Piadas de Polícia

Um advogado dirigia distraído quando, num sinal PARE, passa sem parar, mesmo em frente a uma viatura da polícia.

Ao ser mandado parar, toma uma atitude de espertalhão...

— Boa tarde. Documento do carro e habilitação.

— Mas por quê, policial?

— Não parou no sinal de PARE ali atrás.

— Eu diminuí, e como não vinha ninguém...

— Exato. Documentos do carro e habilitação.

— Você sabe qual é a diferença jurídica entre diminuir e parar?

— A diferença é que a lei diz que num sinal de PARE deve parar completamente. Documento e habilitação.

— Ouça policial, eu sou advogado e sei de suas limitações na interpretação de texto de lei, proponho-lhe o seguinte: se você conseguir me explicar a diferença legal entre diminuir e parar eu lhe dou os documentos e você pode me multar. Senão, vou embora sem multa.

— Muito bem, aceito. Pode fazer o favor de sair do veículo, senhor advogado?

O advogado desce e é então que os policiais baixam o cacete, é porrada pra tudo quanto é lado, tapa, botinada, cassetete, cotovelada, etc.

O advogado grita por socorro, e pede para pararem pelo amor de Deus. Então o policial pergunta:

— Quer que a gente PARE ou só DIMINUA?

172
105
67

Depois dos terremotos ocorridos na Ásia, o Governo Brasileiro resolveu instalar um sistema de medição e controle de abalos sísmicos, que cobre todo o país. O então recém-criado Centro Sísmico Nacional, poucos dias após entrar em funcionamento, já detectou que haveria um grande terremoto no Nordeste do país. Assim, enviou um telegrama à delegacia de polícia de Icó, uma cidadezinha no interior do Estado do Ceará.

Dizia a mensagem: "Urgente. Possível movimento sísmico na zona. Muito perigoso. Richter 7. Epicentro a 3km da cidade. Tomem medidas e informem resultados com urgência."

Somente uma semana depois, o Centro Sísmico recebeu um telegrama que dizia:

"Aqui é da Polícia de Icó. Movimento sísmico totalmente desarticulado. Richter tentou se evadir, mas foi abatido a tiros. Desativamos as zonas.Todas as putas estão presas. Epicentro, Epifânio, Epicleison e os outros cinco irmãos estão detidos. Não respondemos antes porque houve um terremoto da porra aqui."

71
63
8

Um homem ia pela estrada em seu conversível importado quando uma morena deliciosa pediu carona. Conversa vai, conversa vem, pouco depois já estavam íntimos. Porém, numa curva, estoura um pneu, o carro se descontrola e sai da estrada. Chega a polícia rodoviária, um guarda se aproxima e encontra o homem chorando, desesperado, agarrado ao volante.

— Calma, amigo. Não precisa chorar assim. Não aconteceu nada à moça. Quando o carro saiu da estrada, ela foi jogada fora e caiu num monte de palha. Só desmaiou.

— Eu sei, eu sei — soluça o homem. — Mas você viu o que foi que ficou na mão dela?

58
25
33

Fui a uma loja hoje de manhã e estive lá por uns 5 minutos. Quando saí, vi um guarda municipal, todo prepotente, preenchendo uma multa. Corri até ele e soltei o famoso:

— Peraí, amigão, não faz isso não, dá uma chance!

Ele me ignorou e continuou escrevendo a multa. Então o chamei de babaca metido a polícia! Ele me olhou e, sem dizer nada, deu uma olhada em um dos pneus do carro e começou a fazer outra multa.

Então falei:

— Que merdinha de profissão a sua, hein?

Ele começou a escrever uma terceira multa! Foram mais uns 5 minutos ali fora, discutindo ou tentando discutir. E quanto mais xingava, mais multas ele preenchia.

Depois que vi que aquilo não iria se resolver, saí dali e fui pegar o meu carro no estacionamento, na outra quadra...

O importante mesmo é ter tentado ajudar. Faça isso sempre que possível, você sentirá a alma lavada!

