Piadas de Polícia

Um bêbado chega na delegacia e o delegado pergunta:

- Você também estava na confusão?

E o bêbado responde:

Não, senhor!

E o delegado pergunta:

- Então por que você está aqui?

O bêbado responde:

- Os policiais chegaram e gritaram: "Cana pra todo mundo". Então eu vim.

605
357
248

O italiano passeava tranquilo com sua Ferrari, pelas estradas de Portugal, rodando a mais ou menos 120 km/h, embora as placas indicassem que o limite era 100. Um guarda rodoviário a bordo de uma moto emparelha e faz sinal para que ele encoste. Mas o italiano resolve se divertir e puxa uma segunda, pisa fundo e some, deixando o guarda para trás.

Quilômetros à frente, o italiano encontra um enorme bloqueio policial e é obrigado a parar. Logo um guarda de arma punho aparece e dá voz de prisão:

- O senhor está preso por ter matado um guarda lá atrás.

- Mas como? Eu apenas fugi de seu colega!

- Sim mas fugiu tão rápido que ele desceu da moto, pensando que ela tinha parado.

127
-33
160

O advogado estava viajando de carro pela BR, um tatu foi atravessar na frente do carro e o motorista parou e pegou o tatu. Colocou no porta malas e seguiu viagem. Pouco na frente uma blitz da polícia federal o parou. Pediram os documentos, pediram pra ele descer do carro e abrir o porta-malas. Lá dentro o policial vê o tatu e fala:

- Rapaz, você é louco. Esse animal é selvagem, isso vai te dar cadeia. Se eu chamar a polícia ambiental você está frito.

O advogado explica:

- Bem capaz, esse tatu é meu. De estimação. Está comigo desde novinho. Se você soltar ele no chão eu dou dois assobios e ele volta e fica do meu lado. Ele é treinado.

O policial diz:

- Não acredito nessa sua história.

- Então solte ele pra você ver, - diz o advogado.

O policial pega o tatu, solta ele no chão e o tatu corre pro mato. O policial então pede pro advogado:

- Agora chame o tatu de volta.

E o advogado pergunta:

- Que tatu?

438
322
116

Dois policiais estavam fazendo ronda pela cidade quando encontram um bêbado. Um dos polícias diz:

- Mãos para cima!

E o bêbado completa:

- Cintura solta, dá meia volta, dança Kuduro!

Os policiais sem entender nada colocam o bêbado na viatura e o bêbado continua:

- Agora eu fiquei doce igual rapadura, tô tirando onda na viatura!

Os policiais se olham e um deles pergunta:

- Quem é esse cara?

E o bêbado responde:

- Esse cara sou eu!

791
438
353

Um homem sem habilitação vinha em sua moto na BR de Cascavel rumo a Aparecida do Norte. Ele avistou ao longe uma blitz. Não tendo mais o que fazer, desceu da moto e foi empurrando. Quando chegou perto da blitz, o policial já ia fazer perguntas, mas ele foi logo dizendo:

- Seu policial, levei quatro anos juntando dinheiro para comprar esta moto e fiz a promessa de quando eu conseguisse comprar, eu sairia empurrando ela de Cascavel a Aparecida do Norte.

O policial, comovido, deixou ele seguir em frente. E ele foi se distanciando da blitz para montar de novo na moto, mas aí veio logo atrás dele uma viatura. Era o mesmo policial, e disse ao motoqueiro:

- Liguei para meu superior, contei sua historia. Ele se emocionou e exigiu que eu escoltasse você nessa promessa.

686
430
256

Eu tenho o sono muito leve e, numa noite dessas, notei que havia alguém andando sorrateiramente no quintal de casa. Levantei em silêncio e fiquei acompanhando os leves ruídos que vinham lá de fora, até ver uma silhueta passando pela janela do banheiro. Como minha casa era muito segura, com grades nas janelas e trancas internas nas portas, não fiquei muito preocupado. Mas era claro que eu não ia deixar um ladrão ali,espiando tranquilamente. Liguei baixinho para a polícia, informei a situação e o meu endereço. Perguntaram- me se o ladrão estava armado ou se já estava no interior da casa. Esclareci que não sabia e disseram-me que não havia nenhuma viatura por perto para ajudar, mas que iriam mandar alguém assim que fosse possível. 5 minutos depois liguei de novo e disse com a voz calma:

- Oi, eu liguei há pouco porque tinha alguém no meu quintal, estou retornando apenas para cancelar a viatura, já resolvi o problema. Eu já matei o ladrão com um tiro da escopeta calibre 12, que tenho guardada em casa para estas situações, o tiro fez um estrago danado no cara, também lancei uma granada no quintal, para ter certeza que não havia mais ninguém, a explosão arrancou as pernas e um braço do ladrão e ele esta agonizando no quintal agora. Só queria agradecer a atenção.

Passados menos de três minutos, estavam na rua 5 carros da polícia, um helicóptero, uma unidade do resgate e uma equipe de TV.

Ao chegarem, prenderam o ladrão em flagrante roubando o meu carro na garagem, e todos estavam surpresos por não ter encontrado uma cena de tragédia.
Um tenente se aproximou de mim e disse:

- Fui informado que havia matado o ladrão.

Eu respondi:

- Fui informado que não havia nenhuma viatura disponível...

624
470
154

A polícia chega na casa de uma velhinha e prende um tarado. Na delegacia, o delegado pergunta a velha:

- Quantos anos a senhora tem?

- 78.

- A senhora foi lutadora na vida?

- Sim, eu fui campeã de artes marciais quando era jovem.

O delegado em seu interrogatório continua.

- Puxa, ainda bem que nós conseguimos pegar esse maníaco, ele tava aterrorizando já faz um bom tempo. Ele por um acaso molestou a senhora?

