Piadas de Sogras

78
72
6

Dispensa do Serviço Militar

Um jovem escreveu a seguinte carta para o militar responsável pela dispensa do serviço militar.

Prezado Oficial Militar,

Venho por intermédio desta pedir a minha dispensa do serviço militar. A razão para isto bastante complexa e tentarei explicar em detalhes.

Meu pai e eu moramos juntos e possuímos um rádio e uma televisão. Meu pai é viúvo e eu solteiro. No andar de baixo, moram uma viúva e sua filha, ambas muito bonitas e sem rádio e nem televisão. O rádio e a televisão fez com que nossas famílias ficassem mais próximas.

Eu me apaixonei pela viúva e casei com ela. Meu pai se apaixonou pela filha e também se casou com esta. Neste momento, começou a confusão.

A filha da minha esposa, a qual casou com o meu pai, é agora a minha madrasta. Ao mesmo tempo, porque eu casei com a mãe, a filha dela também é minha filha (enteada).

Além disso, meu pai se tornou o genro da minha esposa, que por sua vez é sua sogra. A minha esposa ganhou recentemente um filho, que é irmão da minha madrasta.

Portanto, a minha madrasta também é a avó do meu filho, além de ser seu irmão. A jovem esposa do meu pai é minha mãe (madrasta), e o seu filho ficou sendo o meu irmão. Meu filho é então o tio do meu neto, porque o meu filho é irmão de minha filha (enteada).

Eu sou, como marido de sua avó, seu avô. Portanto sou o avô de meu irmão. Mas como o avô do meu irmão também é o meu avô, conclui-se que eu sou o avô de mim mesmo!

Portanto, Senhor Oficial, eu peço dispensa do serviço militar baseado no fato de que a lei não permite que avô, pai e filho sirvam ao mesmo tempo.

Se o Senhor tiver qualquer dúvida releia o texto várias vezes (ou tente desenhar um gráfico) para constatar que o meu argumento realmente verdadeiro e correto.

Assinado: Avô, pai e filho.

123
103
20

Matou a Sogra

O homem compareceu ao plantão de polícia dizendo que queria confessar um crime. Com sono, o delegado vem até a sala de interrogatório e pergunta:

— O que você fez?

E o cara:

— Matei minha sogra!

— Bom, meu rapaz, você devia estar muito transtornado quando cometeu esse crime, não se importe, vá pra casa e descanse. Amanhã a gente resolve isso. Está tudo bem.

— Mas doutor eu enterrei a velha!

— Ah me filho, viu que boa alma você é? Enterrou a sua sogra e assim já evitou toda aquela burocracia.

— Doutor! Mas quando eu estava enterrando ela gritava que ainda estava viva!

— Ô meu filho e você não sabe que toda a sogra é mentirosa e teimosa?

105
92
13

A Sogra e o Policial

A família inteira estava no carro voltando do feriadão na praia. Quase chegando em casa, um policial rodoviário manda o carro parar:

— Por favor, os documentos, do senhor e do veículo. Sabia que estava a cento e quarenta por hora e que a velocidade permitida aqui é apenas noventa?

— Não seu guarda, eu estava a noventa, tenho certeza disto.

A sogra, sentada no banco de trás entre as crianças, começa a participar da conversa:

— Ah, Paulo Ricardo, que é isso! Você estava a 140 ou mais!

O cara olha para a sogra vermelho de raiva. O policial continua:

— E sua lanterna direita não está funcionando...

— Minha lanterna? Nem sabia disso. Acho que queimou durante a viajem.

E a sogra corrige:

— Ah, Paulo Ricardo, que mentira! Faz quase um mês que você está falando que precisa trocar a lâmpada da lanterna!

O cara fica quase louco e faz sinal à sogra para ficar quieta. O policial:

— E o senhor está sem o cinto de segurança.

— Mas, seu guarda, eu estava com ele. Eu só tirei para pegar os documentos!

— Ah, Paulo Ricardo, mentindo de novo? Você nunca usa o cinto!

O cara explode e grita com a velha:

— Cacete! Dá pra calar a boca?

O policial chega perto da janela da sogra e pergunta:

— Esse sujeito sempre grita assim com a senhora?

