Os Vigaristas

Morte por Justa Causa

126
100
26

São Pedro estava selecionando a entrada das pessoas ao céu e só entrava quem tivesse uma morte por justa causa. Enquanto isso na Terra:

Zé chega em casa preocupado, desconfiando que sua mulher esta lhe traindo. Vai até a área de serviço e vê um homem dependurado na varanda. Pisa sobre suas mãos fazendo com que o coitado caia, do 10º andar do prédio. Olha o homem estirado no chão, mas, não contente com o feito, arrasta a sua geladeira até a varanda e empurra a mesma fazendo com que ela caísse sobre o tal... Por fim se mata. Neste momento no céu chega Zé.

São Pedro pergunta:

— Como você morreu?

— Bem desconfiei que a minha mulher estava me traindo, e ao chegar em casa peguei o vagabundo dependurado na lavanderia. Derrubei-o. Após cair o vagabundo ainda teve coragem de levantar os braços, dizendo:

— O meu é maior que o seu!

Após isso joguei nossa geladeira por cima do mesmo.

São Pedro disse:

— Entre.

Neste instante entra outro.

São Pedro:

— E você senhor como morreu?

— Bem eu estava limpando as vidraças do prédio onde trabalho, e por acidente me desprendi de meus equipamentos de segurança e fui despencando prédio abaixo ate conseguir me segurar em uma mureta, na lavanderia de um "louco", que ao chegar e me ver ali, pisou sobre as minhas mão, me derrubando do 10º andar do prédio. Me "espatifei" sobre a calçada. Ao perceber que estava vivo, ergui minhas mãos ao céu, agradecendo a Deus. Mas, depois disso não vi mais nada, porque uma geladeira foi atirada em mim, pelo mesmo senhor que me derrubou.

São Pedro:

— Entre, entre!

Chega um homem pelado, e tremendo de frio.

São Pedro, pergunta:

— E você, como morreu, me conte?

— Ah... sei lá... eu estava dentro de uma geladeira.