Mendigo Ingrato

56
36
20

O delegado já vai chegando na cela dando tapas na orelha de um mendigo que havia acabado de ser preso.

— Além de vagabundo é ingrato, né, malandro?

— De jeito nenhum, doutor! — Disse o pobre coitado, protegendo a cabeça com as mãos.

— Como não? Várias pessoas que estavam na rua viram a cena! Você bateu na porta de uma senhora, pediu comida, ela lhe deu um pão e você, ao invés de agradecer, esperou ela entrar em casa e quebrou a vidraça da cidadã caridosa com uma pedra!

— Não era pedra! — disse o mendigo, indignado — Era o pão que eu ganhei daquela muquirana de uma figa!