E a sogra que colabora responde:

— Não, não senhor, seu guarda. Só quando bebe!

73
49
24

Sogra Irritante

A família saiu de viagem levando a sogra. No meio do caminho, ela não parava de gritar, resmungar e se debater. O genro não agüentava mais ouvir aqueles berros, e resolveu parar o carro para tomar uma providência. Desceu do carro, abriu o porta-malas e falou:

— Tudo bem, já chega! A senhora pode ir lá na frente. Mas se der um pio, volta pra cá, outra vez!

50
38
12

Sogra Estrela

Fim de tarde, o genro chega em casa bem humorado e, mais uma vez, encontra a sogra lá. Como quem não quer nada, chega perto da velha e a pronuncia uma frase surpreendente:

— Querida Sogrinha, sabe que eu gostaria muito que você fosse uma estrela?

Ela fica toda contente! Não cabe em si de felicidade e responde:

— Quanta gentileza, meu genro! Por que motivo você fala isso?

— Porque a estrela mais próxima está a milhões e milhões de quilômetros da Terra.

14
6
8

Briga do Casal

No meio de uma briga, a mulher gritava:

— Você acha que é mais inteligente do que eu, que o seu emprego é melhor que o meu, que o seu passado é melhor que o meu, que sua educação é melhor que a minha, que tudo seu é melhor que o meu!

— Que bobagem, meu amor... Quer um exemplo? Eu gosto muito mais de sua sogra do que da minha!

13
-2
15

Herdeiro Único

Um curioso estava à porta do cemitério quando viu entrar três caixões e, logo atrás, um tipo muito bem vestido com um cachecol de gesso ao pescoço. Curioso como era, chegou perto do tipo e perguntou:

— Quem é o sujeito do primeiro caixão?

— Esse era o meu sogro, que Deus o tenha. Era podre de rico. Tinha milhões no banco e propriedades no interior.

— E no segundo caixão?

— A minha sogra, coitada. Herdou uma enorme fortuna da família. Já era muito rica antes de se casar.

— E no último?

— Era a minha mulher, que descanse em paz. Era filha única, herdeira única coitada, morreu...

— Ah, agora entendi. Tu também estava no carro quando se deu o desastre. Por isso está com isso no pescoço.

— Você está doido ou o quê? Deus me livre! Eu só mandei fazer esta merda para ver se consigo parar de rir!

69
21
48

Árvore de Natal

Papai Noel estava muito aflito porque ainda não tinha embrulhado todos os brinquedos. Uma rena muito doente e a outra quebrou a perna. Ele não podia fazer muita coisa, pensou em chamar o Coelhinho da Páscoa, mas ele estava de férias no Caribe...

Preocupado, decidiu ir beber algo, pra poder relaxar. Pena, que quando chegou na adega, não encontrou nada. Voltou à cozinha para comer qualquer coisa mas os ratos tinham comido tudo. E como se tudo isto não bastasse, encontrou um recado da Mamãe Noel dizendo que sua mãe — a Sogra Noel — ia passar o Natal lá na sua casa...

No meio daquele desespero, alguém bateu à porta. Com a pressa de ir abrir, ele tropeçou, bateu com a cabeça na quina duma mesa, e começou a sangrar muito. Já verde de raiva, ele abriu a porta e deu de cara com um anjinho que lhe disse, com uma voz angelical:

— Olá Papai Noel! Boas Festas! Venho visitá-lo neste dia tão feliz, cheio de paz e amor. Trago aqui esta árvore de Natal. Onde é o senhor quer que eu a coloque?

E foi a partir dessa data que todas as árvores de Natal passaram a ter um anjinho no topo...

41
38
3

Seus Parentes

Um jovem casal viajava por uma estrada do interior e devido a uma rotineira discussão, ficaram sem se falar por algumas horas...

Nenhum dos dois queria dar o braço a torcer até que quando eles passavam por uma fazenda onde haviam alguns porcos e uma vaca pastando, o marido resolve quebrar o gelo:

— São parentes seus?

E ela, mantendo o nível:

— Sim... São meus cunhados e minha sogra!

64
53
11

Alta do Hospital

O sujeito tinha ido ao hospital visitar a sogra, que estava em estado grave.

