Os Vigaristas

Rapidinha no Túnel

67
49
18

O casal está viajando de trem em lua de mel e o sujeito doido pra dar uma rapidinha. A cada túnel que passa, vai passando a mão nos seios da moça. E ela, toda recatada:

— Não, querido! Aqui não!

Logo o túnel acaba e ele volta a ficar sossegado.

No próximo túnel, ele enfia a mão no meio das pernas da moça.

— Ai, querido! Aqui não!

O túnel acaba e ele volta a ficar sossegado.

Outro túnel, ele enfia a mão na calcinha da moça e começa a boliná-la.

— Ai, querido! Aqui não!

Logo o túnel acaba e ele sossega.

De repente, o trem pega um túnel que não acaba mais e fica tudo escuro por um tempão. Logo que o túnel acaba, ele cochicha no ouvido dela:

— Se eu soubesse que esse túnel era tão comprido, teria te comido aqui mesmo!

E a moça, apavorada:

— Quer dizer que não foi você?