Piadas Variadas

O rapaz tirou aquela morena fenomenal para dançar, mas assim que ela sussurrou o seu nome, ele percebeu que ela tinha um mau hálito terrível. Conversa vai, conversa vem, o rapaz já não aguenta mais e resolve tirar a dúvida:

— Desculpe-me a indelicadeza, mas o que você comeu no jantar? O seu hálito está horrível!

— Ah! É que eu tenho uma ponte aqui atrás...

— Então tá explicado! Vai ver que tem alguém cagando debaixo dela!

27
21
6

Aderbaldo vai num bar e vê que seu pior inimigo, Arquimedes, está na mesa ao lado. De repente ele ouve certas coisas que não lhe agradam e resolve ir até lá.

— Não vai não, benhê! — disse a mulher dele, que odeia brigas.

Mas não adiantou nada. Chegando lá, Aderbaldo diz:

— Escuta aqui, eu acabei de escutar a palavra "idiota"... Quero saber se você está se referindo à minha pessoa!

Todos na mesa caem na risada e Arquimedes diz:

— Por acaso você está pensando que é o único idiota no mundo?

13
5
8

Um dia o pai de um rapaz foi ao seu filho e disse:

— Filho, arranjei uma esposa para você.

O filho respondeu:

— Mas pai, eu mesmo quero escolher minha esposa.

E o pai disse:

— Mas ela é filha do Bill Gates.

O filho respondeu:

— Se é filha do Bill Gates eu aceito casar com ela.

Então o pai negociador foi até Bill Gates e falou:

— Tenho um marido pra sua filha.

Bill Gates respondeu:

— Mas minha filha é muito nova pra se casar.

O Pai negociador então respondeu:

— Mas ele é presidente do Congresso Nacional.

Bill Gates respondeu:

— Se é presidente o Congresso Nacional, Eu deixo se casar com minha filha.

O pai negociador foi até um presidente do Congresso e disse:

— Eu tenho um candidato pra você.

O presidente respondeu:

— Mas já estamos lotados de candidatos.

Então o Pai negociador respondeu:

— Mas ele é marido da filha de Bill Gates.

O presidente falou:

— Bom, se é marido da filha de Bill Gates ele pode ser candidato.


Moral da história: Tudo na vida se negocia!

25
17
8

A Chapeuzinho Vermelho foi visitar a avó, depois de muito tempo sem ver a velhinha:

— Vovó, como a senhora tem olhos grandes...

— É para lhe ver melhor, minha querida!

— Nossa, vovó, que orelhas tão grandes são essas?

— São para ouvi-la melhor, netinha...

— E que dentes enormes a senhora tem!

— Êpa! Espera aí! Você veio aqui para me visitar ou para me pôr defeitos?

13
5
8

Um mosquito para a mãe:

— Ô mãe, me deixa ir ao teatro!

— Não, filho, aquilo é perigoso!

— Ô mãe, me deixa ir ao teatro!

— Não, filho, é perigoso, já disse!

— Ô mãe, me deixa ir ao teatro!

— Pronto, filho, vai. Mas muito cuidado com as palmas!

12
-4
16

Um curioso estava à porta do cemitério quando viu entrar três caixões e, logo atrás, um tipo muito bem vestido com um cachecol de gesso ao pescoço. Curioso como era, chegou perto do tipo e perguntou:

— Quem é o sujeito do primeiro caixão?

— Esse era o meu sogro, que Deus o tenha. Era podre de rico. Tinha milhões no banco e propriedades no interior.

— E no segundo caixão?

— A minha sogra, coitada. Herdou uma enorme fortuna da família. Já era muito rica antes de se casar.

— E no último?

— Era a minha mulher, que descanse em paz. Era filha única, herdeira única coitada, morreu...

— Ah, agora entendi. Tu também estava no carro quando se deu o desastre. Por isso está com isso no pescoço.

— Você está doido ou o quê? Deus me livre! Eu só mandei fazer esta merda para ver se consigo parar de rir!

13
-1
14

Tudo começou quando a turma de Direito da faculdade resolveu transformar uma célebre frase em camiseta e ela virou moda no Campus. A turma fez a seguinte frase: "Seu namorado faz Direito? Vem cá que eu faço!"

Aí o pessoal de Medicina resolveu provocar: "Ele pode até fazer direito, mas ninguém conhece seu corpo melhor que eu."

O pessoal de Administração não deixou por menos: "Não adianta conhecer o corpo, fazer Direito se não souber Administrar o que tem!"

E a Turma de Agronomia mandou esta: "Uns conhecem bem, outros fazem direito, e alguns sabem administrar o que tem, mas plantar a mandioca como nós ninguém consegue!"

E não termina por aí!

Depois foi o pessoal de Publicidade: "De que adianta conhecer bem, fazer direito, saber administrar e plantar a mandioca se depois não puder contar pra todo mundo?"

Logo veio a turma da Engenharia participar também da brincadeira: "De que adianta conhecer bem, fazer direito, saber administrar, plantar a mandioca, e poder contar pra todo mundo, se não tiver energia e potência para fazer varias vezes?"

Mas a frase campeã foi realmente a da Economia: "De que adianta conhecer bem, fazer direito, saber administrar, plantar a mandioca, poder contar pra todo mundo, ter energia e potência para fazer várias vezes se mulher gosta mesmo é de dinheiro?"

64
53
11

Pinóquio tinha uma namorada humana e, sempre que eles tentavam transar, tinham que parar no meio:

— Ai, caramba! — reclamava ela — As farpas do seu pênis de madeira estão me machucando!

Um dia o seu criador Gepetto passou pela sala e viu o boneco todo tristonho.