39
27
12

Casado com uma mulher que era uma verdadeira bruxa de tão ruim, e tremendamente infeliz com o seu casamento, o português resolve pedir o divórcio de uma vez. A mulher, ruim como ela só, além de dizer que não daria, promete azucrinar o coitado para o resto da vida. Sem outra saída, e inspirado por um filme que assistira na televisão, Manoel resolve se livrar da mulher. Planeja todo o crime, passo-a-passo e, enquanto ela dormia, dá-lhe algumas facadas, arrasta o corpo até a sala, faz um buraco no chão e enterra o cadáver. Quinze minutos depois, no momento exato que terminava de limpar toda a sujeira, arrombam a porta.

— O senhor está preso! — diz em alto e bom som o policial.

Sem esboçar nenhum gesto de defesa, ele se entrega. No tribunal, diante do juiz, intrigado com a esperteza dos policiais, ele pergunta:

— Mais, me diga uma coisa, ó sinhoire juiz. Como foi que vocês fizeram para descobrir tão rápido o crime, me diga? Pois no filme que eu vi pela TV, o gajo fez a mesma coisa e só descobriram 30 anos depois!

Ao que o juiz responde:

— Foi muito fácil. Certamente o cara morava numa casa e não num apartamento como o senhor...

41
30
11

O guarda vê um homem estacionando seu carro em local proibido e pede:

— Tire o carro e pare em outro lugar! Não está vendo a placa de "proibido estacionar"?

— Estou — responde o motorista.

— E então?

— E então? Então vá tomar banho!

O guarda algema o indivíduo sem mais nem menos e o leva até a delegacia:

— Olha que engraçadinho, delegado. Mandei tirar o carro de um local proibido e ele me mandou tomar banho!

— Ah, é? — diz o delegado com ironia — E eu? O que você vai mandar?

— Você eu vou mandar tomar no cu! — diz o cara.

O delegado fica muito puto, dá uma porrada nos cornos do cara e fala:

— Leva para os fundos e põe o filho da puta no pau-de-arara.

O policial leva o homem até uma salinha e o pendura de ponta-cabeça, quando a carteira do cara cai do bolso aberta no chão: "JUIZ FEDERAL"

Correndo, o guarda volta à sala do delegado e diz:

— Doutor: o cara é JUIZ FEDERAL!

— JUIZ FEDERAL? Puta que pariu! E agora? O que nós vamos fazer?

— Bom, eu vou tomar meu banho!

114
100
14

O papa veio ao Brasil e um motorista numa Mercedes apanhou-o para levá-lo a São Paulo. Andava devagar e o papa pediu que corresse mais, porém ele disse que não podia, pois havia guardas na estrada.

O pontífice mandou-o passar para o banco de trás, pegou a direção e pisou o acelerador. Quando o velocímetro marcava 180km, aconteceu. Um policial parou o Mercedão e pediu os documentos do contraventor. Examinou-os. Sem dizer palavra, ligou para o superior:

— Chefe,o homem é dos graúdos.

— É o governador? Pode multar.

— É mais que o governador.

— É o presidente? Pode multar.

— É bem mais que o presidente. Acho que é São Benedito.

— São Benedito?

— Para o senhor ter uma idéia,o motorista dele é o papa.

30
12
18

Uma bichinha comprou um fusquinha e ficou toda serelepe, mandou pintar o fusca de rosa e trocar a buzina. A buzina agora fazia "wuuuwuuuu". Logo ela foi chamar a Karlinha — outra bichinha — para passear de fusca, e a cada bofe que passava elas buzinavam.

Se divertiam até que um caminhoneiro, daqueles bem parrudos, veio em alta velocidade e bateu na traseira do fusquinha, provocando um grande estrago. As bichinhas saíram loucas:

— Ah não! Meus deuses! Meu fusquinha novinho... — e virando-se para o caminhoneiro — Escuta aqui, bruto, você vai ter que pagar o estrago.

— Que pagar nada! Fica na sua! — respondeu áspero o caminhoneiro.

— Ai, vai pagar sim senhorrrrrr. Você bateu por trás e está erradíssimo. Vai ter que pagar.

Karlinha ajudava:

— Isso mesmo. Eu sou testemunha. Vai pagar, seu grosso!

