Piadas de Professor

A professora ralhava com o Joãozinho:

— Joãozinho, a que distância você mora da escola?

— A dois quilômetros, professora!

— E a que horas você sai de casa?

— Às sete e quinze, professora!

— Então, se você tem quarenta e cinco minutos para percorrer apenas dois quilômetros, por que é que chega todo dia atrasado?

— É que tá cheio de placas escrito: "Devagar, Escola".

50
33
17

Joãozinho, sempre ele, escreveu numa redação da escola: o gato não "cabeu" no buraco. A professora, de castigo, mandou-o escrever 20 vezes no quadro a palavra "coube".

Quando ele terminou, a professora contou as palavras e comentou:

— Mas você só escreveu "coube" 19 vezes, Joãozinho!

— É que a última já não "cabeu", professora!

55
38
17

Joãozinho entra de fininho na sala de aula e é surpreendido pela professora:

— Atrasado de novo, Joãozinho?

— Pois é, professora... Acontece!

— Acontece? — exclama ela, exaltada — Você anda muito indisciplinado, garoto! Quando não chega atrasado nas aulas, falta. O que você pretende ser se comportando assim?

— Político, professora!

22
-7
29

Dia de prova oral. A professora chama o primeiro aluno e explica as regras:

— Joãozinho! Não sei se você conhece as regras, mas na prova oral você não pode olhar para os lados, nem consultar nenhum material.

— Pra cada pergunta que eu fizer a sua resposta tem que ser oral. Entendeu?

— Entendi, fessora...

— Então vamos começar: quem descobriu o Brasil?

— Oral...

37
21
16

A adolescente volta da aula de golfe, chorando:

— O que aconteceu? — pergunta o pai, preocupado.

— Fui picada por uma abelha!

— Em que lugar?

— Entre o primeiro e o segundo buraco!

— Vou falar com o seu professor. Ele precisa lhe alertar que você está jogando com as pernas muito abertas.

16
6
10

A garota muito bonita, vestindo uma saia minúscula e um mini blusa decotadíssima, chega para o professor de matemática reclamando que precisa tirar a nota máxima no exame para poder passar.

— Professor — diz ela com voz lânguida. — Eu sou capaz de fazer qualquer coisa para passar de ano.

— É mesmo? — pergunta o professor, com um sorriso.

E ela arquejando o tronco para salientar o decote:

— Tudo o que o senhor me pedir... tudinho!

— Então... estude!

29
22
7

Numa escola primária, uma das turmas tirou uma foto da classe.

A professora queria convencer os alunos a comprarem uma cópia da fotografia e tentou vender seu peixe:

— Já pensaram como será daqui a uns anos? Vocês olhando a foto e dizendo "Ali está a Joana, agora é advogada!" ou "Olha o Luís, que agora é médico!".

Nessa hora um aluno grita no fundo da sala:

— E ali está professora, que agora está morta!

15
1
14

O professor de português, recém-chegado naquela cidadezinha, resolve fazer um terno. Ao passar por uma alfaiataria, ele lê o letreiro: Arfaiataria Aguia di Oro.

Ao entrar, ele cumprimenta o proprietário e, tentando ser gentil, tece um elogio:

— Parabéns! Gostei do nome que você colocou na sua loja. Águia de Ouro! É um nome imponente!

O caipira olha para ele com ar desconfiado e responde:

— Discurpi seu dotô! Pode ser imponente, mas o sinhô falô errado. Não é "Águia di oro" e sim "Agúia di oro"!

14
1
13

Conversando com a professora, Joãozinho começa a falar da sua família:

— Fessora! Sabia que todas as minhas irmãs têm nome de flor?

— É mesmo, Joãozinho? — diz ela, animada — Que bonito! E quantas irmãs você tem?

— Ah, professora... Tenho tantas que nem sei!

— Nossa! E quem escolheu esses nomes de flores? A sua mãe?

— É! Ela também tem um nome de planta!

— Não diga! Como ela se chama?

— Trepadeira, fessora!

32
19
13