— O que foi, meu filho? — Perguntou o velho.

— Ah, pai. Tô tendo uns problemas aí com minha namorada. É um saco esse negócio de ser boneco. Toda hora ela reclama que têm farpas no meu pênis!

— Mas esse problema é fácil de resolver! — disse Gepetto mexendo nas suas ferramentas — É só eu esfregar uma lixa no seu membro, para aparar as arestas... Deixa comigo!

— Peraí, pai! — disse Pinóquio, meio sem graça — Se o senhor não se importar eu mesmo posso fazer isso... Sabe como é, né? Eu fico constrangido!

Gepetto entendeu e deu uma lixa novinha ao boneco. Algumas semanas depois, lembrou-se do caso e foi ter um papo com o filho de madeira:

— E a namorada, filho, como vai?

— Ah, pai... Não tenho mais namorada...

— Mas por quê? — perguntou ele, inconformado.

— Ah, pai... Ela terminou tudo... Acho que eu lixei demais!

22
15
7

O sujeito todo maltrapilho bate à porta de um dos mais caros bordéis do Rio.

— Pois não? — pergunta a cafetina.

— Eu queria falar com a Natasha.

— A Natasha? Ela cobra mil reais por hora!

— Então vou querer três horas.

— Três horas? — desconfia a mulher. — Pagamento adiantado.

O sujeito tira um pacote de dinheiro do bolso da jaqueta e coloca-o na mão da mulher.

Ela confere o dinheiro e leva-o até o quarto da moça.

Duas horas e cinqüenta e cinco minutos depois, inteiramente saciado, o sujeito descansa no colo dela.

— O senhor também é russo? — pergunta a moça, reconhecendo o sotaque do sujeito.

— Sim, de Riga.

— Riga? Eu tenho uma irmã que mora em Riga!

— Eu sei! Foi ela quem me pediu para lhe entregar os três mil reais.

23
20
3

Tarde da noite, o sujeito ia passando perto de um cemitério quando ouve:

— Pléc, pléc, pléc...

Acelera o passo, mas o barulho parece aumentar.

— Pléc, pléc, pléc...

Curioso e assustado, estica o pescoço por sobre o muro e vê um homem com uma talhadeira e um martelo sentado em um dos túmulos, talhando a lápide.

— Puxa — murmura, aliviado. — O senhor me pregou um susto e tanto!

— Desculpe — responde o homem, e continua o trabalho.

— Afinal, o que o senhor está fazendo? — torna a perguntar o sujeito.

— Estou corrigindo o meu nome... escreveram errado na lápide!

28
23
5

A garota de 17 anos diz para a mãe que a menstruação está atrasada há 2 meses.

Super preocupada, a mãe vai à farmácia e compra um kit exame de gravidez para a filha e o resultado é positivo. Aí começa a confusão.

— Quero saber quem foi o canalha. E agora, vá já falar pro seu pai.

A garota pega o telefone e faz uma ligação. Meia hora depois, pára na frente da casa uma Ferrari último modelo e sai um tipo maduro, cabelo meio branco, vestido com um terno elegante. Já na sala, o homem se senta na frente do pai e da mãe da moça e diz:

— Bom dia. Sua filha já me informou do problema. Devido à minha situação familiar, eu não posso me casar com ela, mais cuidarei de todos os detalhes. Se for menina, posso dar 3 lojas, 2 apartamentos, uma casa na praia e uma conta com 500 mil dólares. Se for menino eu dou 2 fábricas e a conta com os 500 mil dólares. No caso de serem gêmeos, também vou dar as 2 fábricas e 250 mil dólares por cabeça. Mas no caso de um aborto...

Nessa hora, o pai da moça, que estava calado o tempo todo, se levanta, põe a mão no ombro do homem e diz:

— No caso de acontecer essa tragédia, você come ela de novo.

78
72
6

O piloto de um Boing 747 faz contato com a torre:

— Atenção torre! Atenção torre! Emergência! As duas turbinas direitas estão em chamas, por favor, me dê instruções do que fazer!

— Corte a alimentação das turbinas.

— Impossível, a chave está emperrada!

— Então, tente um pouso de emergência no Aeroporto mais próximo!

— Impossível, o sistema hidráulico pifou!

— Então, repita comigo: Pai nosso que estais no céu...

24
17
7

A gatinha, superproduzida, está de saída. A mãe, muito preocupada, lhe diz:

— Volte cedo, hein minha filha!

E a garota protesta:

— Mãe! Eu não sou mais uma criança, né?

— Pois então! — concorda a mãe — Justamente por isso!

10
-4
14

O sujeito chega ao estacionamento de um shopping e encontra o carro todo amassado. Sob o limpador de parabrisa, um bilhete:

"Prezado senhor, enquanto lhe escrevo este bilhete, estou rodeado de curiosos que imaginam que estou lhe deixando o meu nome e telefone, dizendo que vou pagar o estrago. Era só o que faltava!"

8
-1
9

O sujeito era apaixonado por discos voadores e seres do outro mundo. Vivia lendo tudo o que se publicava a respeito desse assunto, tanto que ficou fanático e vivia na expectativa de encontrar algum alienígena.

Toda a noite saía a rondar por lugares esmos para ver se encontrava um extraterrestre. Certa noite, numa de suas excursões noturnas, avistou um vulto de cabeça bem grande, braços longos, pernas curtas, rentes ao chão.

Emocionado, com voz embargada, ele falou:

— Luiz Oliveira, fazendo contato!

Ao que o ser estranho respondeu:

— Severino da Silva, fazendo cocô!

21
18
3