Os Vigaristas

Segundas Intenções

30
3
27

Uma loira maravilhosa chegou a delegacia aos prantos, para fazer uma queixa: tinham acabado de roubar o seu broche de brilhantes.

— E onde você estava quando isso aconteceu? — perguntou o delegado.

— Eu estava no metrô, voltando pra casa — respondeu, triste.

— Sei — disse o delegado anotando as informações. — E onde estava o broche?

— Estava na minha blusa — disse ela, arrasada. — Preso bem no decote.

O delegado ficou surpreso:

— Preso no decote? Mas você não sentiu a mão do ladrão?

Ela explicou:

— Bom, sentir eu senti, sim. Mas é que eu achei que ele estava com boas intenções...