Piadas de Mendigo

Ricardo está no bar, tomando uma cervejinha e jogando baralho com os amigos quando de repente um mendigo, todo maltrapilho, com a barba enorme, vem falar com ele:

— Cara, por favor... Me paga um café!

— Claro! — diz Ricardo, muito bondoso — Quer uma cerveja também?

— Não, obrigado... Eu não bebo! Só quero o café mesmo!

— Então senta aí! — insiste Ricardo — Vamos jogar baralho com a gente!

— Eu também não jogo — diz o mendigo — Só quero o cafezinho mesmo!

— Então pega um cigarro aqui, cara!

— Eu também não fumo... Só quero o cafezinho!

— Já sei! — diz Ricardo — Vamos dar um pulinho lá em casa! É aqui pertinho! Aí a gente toma o café da minha mulher, que é uma delícia!

— Isso eu aceito! — diz o mendigo, sorrindo.

Chegando em casa, Ricardo toma uma bronca:

— Por que você trouxe esse mendigo aqui? Você é louco?

— Só pra te mostrar como fica um homem que não bebe, não joga e não fuma!

27
21
6

Primeiro dia de aula na faculdade de medicina. Diz o professor:

— Para se tornar um bom médico é preciso de dois requisitos imprescindíveis: ser um excelente observador e nunca sentir nojo de nenhum paciente.

Dizendo isso, conduziu os alunos até a sala de autópsia, descobriu o cadáver nu de um mendigo sobre uma mesa e ordenou:

— Agora, vamos fazer um teste! Façam exatamente o que eu fizer!

Em seguida, enfiou um dedo no ânus do cadáver e imediatamente levou-o à boca. Fazendo um esforço sobrenatural para disfarçar a cara de nojo, os alunos repetiram o gesto do professor.

— Muito bem! — disse, ao final, o professor. — No teste de nojo vocês passaram, mas no de observação todos falharam, pois ninguém percebeu que eu enfiei o dedo indicador e lambi o dedo médio!

28
13
15