Piadas de Polícia

52
11
41

Serviço na Quadrilha

Joaquim chega ao Brasil em busca de trabalho e o que ele encontra é essa situação de desemprego, tudo consequência dessa tal de globalização neo-liberal. Procura, procura e só aparece um serviço numa dessas quadrilhas de, digamos, varejo de substâncias etc e tal. Mas, o que fazer? A crise é braba e tem de ser enfrentada com criatividade.

E o nosso querido Joaquim recebe o primeiro serviço: levar a um país vizinho uma carreta roubada, com uma carga roubada e trocar toda a mercadoria por droga. O chefe da quad..., perdão, o Supervisor de Operações dá as instruções: como ele deve fazer ao encontrar barreiras policiais, postos de fiscalização, quais as estradas alternativas e tudo o mais. E o Supervisor de Operações finaliza:

— Troque tudo por coca.

— Eu cuido disso, chefe— diz ele. — Não há por que te preocupares.

E lá se vai o Joaquim. Segue as instruções, provê os incentivos adequados a cada momento da viagem, segue pelas estradas alternativas etc etc. E não é que o gajo até que está se saindo muito bem?

Ao voltar ao Brasil, ele vai direto à Central de Operações da quad..., que coisa! perdão mais uma vez, o Joaquim vai direto à Central de Operações da Organização e apresenta-se ao Supervisor de Operações.

— Missão cumprida, senhoire — diz o Joaquim.

— Fez tudo conforme as instruções? — pergunta o supervisor.

— Tudo perfeito, chefe. Só houve um pequeno probleminha. Lá onde entreguei a mercadoria, não havia coca. Aí eu trouxe pepsi mesmo.

187
114
73

Parar ou Diminuir

Um advogado dirigia distraído quando, num sinal PARE, passa sem parar, mesmo em frente a uma viatura da polícia.

Ao ser mandado parar, toma uma atitude de espertalhão...

— Boa tarde. Documento do carro e habilitação.

— Mas por quê, policial?

— Não parou no sinal de PARE ali atrás.

— Eu diminuí, e como não vinha ninguém...

— Exato. Documentos do carro e habilitação.

— Você sabe qual é a diferença jurídica entre diminuir e parar?

— A diferença é que a lei diz que num sinal de PARE deve parar completamente. Documento e habilitação.

— Ouça policial, eu sou advogado e sei de suas limitações na interpretação de texto de lei, proponho-lhe o seguinte: se você conseguir me explicar a diferença legal entre diminuir e parar eu lhe dou os documentos e você pode me multar. Senão, vou embora sem multa.

— Muito bem, aceito. Pode fazer o favor de sair do veículo, senhor advogado?

O advogado desce e é então que os policiais baixam o cacete, é porrada pra tudo quanto é lado, tapa, botinada, cassetete, cotovelada, etc.

O advogado grita por socorro, e pede para pararem pelo amor de Deus. Então o policial pergunta:

— Quer que a gente PARE ou só DIMINUA?

76
64
12

Terremoto no Ceará

Depois dos terremotos ocorridos na Ásia, o Governo Brasileiro resolveu instalar um sistema de medição e controle de abalos sísmicos, que cobre todo o país. O então recém-criado Centro Sísmico Nacional, poucos dias após entrar em funcionamento, já detectou que haveria um grande terremoto no Nordeste do país. Assim, enviou um telegrama à delegacia de polícia de Icó, uma cidadezinha no interior do Estado do Ceará.

Dizia a mensagem: "Urgente. Possível movimento sísmico na zona. Muito perigoso. Richter 7. Epicentro a 3km da cidade. Tomem medidas e informem resultados com urgência."

Somente uma semana depois, o Centro Sísmico recebeu um telegrama que dizia:

"Aqui é da Polícia de Icó. Movimento sísmico totalmente desarticulado. Richter tentou se evadir, mas foi abatido a tiros. Desativamos as zonas.Todas as putas estão presas. Epicentro, Epifânio, Epicleison e os outros cinco irmãos estão detidos. Não respondemos antes porque houve um terremoto da porra aqui."

65
28
37

Carona Para a Morena

Um homem ia pela estrada em seu conversível importado quando uma morena deliciosa pediu carona. Conversa vai, conversa vem, pouco depois já estavam íntimos. Porém, numa curva, estoura um pneu, o carro se descontrola e sai da estrada. Chega a polícia rodoviária, um guarda se aproxima e encontra o homem chorando, desesperado, agarrado ao volante.