Na volta a esposa, muito preocupada, pergunta:

— E então, querido? Como a mamãe está?

— Está ótima! Com uma saúde de ferro! Ainda vai viver por muitos anos! Na semana que vem ela vai receber alta do hospital e vai vir morar com a gente, pra sempre!

— Nossa, que maravilha! — diz a esposa — Mas isso é muito estranho, querido... Ontem mesmo ela parecia estar no seu leito de morte, os médicos diziam que ela deveria ter poucos dias de vida!

— Bom, eu não sei como ela estava ontem — respondeu ele — Mas hoje quando eu cheguei no hospital o médico já foi logo me dizendo que a gente devia se preparar para o pior!

10
0
10

Coisa Ruim

Dois velhos amigos estão no restaurante e um deles sugere:

— Cara, me fala uma coisa que você acha muito ruim!

— Muito ruim? — pergunta o amigo, pensativo — A minha sogra!

— Não, seu burro! Eu tô falando coisas de comer!

— Ah, a minha mulher!

43
20
23

Cartomante

O homem vai a uma cartomante para saber sobre seu futuro, pois algo o incomodava. Chegando no local a cartomante avisa:

— Sua sogra morrerá violentamente!

Ele prontamente responde:

— Serei preso?

137
129
8

Recrutando Agentes

A CIA resolveu recrutar um agente. Após uma série de seleções, entrevistas, testes, escolheram três candidatos: um Francês, um Inglês e um Brasileiro.

Para a prova final, os agentes da CIA colocaram os candidatos diante de uma porta metálica e entregaram-lhes uma pistola. — Queremos ter a certeza de que vocês são capazes de seguir ordens, quaisquer que sejam as circunstâncias.

Então, dizem ao Francês:

— Atrás desta porta você vai encontrar a sua sogra sentada numa cadeira. Você terá que matá-la!

— Estão falando sério? Eu jamais mataria a minha sogra!

— Então você não serve, responde o agente.

Ao Inglês deram as mesmas instruções. Ele pegou a arma entrou na sala e após cinco minutos regressou com lágrimas nos olhos. — Tentei mas não posso matar a minha sogra.

— Você também não está preparado para trabalhar nesta agência. Pegue sua sogrinha e vá embora.

Chegou enfim a vez do Brasileiro. Deram-lhe as mesmas instruções. Ele entrou e então, ouviram-se tiros, um estrondo e depois outro... a seguir ouvem-se gritos, barulhos de móveis quebrando, etc.

Após alguns minutos, silêncio total. Então a porta se abre lentamente e o Brasileiro sai todo suado e diz:

— Bem que vocês podiam ter me dito que os tiros eram de festim!... Tive que matar a desgraçada a cadeirada!

56
35
21

Abóbora Envenenada

Dois amigos conversam a respeito de sogra, ate que um diz ao outro.

— O Zé sua sogra já é falecida não é?

— É, eu já tive 3 sogras...

— Que isso cara!

— Ué e do que a primeira morreu?

— Bem, foi por causa de uma abóbora envenenada!

— Credo! Mas e a segunda?

— Também, foi uma abóbora envenenada!

— Vixi, meu véio, que coisa, não diga que a terceira também foi abóbora envenenada?

— Não, esta foi uma paulada na cabeça!

— Cara que loucura, mas porque?

— É porque a maldita da velha não queria comer a abóbora envenenada?

32
19
13

Enterro em Jerusalém

O serviço funerário de Jerusalém liga para o genro no Brasil...

— Senhor, sua sogra morreu e para enterrar aqui em Jerusalém custará 5 dólares e para levar o corpo para o Brasil e providenciar o enterro aí custará 20 mil dólares. O que o senhor prefere?

O genro respondeu:

— Pode mandá-la para o Brasil.

A esposa toda chorosa e contente fala para o marido:

— Eu não sabia que você gostava tanto assim da minha mãe.

E ele responde:

— Mas não gosto. É que já teve uma cara que ressuscitou lá e eu não quero dar bobeira...

42
26
16

Sortudo

O genro vai até o posto de polícia e fala ao oficial que o atende:

— Eu vim dar queixa do desaparecimento da minha sogra.

O policial pergunta:

— Faz quanto tempo ela sumiu? Mais que 48 horas?

