Piadas de Professor

312
150
162

Nome da Reta

Um professor de matemática desenhou um triângulo no quadro, depois traçou uma reta que saía do vértice do triângulo até o lado oposto dividindo-o ao meio e perguntou para Joãozinho:

— Joãozinho, qual é o nome desta reta que tracei no triângulo?

Ele pensou e começou a responder:

— Media... media... já sei! Mediana!

E o professor logo o corrigiu:

— Não é mediana e sim mediatriz.

Joãozinho ficou triste e comentou:

— Nossa, errei por um triz!

355
232
123

Até tú, Brutus?

A professora passa um teste sobre Julio Cesar, mas avisa:

— Se houver cola é ZERO pra todo mundo!

Então no meio da prova Joãozinho sussura:

— Juninho, me passa uma resposta... O que Julio Cesar disse quando morreu?

— Ele disse "Até tú, Brutus?" e morreu. Mas escreve algo diferente, pra professora não notar que foi cola.

Quando a professora foi corrigir, viu na prova do Joãozinho:

"Até tú, Popeye?"

270
190
80

Etiqueta no Restaurante

Uma professora estava dando algumas lições de etiqueta pra os seus alunos. No começo das explicações, ela resolveu pedir que as crianças dissessem regras, que já haviam ouvido de seus pais, sobre como se comportar bem dentro de um restaurante.

— "Não fique brincando com a comida" — disse um dos alunos.

— "Não faça muito barulho" — afirmou outro menino.

— "Lave bem as mãos antes de comer" — disse uma garota.

— "Não fale enquanto estiver com a boca cheia" — gritou outro aluno.

A professora resolveu perguntar ao Joaõzinho, que estava calado:

— O que os seus pais dizem antes de você ir a um restaurante, Joãozinho?

— "Peça algo barato."

106
36
70

Sala de Triagem no Céu

Três mulheres recém-mortas chegam juntas ao céu e vão para a sala de triagem.

— O que é que a senhora fazia lá na terra? — pergunta São Pedro, à primeira da fila.

— Eu era professora!

São Pedro vira-se para o seu assistente e ordena:

— Dá para ela a chave da sabedoria!

E voltando-se para a segunda:

— E a senhora, o que fazia na terra?

— Eu era advogada!

— Dá pra ela a chave do direito!

E a senhora, o que fazia na terra?

— Eu fazia strip-tease!

— Dá pra ela a chave do meu quarto!

219
112
107

Vacas Sagradas

A professora dando uma aula de sociologia e diz que na Índia as vacas são sagradas e ninguém pode comê-las. Mas Joãozinho questiona:

— Pô, que sacanagem fessora!

E a professora pergunta:

— Por que sacanagem Joãozinho?

— Ah fessora, e os bois ficam só batendo punheta?

228
171
57

Meu Pai Tem Tudo

Quando uma professora dava aula a seus alunos sobre as diferenças entre os ricos e os pobres, Júlia levanta o dedo:

— Senhora, meu pai tem tudo: TV, telescópio, DVD, Mercedes...

— Tudo bem, diz a professora, mas será que tem uma lancha?

Júlia reflete e diz:

— Bem, não...

A professora disse:

— Viu, não podemos ter tudo.

— Professora —, disse Artur —, meu pai tem tudo: TV, telescópio, DVD, Mercedes, Lancha,...

— Sim, responde a professora, mas será que tem um avião particular?

Depois de refletir, Artur responde:

— Bem, não...

— Está vendo que não se pode ter tudo na vida? — disse a professora.

Joãozinho levanta o dedo e diz:

— Professora, meu pai, agora, tem tudo.

— Será? — disse a professora.

— Certeza. Pois sábado passado, quando minha irmã apresentou o novo namorado, pagodeiro, de cabelo descolorido, bonezinho virado, cueca aparecendo. O papai disse: "Era só o que me faltava!"

238
134
104

A Redação do Joãozinho

Certo dia, a professora mandou fazer uma redação de pelo menos 80 palavras. Joãozinho foi o primeiro da turma a terminar. Sua redação estava assim:

"Dona Maria tinha um gatinho. Quando ela queria chamá-lo, ela fazia assim: bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim, bichim..."

260
201
59

Correção da Prova

Joãozinho ansioso por sua nota na prova perguntou para a professora:

— Fessora, a senhora já corrigiu as provas?

— Não, Joãozinho! Tenho várias turmas!

E a professora continua normalmente a aula:

— Turma, fizeram as tarefas de casa?

Imediatamente Joãozinho responde:

— Não! Temos vários professores!

235
181
54

Posso Ter Filhos

Joãozinho pergunta para a professora:

— Fêssora, um menino como eu pode ter filhos?

— Claro que não Joãozinho, você só tem 10 anos!

— E uma menina como a Mariazinha pode ter filhos?

— Também não meu amor, ela só tem 9 aninhos!

Joãozinho se vira para Mariazinha e diz:

— Eu num disse que num tinha perigo!

134
90
44

Profissão do Pai

A professora pergunta ao Joãozinho:

— O que o seu pai faz?

— Ele está desempregado, professora.

A professora pergunta novamente:

— O que ele faz quando não está desempregado?

— Ele caça elefantes na floresta amazônica.

— Mas não tem elefante na floresta amazônica!

