Piadas de Polícia

Cidadezinha do interior. Duas bichas estão brigando na rua, fazendo o maior escândalo. A polícia leva as duas pra delegacia. E o delegado interroga:

— Então vocês dois são veados?

— Nóis semo, seu delegado!

E o delegado falando grosso:

— Nós somos!

E a bichinha:

— Desculpa, seu delegado... É que nóis não sabia que o senhor era também.

241
140
101

Um português decidiu comprar um carro novo com capacidade para mais de 7 pessoas. Foi até a loja e escolheu uma Besta, sem nem ver o nome do carro, apenas porque era o modelo mais novo e bonito.
Passados alguns dias, decide sair para passear com a esposa e exibir o carro novo. Fazia a maior festa, buzinava, mexia com o povo na rua e etc.. até que foi parado em uma blitz policial. O guarda então, pergunta:

— Cadê o documento da besta ?

O português responde:

— Está aqui, e lhe entrega a identidade.

O guarda então diz:

— O senhor se enganou, eu quero o documento da perua.

O português olha para sua mulher e diz:

— Ele quer o seu documento também!

85
57
28

Um policial pegou a bichinha mijando na rua e deu uma surra nela com o cassetete.Depois ele disse:

—É melhor você sumir daqui e não fazer mais isso, se não vou enfiar esse cassetete na sua bunda.

A bicha diz:

— Aaahh.. bate e depois vem agradando né?

274
179
95

Em uma cidadezinha do interior havia um abacateiro carregado dentro do cemitério.
Dois amigos decidiram entrar lá à noite (quando não havia vigilância) e pegar todos os abacates.
Eles pularam o muro, subiram a árvore com as sacolas penduradas no ombro e começaram a distribuir o "prêmio".

— Um pra mim, um pra você. Um pra mim, um pra você.

— Pô, você deixou dois caírem do lado de fora do muro!

— Não faz mal, depois que a gente terminar aqui pegamos os outros dois.

— Então tá bom, mais um pra mim, um pra você.

Um bêbado, passando do lado de fora do cemitério, escutou esse negócio de 'um pra mim e um pra você' e saiu correndo para a delegacia.

Chegando lá, virou para o policial:

— Seu guarda, vem comigo! Deus e o diabo estão no cemitério dividindo as almas dos mortos!

— Ah, cala a boca bêbado.

— Juro que é verdade, vem comigo.

Os dois foram até o cemitério, chegaram perto do muro e começaram a escutar...

— Um para mim, um para você...

O guarda assustado:

— É verdade! É o dia do apocalipse! Eles estão dividindo as almas dos mortos! O que será que vem depois?

De dentro do cemitério se ouve:

— Um para mim, um para você. Pronto, acabamos aqui. E agora?

— Agora a gente vai lá fora e pega os dois que estão do outro lado do muro...

— Coooooooooorreeeeeeeeeeeeeee!

151
132
19

De uma prostituta para um policial, ao ser levada para a delegacia:

— Sabe, seu guarda, eu não vendo sexo...

— Ah, não? — replica o guarda, com um sorriso sarcástico. — E o que é que você vende, então?

— Eu vendo preservativos e ofereço demonstrações gratuitas, só isso!

44
22
22

Joaquim chega ao Brasil em busca de trabalho e o que ele encontra é essa situação de desemprego, tudo consequência dessa tal de globalização neo-liberal. Procura, procura e só aparece um serviço numa dessas quadrilhas de, digamos, varejo de substâncias etc e tal. Mas, o que fazer? A crise é braba e tem de ser enfrentada com criatividade.

E o nosso querido Joaquim recebe o primeiro serviço: levar a um país vizinho uma carreta roubada, com uma carga roubada e trocar toda a mercadoria por droga. O chefe da quad..., perdão, o Supervisor de Operações dá as instruções: como ele deve fazer ao encontrar barreiras policiais, postos de fiscalização, quais as estradas alternativas e tudo o mais. E o Supervisor de Operações finaliza:

— Troque tudo por coca.

— Eu cuido disso, chefe— diz ele. — Não há por que te preocupares.

E lá se vai o Joaquim. Segue as instruções, provê os incentivos adequados a cada momento da viagem, segue pelas estradas alternativas etc etc. E não é que o gajo até que está se saindo muito bem?

Ao voltar ao Brasil, ele vai direto à Central de Operações da quad..., que coisa! perdão mais uma vez, o Joaquim vai direto à Central de Operações da Organização e apresenta-se ao Supervisor de Operações.

— Missão cumprida, senhoire — diz o Joaquim.

