Piadas Variadas

Entra um senhor desesperado na farmácia e grita:

— Rápido, me dê algo para a diarreia! Urgente!

O dono da farmácia, que era novo no negócio, fica muito nervoso e lhe dá o remédio errado: um remédio para nervos. O senhor, com muita pressa, pega o remédio e vai embora.

Horas depois, chega novamente o senhor que estava com diarreia, e o farmacêutico lhe diz:

— Mil desculpas senhor. Creio que por engano lhe dei um medicamento para os nervos, ao invés de algum remédio para diarreia.

— Como o senhor está se sentindo?

O senhor responde:

— Cagado... mas tô tranquilo.

48
39
9

Um repórter tinha que fazer uma matéria sobre o sexo nas suas diversas classes sociais, foi então ele entrevistar um evangélico:

— Meu amigo me diga o que significa sexo para você?

— Bom sexo pra mim é quando se conhece uma moça de família namora com ela mais ou menos 5 anos depois casa e então vem a consumação do casamento com o sexo.

Foi então entrevistar um rapaz católico, fez a mesma pergunta e ele respondeu:

— Sexo pra mim é conhecer uma garota namorar e transar com ela depois de um tempo de namoro.

Foi então entrevistar um senhor que se encontrava um pouco embriagado, e ele respondeu.

— Sexo pra mim é ir a uma boate encontrar gata e transar com ela na primeira noite.

Depois foi entrevistar um punk totalmente drogado, ele respondeu:

— Sexo pra mim é colocar uma gata gostosa na traseira de uma moto e sair a 160 km por hora e se acabar debaixo de uma carreta .

— Peraí amigo onde você vê sexo aí?

— Bom sexo eu não sei, mas que a gente se fode se fode.

31
24
7

Um dia, a rosa encontrou a couve-flor e disse:

— Que petulância, se chamar de flor! Veja sua pele áspera e a minha, lisa e sedosa. Veja seu cheiro desagradável e meu perfume, sensual e envolvente. Veja seu corpo grosseiro e o meu, delgado e elegante... Eu, sim, sou uma flor!

E a couve-flor respondeu:

— É mas... ninguém te come, né?

23
-14
37

São Pedro, na triagem celeste, perguntou para o americano:

— O que é mole, mas na mão das mulheres fica duro?

O americano pensou e disse:

— Esmalte.

— Muito bem, pode entrar, disse São Pedro.

Perguntou ao italiano:

— Onde as mulheres têm o cabelo mais enrolado?

O italiano respondeu:

— Na África.

— Certo. Pode entrar.

Para o francês:

— O que as mulheres têm no meio das pernas?

— O joelho.

— Muito bem. Pode entrar também.

E perguntou ao inglês:

— O que é que a mulher casada tem mais larga que a solteira?

— A cama.

— Ótimo. Pode entrar.

O brasileiro virou-se e foi saindo de fininho... São Pedro o chamou:

— Você não vai responder à sua pergunta?

— Sem chance! Já errei as quatro anteriores!

30
24
6

Um caminhoneiro galante foi expulso, a pedradas, de uma cidadezinha pacata e conservadora, do interior, porque se recusou a apagar do para-choque a frase: "Só quero a mulher alheia".

Quando precisou voltar a circular na mesma cidade, precavido, mas disposto a manter sua fama, exibia a seguinte frase no seu pára-choque: "Continuo querendo".

16
9
7

— Quanto custa o metro deste algodão? — pergunta Jacó.

— Estamos em promoção — diz o vendedor, pegando a bobina de tecido —, quanto mais o senhor levar, mais barato fica.

— Então, vai desenrolando até ficar de graça...

43
35
8

Certo dia eu estava viajando por uma rodovia e parei em um posto de serviços para abastecer o veículo e tomar um café. Então, aproveitei para ir ao banheiro e, lá chegando, no sanitário ao lado havia outra pessoa. Foi então, que ouvi:

— Oi, como vai?

Não costumo conversar com desconhecidos, principalmente em banheiros públicos, mas na condição de viajante anônimo e por educação respondi a ele:

— Eu vou bem, obrigado!

— Por onde você tem andado?

A pergunta me pareceu estúpida, mas mesmo assim respondi:

— Acredito que igual a você, estou viajando!

— Posso saber para onde vai?

Embora me sentindo incomodado com a pergunta, novamente respondi:

— Sim, claro, estou indo a São Paulo e posteriormente, ao Rio!

— Suponho que vais atrás de um bom negócio!

Totalmente arrependido de ter dado sequência à conversa, ainda respondi:

— Sim, vou! Espero que o resultado seja positivo!

— Olha, logo eu volto a te ligar, é que a bateria do meu celular está no fim e, além disso, tem um idiota aqui ao lado que responde tudo que eu te pergunto!

54
47
7

Três sujeitos discutiam sobre quem, entre eles, tinha a profissão mais antiga.

— Não quero contar vantagem — disse o marceneiro — mas os meus antepassados construíram a Arca de Noé.