— E é por isso ele está desempregado!

176
115
61

Oito Cachorrinhos.

Joãozinho, chega cedo ao colégio e diz à professora:

— Tia lá em casa nasceram oito cachorrinhos e todos vão votar na Dilma.

— É mesmo? Que bom Joãozinho.Diz a professora.

Uns quatro ou cinco dias após, Joãozinho novamente chega à professora e diz:

— Tia lá em casa nasceram oito cachorrinhos e apenas cinco vão votar na Dilma.

Então a professora intrigada pergunta:

— Ué? Não eram os oito?

— Eram, mas três já abriram os olhinhos!

146
89
57

Alguma Matéria

A professora vê o Joãozinho sentado quieto e pergunta:

— Joãozinho o que houve? É alguma matéria que eu ensino? Português, Matemática?

— É química professora.

— Mas eu não ensino química.

— Por isso mesmo, não há química entre nós...

111
44
67

Uma Pergunta Pessoal

O professor estava aplicando uma prova numa turma de ensino médio. Já perto de terminar o horário Joãozinho diz:

— Fessor, posso fazer uma pergunta?

— Se for sobre a prova, pode.

— Ah Fessor, não é sobre a prova não.

— Então, não pode.

— Ah Fessor, deixe aí vai...

Ele insistiu tanto que o professor concordou:

— Tá bom, Joãozinho, pergunte.

— Fessor, quando você faz amor, o senhor beija na boca?

Ele sem entender nada, repreendeu o aluno:

— Isso não é coisa que se fale, Joãozinho.

— Fessor, responda ai. É importante pra mim.

Percebendo que a turma toda estava atenta a conversa, ele resolveu responder a pergunta.

— Sim, Joãozinho. Quando eu faço amor eu beijo na boca.

— Fessor, me beije na boca!

E o professor ficou completamente encabulado:

— Que é isso, Joãozinho? Por que eu beijaria você?

— Ah Fessor, é que sua prova me fudeu todinho!

148
110
38

Pergunta Sacana do Professor

— Um professor de Física quis pregar uma peça em seus alunos e lhes disse:

— Aqui vai um problema: Um avião saiu de Amsterdam com uma velocidade de 800 km/h, à pressão de 1.004,5 milibares; a umidade relativa do ar era de 66% e a temperatura 20,4 graus Celsius. A tripulação era composta por 2 pilotos e 5 aeromoças; a capacidade era de 145 assentos para passageiros e o banheiro estava ocupado. A pergunta é... Quantos anos eu tenho? — E deu aquele risinho de quem se sente superior.

— Os alunos ficam assombrados. O silêncio é total.

Então o Joãozinho lá no fundo da sala e sem levantar a mão, diz de pronto:

— 44 anos, professor!

— O professor, muito surpreso, o olha e diz:

— Caramba, é certo. Eu tenho 44 anos.

— Mas como você calculou?

— E Joãozinho:

— Bem, eu deduzi porque eu tenho um primo que é meio viado, e ele tem 22 anos...

90
57
33

Interpretando Drummond

Na sala de aula, o professor estava analisando, com seus alunos, aquele famoso poema de Carlos Drummond de Andrade:

“No meio do caminho tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
tinha uma pedra
no meio do caminho tinha uma pedra.

Nunca me esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
no meio do caminho tinha uma pedra.”

Depois de ter explicado exaustivamente que, ao analisarmos um poema, podemos detectar as características da personalidade do autor, implícitas no texto, o professor pergunta:

— Joãozinho, qual a característica de Carlos Drummond de Andrade que você pode perceber neste poema?

— Uai, professor, eu tô matutando aqui: ou ele era traficante ou usuário...

91
49
42

Origem da Vida

Após ouvir a explicação sobre a origem da vida, o nascimento de uma criança e a história da cegonha, Joãozinho diz à professora:

— Humm... Então quer dizer que meu pai transou com uma cegonha, né? Então, por que ele faz tanta confusão quando me pega com uma galinha?

36
-18
54

Profissão dos Pais

É o primeiro de ia de aula e a professora quer saber o que os pais dos alunos fazem.

— Agora, eu quero saber qual a profissão do pai de cada um de vocês. Alberto, o que é que o seu pai faz?

— Ele é comerciante, professora.

— Ah, muito bem. E você, Bartolomeu? O que o seu pai faz?

— Ele é gerente do banco, professora.

E assim ela vai percorrendo a lista de chamada até que chega a vez de Juquinha.

— Juquinha, o que é que seu pai faz?

— Professora, sniff! sniff! meu pai morreu na semana passada.

— Ah, eu não sabia, Juquinha. Os meus pêsames. Mas o que ele fazia antes de morrer?

— Toss, toss, arrghhh! Arrghh! Plufft!

372
139
233

Cabeça dos Gatinhos

O garoto chega à escola se esvaindo em lágrimas e a professora vai consolá-lo.

— Pobrezinho! O que houve com você, meu fofinho?

— Papai cortou a cabeça dos 6 gatinhos que nasceram ontem lá em casa.

— Oh! Que maldade! Como se faz uma coisa dessas? Seu pai não tem respeito pela vida dos animais?

— Tem não, professora. E o pior é que a mamãe havia me prometido que quem ia cortar as cabeças era eu.