O Poste

57
35
22

O bêbado estava parado diante de um poste, com a chave de casa na mão, tentando enfiar a chave numa fechadura imaginária. Nisso um sujeito que ia passando, ironiza:

— Acho que não tem ninguém em casa!

E o bêbado, com voz pastosa:

— Claro que tem... Tem uma luz acesa no andar de cima!