Piadas Variadas

Esta é do tempo do Velho Oeste. Aquele bandido mal afamado entra no Saloon, arrastando as esporas prateadas. Silêncio. Ele se aproxima do balcão. Não se ouve nem um pio. Abre o casaco, exibindo um reluzente revólver no coldre, vira-se para um rapaz que estava sentando em uma das mesas e pergunta:

— Você aí... sabe quanto é um mais um?

— É... é... é do-do-is! — responde o rapaz.

Então, ele saca o revólver e bang... bang... dá dois tiros na testa do sujeito.

Silêncio total, de repente uma vozinha fina de mulher, vinda lá do fundo:

— Por que mataste o rapaz?

— Porque ele sabia demais!

24
10
14

Os alemães derrubam um avião inglês durante a Segunda Guerra Mundial.

Um piloto vai para o hospital alemão com diagnóstico de gangrena e a única solução é amputar a perna direita do coitado.

O piloto é informado sua situação e faz um pedido:

— Por favor. Sepultem a minha perna em solo inglês. Embrulhem a perna e, no próximo ataque a Londres, joguem ela do avião. Os alemães morrem de rir e aceitam a proposta.

Depois de cinco dias, o braço esquerdo também fica com gangrena.

Ele faz o mesmo pedido e os alemães aceitam de novo.

Acontece que depois de dez dias, a perna esquerda também dá sinais de gangrena.

O piloto inglês pede para a perna ser jogada em Londres, mas um oficial da Gestapo dá o contra e diz:

— Você está pensando que aqui só tem trouxa? Primeiro uma perna, depois um braço, depois outra perna... Você está a fim de escapar, não é?

21
16
5

Ao passar por uma cidade do interior, o viajante, extremamente cansado, resolve passar a noite por ali mesmo.

Vai bater no único hotel da cidade, um casebre vagabundo e malcheiroso, caindo aos pedaços.

— Eu quero um quarto! — pede ele.

— Pois não! Por favor, preencha esta ficha!

Ele vai preenchendo a ficha num gesto automático, quando vê um enorme percevejo andando pelo balcão em sua direção.

Imediatamente ele coloca a mão em cima da ficha e vocifera:

— De jeito nenhum! Eu não vou deixar você ver o número do meu quarto!

21
10
11

O filho estava louco pra sair de casa e o pai, não saía do pé dele.

— Pô, velho! — disse ele ao pai — Eu preciso de aventuras, emoção, mulheres... Não tenta me convencer a ficar!

E o pai respondeu:

— Mas quem está pedindo pra você ficar? Vamos juntos!

22
16
6

Em uma geladeira, o copo de vinho insultava o copo de leite:

— Ô, branquelo! Por que você não vai pegar um sol pra ficar bonitão que nem eu, hein? Sol faz bem pra saúde, cara!

O leite, quase qualhando de tão puto, respondeu:

— Olha só quem vem me falar de saúde! Logo você que ferra com a saúde de todo mundo! Ataca o fígado, causa cirrose, gastrite, embriaga, mata pessoas no trânsito...

— Tá certo, tá certo! — disse o copo de vinho, impaciente — Tudo isso é verdade, mas tem um pequeno detalhe que você não pode contestar...

— Ah, é? Posso saber o quê?

— A minha mãe é uma uva...

16
1
15

Num farol vermelho, uma limousine emparelha com uma Kombi.

Dentro da limusine, um executivo tira um sarro com o motorista da Kombi.

— Esta limousine é o máximo! Tem ABS, airbags para todos os passageiros, controle de temperatura automático, computador de bordo, vidros fotocromáticos, televisão com uma antena parabólica...

— Mas tem DVD player, que nem minha Kombi?

O verde aparece no farol e a Kombi sai, deixando o executivo arrasado porque não tinha esse item tão simples. Ele foi direto mandar instalar o equipamento.

Um dia, os dois carros se encontram de novo, no mesmo farol, e o executivo não perdoa:

— Minha limousine tem DVD! Entendeu?

— Mas tem míni-bar?

O sinal fica verde e o executivo quer morrer e manda instalar correndo um míni-bar.

Ele passava todo dia naquela esquina para encontrar o rival, até que um dia, vê a Kombi estacionada com os vidros fechados. Ele sai da limousine e bate no vidro até que ele se abre. O rapaz põe a cabeça para fora, ele bota a maior banca, e fala:

— Eu instalei o míni-bar na limousine!

— O quê? Você me tirou do chuveiro por causa disso?

23
12
11

Dois prisioneiros foram colocados numa mesma cela.

— Quantos anos você pegou? — pergunta o primeiro.

— Trinta! E você?

— Eu peguei vinte e oito!

— Então você pode ficar com a cama perto da porta, já que vai sair primeiro!

28
15
13

Ao terminar o serviço, o colocador de carpetes percebe que o seu maço de cigarros desapareceu. Procura, procura, procura... e nada!

De repente, ele olha para o chão e vê uma elevação se sobressaindo no carpete recém-colocado.

Sem coragem para retirar o carpete e refazer o serviço e irritado com o próprio desleixo, martela a elevação até que ela desapareça.

No instante seguinte, a dona da casa entra na sala, entrega-lhe o maço de cigarros e diz:

— Acho que estes cigarros que estavam sobre a mesa da cozinha são seus. A propósito, o senhor não viu o meu hamster por aí?

27
18
9

O Saci-Pererê ganha a prova olímpica de 100 metros rasos e todos ficam muito impressionados.

Assim que a prova termina um repórter pergunta:

— Como você conseguiu realizar essa façanha com uma perna só?

— Como uma perna só? — reage o Saci — Ah, não vem dizer que Viagra também é doping!

8
-1
9

Terminada a grande luta do século, na qual Popó sagrou-se campeão mundial, o novato repórter da rádio Jovem Pão, aborda o pugilista:

— E aí Popó, como está se sentindo? Diz aí umas palavras para o público brasileiro. O microfone é todo seu!

— Muito obrigado! Muito obrigado de coração! Já ganhei muitos prêmios: troféus, medalhas, dinheiro... mas, microfone, esse é o primeiro!

14
-1
15

Satélite nosso que estais no céu, acelerado seja o vosso link, venha a nós o vosso host, seja feita vossa conexão, assim em casa como no trabalho.

O download nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai nosso tempo perdido no Chat, assim como nós perdoamos os banners de nossos provedores.

Não deixeis cair a conexão e livrai-nos do Spam.

Amém!

45
20
25

Depois de muitos transtornos, o chefe da Máfia resolveu contratar um assistente surdo-mudo visando resguardar a identidade da corporação se o mesmo fosse preso.

Enviado em sua primeira missão, de recolher o dinheiro de alguns devedores, o assistente resolveu passar a perna no chefe e escondeu parte do dinheiro recebido.

Desconfiado, o chefe mandou interrogá-lo e, para facilitar a comunicação, contratou um intérprete que conhecia a linguagem dos surdo-mudos.

Durante o interrogatório, o chefe apontou um 38 na cabeça do espertalhão e ordenou ao intérprete:

— Diga a ele que se não confessar onde está o dinheiro agora mesmo eu puxo o gatilho!

Apavorado, o surdo-mudo confessou onde havia escondido a grana.

— Ele não quer dizer — disse o intérprete. — E disse ainda que duvida que você tenha coragem de puxar o gatilho.

26
20
6