— Isso não é nada! — respondeu o jardineiro — Foram os meus antepassados que plantaram o jardim do Éden.

— Tudo bem — disse o eletricista — mas quando Deus disse: Faça-se a luz, quem vocês acham que tinha preparado a fiação?

11
3
8

Pinóquio tinha uma namorada humana e sempre que transavam ela reclamava de umas farpas em seu pênis. Ele então resolveu pedir ajuda a Gepetto, que lhe sugeriu esfregar uma lixa, para aparar as arestas. Pinóquio saiu de lá achando que tinha a solução ideal. Algumas semanas depois, Gepetto viu Pinóquio andando todo feliz pela cidade perguntou:

— Como vai a namorada?

Resposta do Pinóquio:

— E quem é que precisa de namorada?

8
-2
10

Entra no ônibus um homem de 2 m de altura e 140 quilos e pergunta ao trocador:

— Fuanto fe é a fasssagem.

O trocador nada disse. O homem repetiu a pergunta:

— Fuanto fe é a fasssagem.

O trocador nada respondia.

— Fuanto que é a fassagem?

O trocador continuava calado. O homem, a essa altura já ficando nervoso com o trocador, grita:

— Olha aqui seu cobrador, se fonce não me disser fuanto é a fassagem eu fou passar sem pagar.

O trocador continua calado. O homem pula a roleta e desce no primeiro ponto. Um passageiro que presenciou toda a confusão perguntou ao trocador.

— Ô cara, porque você não disse para ele quanto era a passagem?

O trocador respondeu:

— Eu também sou fanho. Ele ia fensar fe eu tafa gozando ele.

26
19
7

O flautista já chegou ao concerto preocupado. Ele sabia que era uma plateia absolutamente exigente, conhecedora da boa música, e não sabia como sua performance seria recebida.

Ele começa a executar a primeira peça. Silêncio absoluto. De repente vem um grito lá do fundo da plateia:

— Esse flautista é um filho da puta!

Silêncio absoluto. O músico quer morrer de vergonha, quando ouve uma outra voz, ainda mais irritada:

— Quem foi? Quem foi?

Era um homem que estava na primeira fila. Ele disse isso de pé, olhando para a plateia. O músico se sente aliviado. Então o homem completa:

— Quem foi o imbecil que chamou esse filho da puta de flautista?

10
3
7

Aquele bar era vagabundo, mas bem vagabundo mesmo. Pra se ter uma ideia, um cliente olhou a vitrine e pediu:

— Me dá aquele quibe ali!

— Aquilo lá não é quibe, é ovo!

— Ovo?

— É claro... Xô, mosquito! Xô, mosquito!

18
-17
35

Era o concurso de quem dormia com mais mulheres. Participavam um alemão, um italiano, um japonês e um brasileiro. O cronista começou a narrar o concurso:

— Atenção, lá vai o japonês, dormiu com uma, dormiu com duas, dormiu com trêêêêsssssss, brochou!

— Agora é a vez do alemão, dormiu com uma, dormiu com duas, com três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nooooovvveeeeee, brochou!

— Chegou a vez do italiano, com pinta de gostosão partiu para cima e dormiu com uma, duas, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, deeeeeezzzzzz, brochou!

— Ih, o brasileiro vai tentar, o coitado é FEIO! Mas lá vai ele… dormiu com dez, dormiu com vinte, dormiu com trinta, quarenta, cinquenta, sessenta, ih acabou as mulheres e ele tá vindo pra cá. SOCORRO!

57
49
8

Uma amiga, fez sua primeira viagem a Dubai. Tudo era novidade!

Hospedou-se num tremendo seis estrelas.

Ao chegar á sua suíte foi fazer um pipizinho. Estava apertada e já quase a pingar a calcinha Sentou naquele luxuoso banheiro e, ao terminar, notou que faltava papel higiênico! Muito chateada, de dentro do banheiro mesmo, telefonou para a recepcionista bilíngue:

— Minha filha…que absurdo! Um hotel dessa categoria sem papel higiênico? Como vou limpar a minha…?

— Desculpe senhora, não usamos mais esse tipo de material em nossos hotéis…

— Por gentileza, veja o painel a seu lado. Aperte o primeiro botão à sua esquerda.

A mulher, curiosa seguiu as instruções. Imediatamente um jatinho delicioso de água morna foi esguichado.

— Senhora, agora aperte o segundo botão, ao lado do primeiro.

Imediatamente, um ventinho quente rapidamente secou.

— Que maravilha, falou a hóspede.

— Espere senhora. Por favor agora aperte o terceiro botão.

Ela apertou, e sentiu uma borrifada de um delicioso perfume francês que foi lançado.

Maravilhada com aquela tecnologia, não se conteve e exclamou:

— Caralho!

E a recepcionista bilíngue imediatamente respondeu:

— É no botão vermelho, senhora. Queira, por gentileza, especificar cor, comprimento e a espessura!

20
5
15