— Faz duas semanas, doutor — responde o genro.

— E por que você demorou tanto tempo para prestar queixa?

— É que eu não conseguia acreditar que eu tivesse dado tanta sorte!

31
20
11

A Briga

— Qual o seu problema? — pergunta o analista ao paciente.

— Bem… eu tive uma briga feia com minha sogra e ela disse que ficaria um mês sem falar comigo.

— Para muito, isso não é um problema. Pelo contrário…

— Só que pra mim é um problemão… hoje está fazendo um mês!

38
19
19

Acidente

O repórter foi ao local de um acidente de carro. Vê um cara chorando.

— O que aconteceu?

— Foi minha sogra…

— Sua sogra morreu no acidente?

— Que nada… é por isso que estou chorando!

46
35
11

Mundo Complexo

Foi encontrado no bolso de um cadáver quando se preparava para a autópsia a seguinte carta:

Senhor delegado do ministério público: Suicidei-me!... Não culpe ninguém pela minha morte, deixei essa vida porque um dia à mais que eu vivesse, acabaria por morrer louco!

Eu explico-lhe: Tive a desdita de me casar com uma viúva, a qual tinha uma filha; se soubesse isso, jamais teria casado. Meu pai para maior desgraça era viúvo, e quis a fatalidade que se enamorasse e casasse com a filha da minha mulher.

Resultou daí que a minha mulher se tornou sogra do meu pai. A minha enteada ficou a ser a minha mãe e o meu pai ao mesmo tempo meu genro!

Após algum tempo, a minha filha pôs no mundo uma criança, que veio a ser meu irmão, porém neto da minha mulher, que fiquei a ser avô do meu irmão. Com o decorrer do tempo, a minha mulher pôs também no mundo um menino, que como irmão da minha mãe, era cunhado do meu pai, e meu tio, passando a minha mulher ser a nora da própria filha.

Eu, senhor delegado, fiquei a ser pai da minha mãe, tornando-me irmão dos meus filhos, a minha mulher, ficou a se minha avó, já que era mão da minha mãe, assim acabei sendo avô de mim mesmo.

Portanto antes que a coisa se complicasse mais, resolvi acabar com tudo de uma vez!

98
90
8

Carpintaria

Um homem pega o telefone e liga desesperado:

— Socorro, a minha sogra quer se suicidar. Ela quer se atirar da janela!

O homem do outro lado diz:

— Tá, mas o senhor errou o número, aqui é da carpintaria.

— Eu sei, é que a janela não quer abrir!

124
91
33

Aniversário da Sogra

Dezoito horas, a família terminou de cantar o parabéns para a velha sogra. De repente um dos genros teve uma ideia e disse:

— Vou declamar uma poesia em homenagem a minha querida sogrinha.

Todos fizeram silêncio e ele recitou os seguintes versos:

"Já enfrentei toda sorte de maldade

Comi carne de sapo e de cobra

Mas juro com toda sinceridade

Foi melhor do que tê-la como sogra!"

O silêncio foi geral risinhos de noras e outros genros. A sogra franziu a testa e disse:

— Muito obrigado tenho também uns versinhos como réplica!

E começou a declamar:

"Já montei em porco espinho,

Já beijei a macaca

Passei por duros caminhos

Passeando com uma ticaca.

Quisera minha gente eu ter

Como genro um tatu

Do que todo dia ver

Um fresco e corno como tu."

66
49
17

Chegando ao trabalho

O homem chega ao trabalho todo arranhado, mordido, com o terno rasgado, a gravata torta, cheio de hematomas no rosto. Ao ver aquela figura grotesca, um colega pergunta:

— O que aconteceu, rapaz? Sofreu algum acidente?

— Não — responde ele. — Acabei de enterrar minha sogra!

— Mas... e esses ferimentos?

— É que ela não queria entrar no caixão...

185
135
50

Na Lata

A sogra vai visitar a filha e o genro. Ela toca a campainha ai o genro abre a porta empolgado:

— Sogrinha a quanto tempo não te vejo! Quanto tempo vai ficar desta vez?

Querendo ser gentil a sogra responde:

— Até quando vocês ficarem cansados de mim.

— Sério? Não vai querer nem tomar um cafezinho?