Os Vigaristas

Pedido da Velhinha

56
39
17

Eu estava fazendo compras em um supermercado e uma velhinha me seguia pelas gôndolas empurrando seu carrinho e sempre sorrindo. Eu parava para pegar algum produto, ela parava e sorria: uma graça a velhinha! Já na fila do caixa, ela estava na minha frente com seu carrinho abarrotado, sorrindo:

— Espero não tê-lo incomodado, mas você se parece muito com meu falecido filho...

Com um nó na garganta, respondi não haver problema, tudo estava bem.

— Posso lhe pedir algo incomum? disse-me a senhora idosa.

— Sim. Se eu puder lhe ajudar...

— Você pode se despedir de mim dizendo "Tchau, mamãe, nos vemos depois"? Assim dizia meu filho querido... ficarei muito feliz!

— Claro senhora, não há nenhum problema, disse eu para alegria da velhinha.

A velhinha passou suas compras pela caixa registradora, empurrou o carrinho cheio com certa dificuldade, se voltou sorrindo e, agitando sua mão, disse:

— Tchau meu filho...

Cheio de amor e ternura, lhe respondi efusivamente:

— Tchau mamãe, nos vemos depois?

— Sim... nos vemos depois querido!

Contente e satisfeito com o pouco de alegria dado à velhinha, passei minhas compras.

— R$ 688,00, disse a moça do caixa.

— Tá louca? Um sabonete, duas pilhas e um desodorante ?

— Mas as compras da sua mãe...ela disse que você pagaria!

— Velhinha filha da puta!