— Calma, amigo. Não precisa chorar assim. Não aconteceu nada à moça. Quando o carro saiu da estrada, ela foi jogada fora e caiu num monte de palha. Só desmaiou.

— Eu sei, eu sei — soluça o homem. — Mas você viu o que foi que ficou na mão dela?

39
25
14

Recebendo Uma Multa

Fui a uma loja hoje de manhã e estive lá por uns 5 minutos. Quando saí, vi um guarda municipal, todo prepotente, preenchendo uma multa. Corri até ele e soltei o famoso:

— Peraí, amigão, não faz isso não, dá uma chance!

Ele me ignorou e continuou escrevendo a multa. Então o chamei de babaca metido a polícia! Ele me olhou e, sem dizer nada, deu uma olhada em um dos pneus do carro e começou a fazer outra multa.

Então falei:

— Que merdinha de profissão a sua, hein?

Ele começou a escrever uma terceira multa! Foram mais uns 5 minutos ali fora, discutindo ou tentando discutir. E quanto mais xingava, mais multas ele preenchia.

Depois que vi que aquilo não iria se resolver, saí dali e fui pegar o meu carro no estacionamento, na outra quadra...

O importante mesmo é ter tentado ajudar. Faça isso sempre que possível, você sentirá a alma lavada!

43
31
12

O Crime do Português

Casado com uma mulher que era uma verdadeira bruxa de tão ruim, e tremendamente infeliz com o seu casamento, o português resolve pedir o divórcio de uma vez. A mulher, ruim como ela só, além de dizer que não daria, promete azucrinar o coitado para o resto da vida. Sem outra saída, e inspirado por um filme que assistira na televisão, Manoel resolve se livrar da mulher. Planeja todo o crime, passo-a-passo e, enquanto ela dormia, dá-lhe algumas facadas, arrasta o corpo até a sala, faz um buraco no chão e enterra o cadáver. Quinze minutos depois, no momento exato que terminava de limpar toda a sujeira, arrombam a porta.

— O senhor está preso! — diz em alto e bom som o policial.

Sem esboçar nenhum gesto de defesa, ele se entrega. No tribunal, diante do juiz, intrigado com a esperteza dos policiais, ele pergunta:

— Mais, me diga uma coisa, ó sinhoire juiz. Como foi que vocês fizeram para descobrir tão rápido o crime, me diga? Pois no filme que eu vi pela TV, o gajo fez a mesma coisa e só descobriram 30 anos depois!

Ao que o juiz responde:

— Foi muito fácil. Certamente o cara morava numa casa e não num apartamento como o senhor...

117
101
16

Estacionamento Proibido

O guarda vê um homem estacionando seu carro em local proibido e pede:

— Tire o carro e pare em outro lugar! Não está vendo a placa de "proibido estacionar"?

— Estou — responde o motorista.

— E então?

— E então? Então vá tomar banho!

O guarda algema o indivíduo sem mais nem menos e o leva até a delegacia:

— Olha que engraçadinho, delegado. Mandei tirar o carro de um local proibido e ele me mandou tomar banho!

— Ah, é? — diz o delegado com ironia — E eu? O que você vai mandar?

— Você eu vou mandar tomar no cu! — diz o cara.

O delegado fica muito puto, dá uma porrada nos cornos do cara e fala:

— Leva para os fundos e põe o filho da puta no pau-de-arara.

O policial leva o homem até uma salinha e o pendura de ponta-cabeça, quando a carteira do cara cai do bolso aberta no chão: "JUIZ FEDERAL"

Correndo, o guarda volta à sala do delegado e diz:

— Doutor: o cara é JUIZ FEDERAL!

— JUIZ FEDERAL? Puta que pariu! E agora? O que nós vamos fazer?

— Bom, eu vou tomar meu banho!

31
12
19

Papa no Brasil

O papa veio ao Brasil e um motorista numa Mercedes apanhou-o para levá-lo a São Paulo. Andava devagar e o papa pediu que corresse mais, porém ele disse que não podia, pois havia guardas na estrada.

O pontífice mandou-o passar para o banco de trás, pegou a direção e pisou o acelerador. Quando o velocímetro marcava 180km, aconteceu. Um policial parou o Mercedão e pediu os documentos do contraventor. Examinou-os. Sem dizer palavra, ligou para o superior:

— Chefe,o homem é dos graúdos.