— Fez tudo conforme as instruções? — pergunta o supervisor.

— Tudo perfeito, chefe. Só houve um pequeno probleminha. Lá onde entreguei a mercadoria, não havia coca. Aí eu trouxe pepsi mesmo.

49
13
36

Um advogado dirigia distraído quando, num sinal PARE, passa sem parar, mesmo em frente a uma viatura da polícia.

Ao ser mandado parar, toma uma atitude de espertalhão...

— Boa tarde. Documento do carro e habilitação.

— Mas por quê, policial?

— Não parou no sinal de PARE ali atrás.

— Eu diminuí, e como não vinha ninguém...

— Exato. Documentos do carro e habilitação.

— Você sabe qual é a diferença jurídica entre diminuir e parar?

— A diferença é que a lei diz que num sinal de PARE deve parar completamente. Documento e habilitação.

— Ouça policial, eu sou advogado e sei de suas limitações na interpretação de texto de lei, proponho-lhe o seguinte: se você conseguir me explicar a diferença legal entre diminuir e parar eu lhe dou os documentos e você pode me multar. Senão, vou embora sem multa.

— Muito bem, aceito. Pode fazer o favor de sair do veículo, senhor advogado?

O advogado desce e é então que os policiais baixam o cacete, é porrada pra tudo quanto é lado, tapa, botinada, cassetete, cotovelada, etc.

O advogado grita por socorro, e pede para pararem pelo amor de Deus. Então o policial pergunta:

— Quer que a gente PARE ou só DIMINUA?

172
106
66

Depois dos terremotos ocorridos na Ásia, o Governo Brasileiro resolveu instalar um sistema de medição e controle de abalos sísmicos, que cobre todo o país. O então recém-criado Centro Sísmico Nacional, poucos dias após entrar em funcionamento, já detectou que haveria um grande terremoto no Nordeste do país. Assim, enviou um telegrama à delegacia de polícia de Icó, uma cidadezinha no interior do Estado do Ceará.

Dizia a mensagem: "Urgente. Possível movimento sísmico na zona. Muito perigoso. Richter 7. Epicentro a 3km da cidade. Tomem medidas e informem resultados com urgência."

Somente uma semana depois, o Centro Sísmico recebeu um telegrama que dizia:

"Aqui é da Polícia de Icó. Movimento sísmico totalmente desarticulado. Richter tentou se evadir, mas foi abatido a tiros. Desativamos as zonas.Todas as putas estão presas. Epicentro, Epifânio, Epicleison e os outros cinco irmãos estão detidos. Não respondemos antes porque houve um terremoto da porra aqui."

69
62
7

Um homem ia pela estrada em seu conversível importado quando uma morena deliciosa pediu carona. Conversa vai, conversa vem, pouco depois já estavam íntimos. Porém, numa curva, estoura um pneu, o carro se descontrola e sai da estrada. Chega a polícia rodoviária, um guarda se aproxima e encontra o homem chorando, desesperado, agarrado ao volante.

— Calma, amigo. Não precisa chorar assim. Não aconteceu nada à moça. Quando o carro saiu da estrada, ela foi jogada fora e caiu num monte de palha. Só desmaiou.

— Eu sei, eu sei — soluça o homem. — Mas você viu o que foi que ficou na mão dela?

58
25
33

Jesus chama os seus discípulos e apóstolos para uma reunião de emergência, devido ao alto consumo de drogas na Terra...

Depois de muito pensar, chegam à conclusão de que a melhor maneira de combater a situação e resolvê-la definitivamente era provar a droga eles mesmos e depois tomar as medidas adequadas. Decide-se que uma comissão de discípulos desça ao mundo e recolha diferentes drogas...

Efetua-se a operação secreta e dois dias depois começam a regressar os comissários. Jesus espera à porta do céu, quando chega o primeiro servo:

— Quem é?

— Sou Paulo.

Jesus abre a porta.

— E o que trazes, Paulo?

— Trago haxixe de Marrocos.

— Muito bem, filho. Entra.

— Quem é?

— Sou Marcos.

— E o que trazes, Marcos?

— Trago marijuana da Colômbia.

— Muito bem, filho. Entra.

— Quem é?

— Sou Mateus.

— E o que trazes, Mateus?

— Trago cocaína da Bolívia.

— Muito bem, filho. Entra.

— Quem é?

— Sou João.

Jesus abre a porta e pergunta de novo:

— E tu, o que trazes, João?

— Trago crack de Nova Iorque.

— Muito bem, filho. Entra.

— Quem é?

— Sou Lucas.

— E o que trazes, Lucas?