- Sim doutor, ele me violentou por quase 3 horas, até você chegarem.

- Eu vejo que a senhora lutou bastante, ele tá todo machucado.

A velhinha olhou bem para o delegado e respondeu:

- É lógico, ele não queria.

385
228
157

Um homem vende sementes de maçãs na rua. Um policial chega e pergunta o que ele está fazendo.

- Estou vendendo sementes de maçã que fazem você ficar mais inteligente se comê-las.

- Sério? E elas realmente funcionam?

- Bem, o senhor pode comprar e ver por conta própria.

- Tudo bem, me dê 5 sementes.

- Está aqui, são 10 reais.

O policial deu o dinheiro ao homem, comeu a semente e 2 minutos depois disse:

- Espere aí, 10 reais por 5 sementes? Eu poderia comprar mais de 10 maçãs com esse valor e conseguir de 20 a 30 sementes.

- Viu? Já está fazendo efeito.

- Nossa, é verdade! Então me dá mais 5...

662
490
172

Eram dois amigos: "Cala Boca" e "Confusão". Um dia, Confusão se meteu em uma briga e foi levado pela polícia. Cala Boca foi então atrás do amigo. O delegado então perguntou:

- Quem é você?

- Cala Boca.

- Você me respeite! Sou uma autoridade. O que veio fazer aqui?

- Vim atrás de Confusão.

794
349
445

Polícia conversando no rádio:

- Sargento, chegamos no local do crime.

- Passe o relatório...

- Uma mulher matou o marido. Foram 35 facadas, dois tiros, depois de asfixiar e decapitá-lo e, por fim, o queimou corpo...

- Nossa, qual foi o motivo do crime?

- Ele pisou onde ela estava passando o pano...

- E conseguiram capturar a mulher?

- Não, Sargento, estamos esperando o piso secar!

1808
1452
356

Joãozinho foi preso. Na delegacia ele disse:

- Ou vocês me soltam ou vou chamar meu irmão da assembleia de Brasília, minha irmã promotora e meu pai procurador.

Então ele foi solto. Quando já estava no portão, um policial perguntou:

- Joãozinho, me explica essa história dos seus parentes.

- É que meu irmão é da Assembleia de Deus, minha irmã é promotora da Avon e meu pai é procurador de emprego.

2077
1562
515

Eu e minha vizinhança sofríamos de assaltos regularmente... eu já estava cheio disso! Então desativei meu sistema de alarme, deixei de pagar o guarda noturno e dispensei a vigilância do bairro.

No jardim de casa hasteei 3 bandeiras: Uma bandeira do Afeganistão, outra da Arábia Saudita e no meio a bandeira negra do Estado Islâmico. Agora, somos vigiados pela Polícia local, Federal, pela Segurança Pública, Interpol, etc. 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias por ano. Meus filhos são seguidos quando vão para a escola, minha esposa quando sai de casa, e me seguem quando vou e volto do trabalho. Ninguém mexe com a gente. Nunca me senti tão seguro. Já me disseram que se eu botar uma de Cuba ainda ganho um dinheirinho da Dilma.

779
575
204

À medida em que as cidades vão se tornando metrópoles, os crimes vão se tornando mais frequentes, e a justiça vai tendo maior dificuldade em punir os malfeitores. Crimes acontecem todos os dias, com uma rapidez muito maior do que a capacidade que a justiça tem de resolvê-los, e de punir os criminosos. E assim é o dia a dia daqueles que têm a responsabilidade de cuidar do cumprimento das leis.

E tendo acontecido um crime de homicídio, em uma determinada cidade, o delegado Ahirton Celsio foi destacado para instaurar, e acompanhar o devido inquérito policial. E apesar de muito trabalho já efetuado, na primeira semana do inquérito o delegado ainda não tinha chegado a nenhuma pista do assassino. Passados mais alguns dias, assim como de repente, apareceu uma testemunha que tinha presenciado o crime, e que, devidamente protegido pela justiça, comprometeu-se a cooperar nas investigações. E o delegado ouviu essa testemunha, que o levou até o suspeito do crime.

O delegado levou a testemunha à residência do suspeito, para reconhecimento, e aí ele se deparou com mais uma dificuldade: O suspeito apresentado pela testemunha tinha um irmão gêmeo, exatamente igual a ele. E como a testemunha não conseguiu apontar qual dois gêmeos era o autor do crime, o delegado não teve outra saída, e prendeu os dois irmãos, que ficaram em celas separadas.

Após um mês da prisão dos gêmeos o inquérito ainda não apontava o autor do crime, e o delegado resolveu fazer uma acareação com os dois irmãos. Durante o trabalho de acareação o delegado percebeu que um dos irmãos gêmeos tinha engordado visivelmente, e que o outro gêmeo continuava com o mesmo físico de quando ele tinha sido preso.

O delegado Ahirton mandou que pesassem os dois gêmeos, e foi constatado o que ele já tinha percebido: Um dos gêmeos tinha engordado quase vinte quilos, enquanto que o outro gêmeo não tinha engordado nem um quilo. O delegado analisou detalhadamente todas essas últimas informações, e resolveu soltar o irmão gêmeo gordo, e indiciar o irmão gêmeo magro, como autor do homicídio.

Os auxiliares do delegado Ahirton, preocupados com a apresentação de uma justificativa de indiciamento nos autos do processo, solicitaram que ele lhes apresentasse os motivos periciais e jurídicos para que o gêmeo gordo fosse liberado, e para que o gêmeo magro fosse indiciado. E o delegado lhes disse:

— Elementar, companheiros! Eu observei que um dos gêmeos tinha engordado. A partir daí eu concluí que o gêmeo que não engordou é o que matou, pois todos nós sabemos muito bem que "O que não mata, engorda"!

181
-91
272