— É o governador? Pode multar.

— É mais que o governador.

— É o presidente? Pode multar.

— É bem mais que o presidente. Acho que é São Benedito.

— São Benedito?

— Para o senhor ter uma idéia,o motorista dele é o papa.

97
61
36

Fusca Rosa

Uma bichinha comprou um fusquinha e ficou toda serelepe, mandou pintar o fusca de rosa e trocar a buzina. A buzina agora fazia "wuuuwuuuu". Logo ela foi chamar a Karlinha — outra bichinha — para passear de fusca, e a cada bofe que passava elas buzinavam.

Se divertiam até que um caminhoneiro, daqueles bem parrudos, veio em alta velocidade e bateu na traseira do fusquinha, provocando um grande estrago. As bichinhas saíram loucas:

— Ah não! Meus deuses! Meu fusquinha novinho... — e virando-se para o caminhoneiro — Escuta aqui, bruto, você vai ter que pagar o estrago.

— Que pagar nada! Fica na sua! — respondeu áspero o caminhoneiro.

— Ai, vai pagar sim senhorrrrrr. Você bateu por trás e está erradíssimo. Vai ter que pagar.

Karlinha ajudava:

— Isso mesmo. Eu sou testemunha. Vai pagar, seu grosso!

O caminhoneiro era irredutível:

— Não vou pagar e pronto! Saia da frente!

A bichinha motorista não se conteve e mandou que Karlinha chamasse a polícia. E enquanto a outra ia chamar a polícia, a motorista insistia:

— Quero ver se você não vai pagar. Você vai pagar sim senhor!

O caminhoneiro engrossou:

— Vou pagar o cacete!

A bichinha voltou-se para Karlinha, já longe, e gritou:

— Karlinhaaaaaa. Volta, volta que ele quer negociar...

42
24
18

UTI em Portugal

Joaquim era enfermeiro de uma UTI e tratava de uma mulher internada em estado de paralisia total. Nove meses depois ela aparece grávida, para espanto de todos!

A direção do hospital se reuniu e deu queixa na delegacia de polícia para achar o culpado. A polícia então começou interrogando o Joaquim.

— O senhor era o enfermeiro da paciente grávida?

— Sim senhoire...

— E foi você que engravidou a moça?

— Foi sim senhoire, mas só fiz por ordem do hospital. Cumpri rigorosamente o que estava escrito na prancheta da paciente.

— Como assim? O que era mesmo que estava escrito no boletim médico?

O Joaquim então retirou uma cópia do relatório e leu para o delegado: "Mulher, 22 anos, inerte, não reage a nenhum estímulo. Coma."

57
49
8

Baixa Velocidade

Um policial está na estrada, chegando no Posto Rodoviário onde trabalha e avista um carro andando em baixíssima velocidade. Imediatamente ele faz sinal para o carro parar e vai falar com o motorista. Aliás, a motorista. É uma velhinha acompanhada de três amigas da mesma faixa etária.

— Não sei se a senhora sabe, mas andar devagar demais pode provocar um acidente! — adverte o guarda.

— Mas, seu guarda! Eu só estou obedecendo a sinalização! Será possível que hoje em dia, só porque ninguém respeita a sinalização...

— Um minuto, senhora! — interrompe o policial — Posso saber que sinalização a senhora está respeitando?

A velhinha não diz nada. Só aponta uma placa onde está escrito "BR-050".

— Mas, minha senhora... Aquela placa não indica o limite de velocidade e sim o número da estrada, BR-050... Olha, eu não vou multá-la se a senhora prometer ter mais atenção, tudo bem?

— Tá certo... Tá certo...

— Só mais uma coisa — torna o guarda — As demais senhoras estão passando bem? Elas parecem tão assustadas...

— Elas já vão melhorar! — responde a velhinha — É que nós acabamos de sair da BR-262...

36
16
20

Parado pela Polícia

O sujeito atravessa quatro sinais vermelhos e uma viatura da polícia o segue até pará-lo:

— Muito bonito, hein?

— Bonito e veloz!

— Sabia que posso tirar sua carteira por isto?

— Duvido muito, pois fazem dois anos que estou tentando tirar minha carteira.

— Cadê o cinto?

