Os Vigaristas

Refugiado de Guerra

59
28
31

O Turco vai se confessar:

— Padre, há 20 anos eu abriguei um refugiado de guerra. Qual o meu pecado?

— Meu filho, nisso não há pecado, você fez uma caridade!

— Mas, padre, eu cobrei aluguel dele.

— Tem razão, meu filho, isso é pecado! Reze 3 Ave-Marias e um Padre-nosso...

— Só mais uma pergunta, padre! Devo falar pra ele que a guerra acabou?