Meia-Irmã

16
13
3

Apaixonado, o rapaz anuncia ao seu pai que vai se casar.

— Que ótimo, meu filho! — entusiasma-se o pai. — Quem é a felizarda?

— É a Jéssica, papai... Filha do seu amigo Alfredo.

— Fi... filha do Alfredo? — gaguejou o pai, estupefato. — Mas você não pode se casar com esta moça!

— Por que não?

— Sabe o que é? É que logo que eu casei com a sua mãe, toda vez que o Alfredo viajava, a sua mulher dormia aqui em casa e uma vez... bem, você sabe o que aconteceu, né?

— Quer dizer que a Jéssica é minha irmã?

O pai confirma com a cabeça e o rapaz se tranca no quarto chorando, desesperado.

Pouco depois, a sua mãe vai consolá-lo:

— O que houve, meu filho?

— É que o papai me contou que não posso me casar com a Jéssica...

— Que bobagem, meu filho! Claro que você pode se casar com ela.

— Mas ela é minha irmã!

— Sabe o que é? É que logo que me casei com o seu pai, todas as vezes que ele viajava, eu ia dormir na casa do Alfredo...