— Está lá atrás, segurando o botijão de gás.

O guarda se esquentando com a situação, resolve perguntar para a namorada do rapaz que esta ao lado:

— Ele é sempre bem humorado assim?

E a moça responde:

— Não, só quando esta bêbado!

80
63
17

O Acidente de Ônibus

Numa noite escura, voltando de uma carreata pelo interior, um dos ônibus, lotado de políticos sai da pista, capota duas vezes e cai numa fazenda.

O fazendeiro acorda assustado e vai ver o que oconteceu.

Ao se deparar com aquela terrível visão, rapidamente começa a cavar um buraco, onde enterra os corpos.

Alguns dias depois, um investigador bate a sua porta e faz várias perguntas sobre o acidente.

— E onde estão os políticos?

— Eu enterrei eles naquela cova ali!

— Mas estavam todos mortos? — espanta-se o policial.

— Bem... alguns diziam que não... mas o senhor sabe como os políticos são mentirosos!

82
51
31

Relógio Legal

Dois amigos se encontram:

— Caramba! — diz o primeiro — Que relógio legal você comprou, hein?

— Não comprei não... — responde o amigo — Ganhei em uma corrida!

— Que legal, cara! E quantas pessoas participaram dessa corrida?

— Três!

— Só isso?

— É... Eu, o antigo dono do relógio e um policial!

68
47
21

Melhor Polícia do Mundo

Para acabar com discussões sobre qual é a melhor polícia do mundo foi realizada uma competição com o FBI, a Scotland Yard e uma seleção das PMs do Rio de Janeiro e São Paulo.

O teste era o seguinte: os organizadores soltariam um coelho na floresta e a polícia que achasse o bicho mais rapidamente ganhava.

O FBI foi o primeiro. Usando fotos de satélite, análise de DNA dos pêlos encontrados, helicópteros etc o coelho foi encontrado em 3 horas e 14 minutos.

Então foi a vez da Scotland Yard. Usando analistas de comportamento, psicólogos, estudiosos da espécie dos coelhos e cenouras com sonífero, eles capturaram o coelho em 1 hora e 30 minutos. O FBI ficou arrasado.

Então, finalmente, foi a vez da nossa PM. Com uma Veraneio 74, com o porta-malas amarrado por uma corda (o fecho da tampa caiu em 1982) 5 homens com o corpo pra fora do carro, batendo nas portas em alta velocidade, eles adentraram à floresta.

Voltaram em 23 minutos, deixando todos muito impressionados. Então eles abriram o porta-malas do camburão (desamarrando a corda) e lá dentro estava um gambá, todo encolhido, cheio de hematomas, gritando:

— Eu sou um coelho! Eu sou um coelho! Eu juro que sou um coelho!

54
38
16

Multa no Malabarista

Na estrada, um motorista estava andando a 150 km/h, até que foi parado por um guarda de trânsito. Muito constrangido, ele quis se justificar:

— Seu guarda, eu trabalho em um circo logo ali e estou atrasado para uma apresentação!

— Ah, é? O senhor é palhaço ou está achando que sou eu que sou?

— Não é nada disso, seu guarda... Eu sou malabarista — disse ele, apontando para uns bastões que estavam no banco traseiro.

— Ah é? — duvidou o policial — Então faz uma demonstração aí pra mim!

Mais do que depressa o sujeito pegou os bastões e começou a dar um show. Primeiro com três bastões, depois quatro, cinco, até sete de uma vez. Ele passava os bastões por baixo das pernas, jogava de costas, deitava no chão, enfim, dava um show particular para o policial, que já estava até pensando em cancelar a multa.

Enquanto isso, um outro policial parou o carro de um bêbado, que saiu do carro cambaleando, viu o malabarista com os bastões e disse:

— Meu Deus, eu preciso parar de beber! Esse tal teste do bafômetro está ficando cada vez mais complicado...

152
120
32

Bandidos Mais Procurados

A professora da primeira série levou sua turma para a delegacia, para que eles soubessem um pouco do trabalho dos policiais.

Joãozinho viu cartazes com a foto dos bandidos mais procurados. Ficou olhando por alguns segundos até que apontou para um deles e perguntou:

— Esse bandido é perigoso?

— É sim! — respondeu o policial — Os investigadores estão procurando por ele a mais de oito meses!

— Como vocês são burros! — disse o garoto.