— Trago speeds de Amsterdam.

— Muito bem, filho. Entra.

— Quem é?

— Sou Judas.

Jesus abre a porta.

— E tu, o que trazes, Judas?

— POLÍCIA FEDERAL! TODO MUNDO NA PAREDE, MÃO NA CABEÇA! ENCOSTA AÍ CABELUDO! A CASA CAIU...

57
38
19

Fui a uma loja hoje de manhã e estive lá por uns 5 minutos. Quando saí, vi um guarda municipal, todo prepotente, preenchendo uma multa. Corri até ele e soltei o famoso:

— Peraí, amigão, não faz isso não, dá uma chance!

Ele me ignorou e continuou escrevendo a multa. Então o chamei de babaca metido a polícia! Ele me olhou e, sem dizer nada, deu uma olhada em um dos pneus do carro e começou a fazer outra multa.

Então falei:

— Que merdinha de profissão a sua, hein?

Ele começou a escrever uma terceira multa! Foram mais uns 5 minutos ali fora, discutindo ou tentando discutir. E quanto mais xingava, mais multas ele preenchia.

Depois que vi que aquilo não iria se resolver, saí dali e fui pegar o meu carro no estacionamento, na outra quadra...

O importante mesmo é ter tentado ajudar. Faça isso sempre que possível, você sentirá a alma lavada!

38
26
12

Casado com uma mulher que era uma verdadeira bruxa de tão ruim, e tremendamente infeliz com o seu casamento, o português resolve pedir o divórcio de uma vez. A mulher, ruim como ela só, além de dizer que não daria, promete azucrinar o coitado para o resto da vida. Sem outra saída, e inspirado por um filme que assistira na televisão, Manoel resolve se livrar da mulher. Planeja todo o crime, passo-a-passo e, enquanto ela dormia, dá-lhe algumas facadas, arrasta o corpo até a sala, faz um buraco no chão e enterra o cadáver. Quinze minutos depois, no momento exato que terminava de limpar toda a sujeira, arrombam a porta.

— O senhor está preso! — diz em alto e bom som o policial.

Sem esboçar nenhum gesto de defesa, ele se entrega. No tribunal, diante do juiz, intrigado com a esperteza dos policiais, ele pergunta:

— Mais, me diga uma coisa, ó sinhoire juiz. Como foi que vocês fizeram para descobrir tão rápido o crime, me diga? Pois no filme que eu vi pela TV, o gajo fez a mesma coisa e só descobriram 30 anos depois!

Ao que o juiz responde:

— Foi muito fácil. Certamente o cara morava numa casa e não num apartamento como o senhor...

41
30
11

O guarda vê um homem estacionando seu carro em local proibido e pede:

— Tire o carro e pare em outro lugar! Não está vendo a placa de "proibido estacionar"?

— Estou — responde o motorista.

— E então?

— E então? Então vá tomar banho!

O guarda algema o indivíduo sem mais nem menos e o leva até a delegacia:

— Olha que engraçadinho, delegado. Mandei tirar o carro de um local proibido e ele me mandou tomar banho!

— Ah, é? — diz o delegado com ironia — E eu? O que você vai mandar?

— Você eu vou mandar tomar no cu! — diz o cara.

O delegado fica muito puto, dá uma porrada nos cornos do cara e fala:

— Leva para os fundos e põe o filho da puta no pau-de-arara.

O policial leva o homem até uma salinha e o pendura de ponta-cabeça, quando a carteira do cara cai do bolso aberta no chão: "JUIZ FEDERAL"

Correndo, o guarda volta à sala do delegado e diz:

— Doutor: o cara é JUIZ FEDERAL!

— JUIZ FEDERAL? Puta que pariu! E agora? O que nós vamos fazer?

— Bom, eu vou tomar meu banho!

114
100
14

O papa veio ao Brasil e um motorista numa Mercedes apanhou-o para levá-lo a São Paulo. Andava devagar e o papa pediu que corresse mais, porém ele disse que não podia, pois havia guardas na estrada.

O pontífice mandou-o passar para o banco de trás, pegou a direção e pisou o acelerador. Quando o velocímetro marcava 180km, aconteceu. Um policial parou o Mercedão e pediu os documentos do contraventor. Examinou-os. Sem dizer palavra, ligou para o superior:

— Chefe,o homem é dos graúdos.

— É o governador? Pode multar.

— É mais que o governador.

— É o presidente? Pode multar.

— É bem mais que o presidente. Acho que é São Benedito.

— São Benedito?

— Para o senhor ter uma idéia,o motorista dele é o papa.

30
12
18