz, excelente funcionário de uma lojinha pequena, reclama com o patrão:

— Seu Osvaldo, o senhor me desculpe, mas assim não dá! Somos eu e o Jonas para cuidar da loja. Só que eutrabalho que nem um louco, enquanto ele fica lendo o jornal o ia inteiro. Além do mais, ele ganha o dobro do que eu!

— O Jonas é meu filho! — protesta o dono da loja.

Indignado, o rapaz responde:

— Sim... e qual a diferença?

Calmamente, o patrão diz:

— É simples. A diferença é que a sua mãe não me põe para dormir no sofá se você trabalhar demais.