— Er, desculpe — disse o oficial, embaraçado — O que você disse, rapaz?

— Que vocês são burros... Poxa... Por que não prenderam o ladrão quando tiraram essa foto dele?

56
11
45

Papel-carbono

Ao chegar no hospício, o diretor se depara com o prédio cercado de policiais.

— O que está acontecendo aqui? — pergunta a um Tenente.

— É que um dos loucos fugiu!

— Qual deles?

— Um que dizia que era um papel-carbono!

— E por que tantos soldados para pegar um louco?!

— É que nós já prendemos três cópias, mas ainda estamos na pista do original!

26
23
3

O Caminhoneiro e a Abóbora

Um caminhoneiro está dirigindo pela estrada morrendo de vontade de afogar o ganso. Ao passar por uma plantação de abóboras, ele pensa consigo mesmo:

— Uma abóbora é macia, é úmida por dentro... Hummmmm...

Sem ver ninguém por perto ele pára o caminhão, escolhe a abóbora mais bonita, corta um buraco no tamanho apropriado e começa a fazer amor com ela.

Depois de algum tempo ele fica tão empolgado com a transa, que nem percebe a chegada de uma viatura da polícia.

— Desculpe-me, senhor! — interrompe o policial — Mas por acaso o senhor está transando com uma abóbora?

O caminhoneiro olha assustado para o policial e diz:

— Uma abóbora? Putz, já é meia-noite!

28
2
26

Chave Quebrada

O policial estava fazendo sua ronda, quando vê um sujeito tentando abrir a porta de casa, sem sucesso.

— O senhor mora aqui? — o policial pergunta.

— Claro! — o sujeito responde, totalmente bêbado — Mas não consigo abrir a porta, esta porra de chave está quebrada!

— Mas isso não é uma chave! — o policial exclama — Isso aí é um supositório!

— Ihhh! — o bêbado se espanta — Onde será que eu enfiei a chave?

18
8
10

Filha Demorando

A garota tinha ido a um aniversário e voltou em casa às seis da manhã. Tirou os sapatos para não fazer barulho, mas deu de cara com a mãe, que a esperava preocupada.

— Minha filha! — a mãe gritou e abraçou a garota, desesperada — Onde você esteve? Já liguei para todo o mundo, teus amigos e colegas, e estava quase ligando para a polícia! Por que você demorou tanto?

— Ai, mãe, você nem vai acreditar, mas eu estava saindo da festa, quando apareceu um homem lindo, elegante, todo perfumado que sacou uma arma e disse:

— Ou dá ou morre!

— Meu Deus do céu! — exclamou a mãe enquanto se benzia — E o que você fez, minha filha?

— É claro que eu morri!

31
-36
67

Máquina Perfeita

Um brasileiro e um americano conversam.

— No meu país — começa o americano — existe uma máquina tão perfeita que, introduzindo farinha de trigo e água de um lado, saem pães quentinhos do outro, em poucos segundos!

O brasileiro, querendo contar vantagem, disse:

— Isso não é nada! No meu país foi inventada uma máquina de fabricar bebida que é incrível: você coloca a cana de um lado e, do outro, sai um bêbado, seguro por dois policiais!

165
151
14

Amigos Viciados

Dois amigos estavam fumando maconha e foram pegos pela polícia. No dia do julgamento o juiz, que estava de bom-humor, disse:

— Vocês parecem ser boas pessoas, por isso lhes darei uma segunda chance!

— Ao invés de irem pra cadeia, vocês terão que mostrar para as pessoas os terríveis males das drogas e convencê-las a largá-las!

— Compareçam ao tribunal daqui uma semana, pois eu quero saber quantas pessoas vocês convenceram!

Na semana seguinte os dois voltaram e o juiz perguntou para o primeiro homem:

— Como foi sua semana, rapaz?

— Bem, meritíssimo, eu convenci 17 pessoas a pararem de consumir drogas para sempre!

— 17 pessoas? — disse o juiz, satisfeito — Que maravilha. O que você disse para elas?

— Eu usei um diagrama, meritíssimo. Desenhei 2 círculos, um pequeno e um grande. Aí apontei pro círculo maior e disse: "Este é o seu cérebro em tamanho normal... — e apontando pro menor — E este é o seu cérebro depois das drogas!"

— Muito bem! — aplaudiu o juiz, virando-se para o outro sujeito — E você? Como foi sua semana?