O caminhoneiro era irredutível:

— Não vou pagar e pronto! Saia da frente!

A bichinha motorista não se conteve e mandou que Karlinha chamasse a polícia. E enquanto a outra ia chamar a polícia, a motorista insistia:

— Quero ver se você não vai pagar. Você vai pagar sim senhor!

O caminhoneiro engrossou:

— Vou pagar o cacete!

A bichinha voltou-se para Karlinha, já longe, e gritou:

— Karlinhaaaaaa. Volta, volta que ele quer negociar...

90
55
35

Joaquim era enfermeiro de uma UTI e tratava de uma mulher internada em estado de paralisia total. Nove meses depois ela aparece grávida, para espanto de todos!

A direção do hospital se reuniu e deu queixa na delegacia de polícia para achar o culpado. A polícia então começou interrogando o Joaquim.

— O senhor era o enfermeiro da paciente grávida?

— Sim senhoire...

— E foi você que engravidou a moça?

— Foi sim senhoire, mas só fiz por ordem do hospital. Cumpri rigorosamente o que estava escrito na prancheta da paciente.

— Como assim? O que era mesmo que estava escrito no boletim médico?

O Joaquim então retirou uma cópia do relatório e leu para o delegado: "Mulher, 22 anos, inerte, não reage a nenhum estímulo. Coma."

39
22
17

Um policial está na estrada, chegando no Posto Rodoviário onde trabalha e avista um carro andando em baixíssima velocidade. Imediatamente ele faz sinal para o carro parar e vai falar com o motorista. Aliás, a motorista. É uma velhinha acompanhada de três amigas da mesma faixa etária.

— Não sei se a senhora sabe, mas andar devagar demais pode provocar um acidente! — adverte o guarda.

— Mas, seu guarda! Eu só estou obedecendo a sinalização! Será possível que hoje em dia, só porque ninguém respeita a sinalização...

— Um minuto, senhora! — interrompe o policial — Posso saber que sinalização a senhora está respeitando?

A velhinha não diz nada. Só aponta uma placa onde está escrito "BR-050".

— Mas, minha senhora... Aquela placa não indica o limite de velocidade e sim o número da estrada, BR-050... Olha, eu não vou multá-la se a senhora prometer ter mais atenção, tudo bem?

— Tá certo... Tá certo...

— Só mais uma coisa — torna o guarda — As demais senhoras estão passando bem? Elas parecem tão assustadas...

— Elas já vão melhorar! — responde a velhinha — É que nós acabamos de sair da BR-262...

56
48
8

O sujeito atravessa quatro sinais vermelhos e uma viatura da polícia o segue até pará-lo:

— Muito bonito, hein?

— Bonito e veloz!

— Sabia que posso tirar sua carteira por isto?

— Duvido muito, pois fazem dois anos que estou tentando tirar minha carteira.

— Cadê o cinto?

— Está lá atrás, segurando o botijão de gás.

O guarda se esquentando com a situação, resolve perguntar para a namorada do rapaz que esta ao lado:

— Ele é sempre bem humorado assim?

E a moça responde:

— Não, só quando esta bêbado!

35
16
19

Dois amigos se encontram:

— Caramba! — diz o primeiro — Que relógio legal você comprou, hein?

— Não comprei não... — responde o amigo — Ganhei em uma corrida!

— Que legal, cara! E quantas pessoas participaram dessa corrida?

— Três!

— Só isso?

— É... Eu, o antigo dono do relógio e um policial!

81
50
31

Numa noite escura, voltando de uma carreata pelo interior, um dos ônibus, lotado de políticos sai da pista, capota duas vezes e cai numa fazenda.

O fazendeiro acorda assustado e vai ver o que oconteceu.

Ao se deparar com aquela terrível visão, rapidamente começa a cavar um buraco, onde enterra os corpos.

Alguns dias depois, um investigador bate a sua porta e faz várias perguntas sobre o acidente.

— E onde estão os políticos?

— Eu enterrei eles naquela cova ali!

— Mas estavam todos mortos? — espanta-se o policial.

— Bem... alguns diziam que não... mas o senhor sabe como os políticos são mentirosos!

78
61
17