Os Vigaristas

Resolvendo no Jogo

18
11
7

O camarada chega de viagem um dia mais cedo e encontra a mulher na cama com o amante. Corre daqui, veste dali e o marido encontrando uma oportunidade de usar todos os palavrões que havia aprendido. Assim que os pelados se recompõem, a mulher em prantos pede ao marido:

— Por favor, Armando! Vamos resolver esse problema sem o uso da violência!

— Ah, é? Posso saber como?

— Eu tenho uma idéia — intervém o amante. — Podemos disputá-la num jogo de pôker! Quem perder mais rodadas depois de duas horas de jogo, sai da vida dela, definitivamente!

— Eu topo! — fez o marido. — Mas com uma condição!

— Qual?

— Vamos jogar a dinheiro para ficar um pouco mais emocionante!