— Eu convenci 234 pessoas, meritíssimo!

— 234 pessoas? — exclamou o juiz, pulando da cadeira — Incrível! Como você conseguiu isso?

— Utilizei um método parecido com o do meu colega. Também desenhei 2 círculos, um pequeno e um grande. Mas eu apontei para o círculo menor e disse: "Este é seu cu antes da prisão..."

32
26
6

Velocidade Permitida

Um sujeito está voltando para casa, dirigindo acima da velocidade permitida. Olhando pelo retrovisor, ele vê um carro de polícia buzinando, com um guarda fazendo gestos obrigando-o a parar.

Ele pensa: "corro mais do que ele", e pisa fundo no acelerador. O carro dá uma arrancada e a polícia segue-o numa corrida desenfreada — 100, 120, 140, 160 km/h. Quando o velocímetro chega a 180 e a polícia continua atrás dele, o sujeito desiste e encosta.

O guarda chega na janela e diz:

— Olha, eu tive um dia cansativo hoje e só quero ir para casa. Me dê uma boa desculpa e eu o deixo ir.

O sujeito pensa por um momento e diz:

— Há três semanas minha mulher fugiu com um guarda. Quando eu vi seu carro no meu retrovisor, eu pensei que fosse o senhor e que estivesse tentando devolvê-la!

16
-13
29

Polícia Rodoviária

O Polícia Rodoviária pára o motorista na estrada:

— Meu chapa, você vai ser multado por excesso de velocidade!

— Eu? Mas eu estava tão devagar!

— O radar está dizendo outra coisa!

— Ah é? — se irrita o motorista — E o que é que ele está dizendo?

— Que você estava a 150 reais por hora... mas eu deixo por cinquenta!

23
19
4

Arma no Consultório

O sujeito foi fazer exame de próstata e levou uma arma consigo.

Quando ele olhou pro médico, um negão de dois metros e dez de altura e viu a grossura descomunal dos seus dedos, sacou a arma.

— Meu senhor! O que é isso? — exclamou o médico, assustado — Guarde essa arma!

— Calma, Doutor... Eu só vou deixar a arma aqui na mesa enquanto o senhor faz o exame.

— Mas por que você trouxe uma arma pro exame? Você é policial? Segurança?

— Não, doutor... Eu só queria pedir uma coisa pro senhor...

— O que é? — perguntou o médico, preocupado.

— Se eu tiver qualquer demonstração de alegria o senhor me dá um tiro?

48
43
5

Local Proibido

O guarda vê um homem estacionando seu carro em local proibido e diz:

— Tire o carro e pare em outro lugar. Não está vendo a placa de "Proibido Estacionar"?

— Estou...

— E então?

— Então... Vá tomar banho!

O guarda algema o indivíduo no ato, e o leva até a delegacia:

— Olha que engraçadinho, delegado. Mandei tirar o carro de um local proibido e ele me mandou tomar banho!

— Ah, é ? — diz o delegado com ironia — E eu? Pra onde você vai mandar?

— Eu vou mandar tomar no cu! — diz o cara.

O delegado fica furioso, dá um bofete no cara e fala:

— Leva para os fundos e põe o vagabundo no pau-de-arara!

O policial leva o homem até uma salinha e o pendura de ponta-cabeça, quando a carteira do cara cai do bolso aberta no chão: "General do Exército Brasileiro".

Correndo, o guarda volta à sala do delegado e diz:

— Delegado. O homem é general!

— General? Ai, ai, ai... E agora? O que nós vamos fazer?

— Bom... Eu vou tomar o meu banho...

123
103
20

Matou a Sogra

O homem compareceu ao plantão de polícia dizendo que queria confessar um crime. Com sono, o delegado vem até a sala de interrogatório e pergunta:

— O que você fez?

E o cara:

— Matei minha sogra!

— Bom, meu rapaz, você devia estar muito transtornado quando cometeu esse crime, não se importe, vá pra casa e descanse. Amanhã a gente resolve isso. Está tudo bem.

— Mas doutor eu enterrei a velha!

— Ah me filho, viu que boa alma você é? Enterrou a sua sogra e assim já evitou toda aquela burocracia.

— Doutor! Mas quando eu estava enterrando ela gritava que ainda estava viva!

— Ô meu filho e você não sabe que toda a sogra é mentirosa e teimosa?