Mão da Filha

38
30
8

O sujeito vai jantar na casa da namorada. Assim que a refeição é terminada e os pratos são retirados da mesa, ele vira-se para o pai da moça e diz:

— Senhor Gustavo, eu gostaria de pedir a boceta da sua filha em casamento?

Pigarros, tosses, risadinhas e o senhor Gustavo, extremamente cavalheiro, tenta consertar:

— O senhor quer dizer a mão da minha filha?

— Não, senhor Gustavo, eu quero dizer a boceta mesmo, porque de punheta eu já estou com o saco cheio!